Autor: super-admin

10 Passos para o Emagrecimento Saudável

10 Passos para o Emagrecimento Saudável

Sempre falo que, no processo de emagrecimento, o ideal é primeiro buscar a saúde, os hábitos saudáveis, e o emagrecimento será uma consequência dos novos hábitos.

Precisamos considerar a prática de atividades físicas, o gerenciamento do estresse e principalmente investir nosso tempo em entender de alimentação, compreender o básico da alimentação, saber diferenciar proteínas, gorduras e carboidratos.

A proteína é a construção, é o tijolinho da casa, precisamos dela para massa muscular, para a pele, para a produção de hormônios. As gorduras são necessárias para formar hormônios, para desintoxicar o corpo, para nossa imunidade, cérebro. Sobre os carboidratos, considere que todo carboidrato que entrar e não for consumido, queimado, virará gordura. Se tudo o que vier em excesso vira gordura, obviamente a regra aqui é não abusar dos carboidratos. Não podemos viver sem carboidratos, não é possível simplesmente cortar o consumo deles, mas no momento em que sabemos da sua importância na nossa dieta, devemos aprender sobre eles, devemos pesquisar e conhecer os alimentos, principalmente no que diz respeito à sua carga glicêmica.

Conhecendo as cargas glicêmicas, opte sempre pelas cargas mais baixas, pois são mais saudáveis. Proteínas, gorduras e carboidratos, os 3 são essenciais, mas apenas os carboidratos vão virar gordura. E não esqueça do equilíbrio hormonal.

Proponho aqui 10 passos importantíssimos para um emagrecimento saudável:

1. FAÇA SUBSTITUIÇÕES

A primeira substituição seria o glúten, prefira sempre alimentos sem glúten. Mas não adianta se entupir de farinhas todas outras e industrializados! Diminuir glúten é no sentido de diminuir farinhas, onde a de trigo é a pior e mais inflamatória! Diminua o leite, corte o açúcar, aqui recomendo que corte mesmo, tente não substituir, caso não consiga troque o açúcar por Stevia, mas nunca use adoçantes a base de aspartame ou sucralose, sempre prefira os a base de stevia, Taumatina e Xylitol. Substitua todos os óleos por óleo de côco ou banha de côco extra virgem. Com exceção do óleo de côco, todos os outros óleos se transformam em gorduras trans, que são substâncias tóxicas e inflamatórias para o nosso corpo.

Desapegue do refrigerante, considerado o alimento mais tóxico que existe no mercado, verdadeiro veneno feito para viciar. Desapegue dos sucos de caixinha, se você tem sede, beba água, se tem fome, coma a fruta.

2. QUANTAS REFEIÇÕES DIÁRIAS?

Saiba mais: Phytophen

Aconselho que não siga regras aqui. Depende de inúmeros fatores individuais. O fato é que não devemos comer carboidratos em excesso e, só conseguimos realizar este passo, quando pensamos em comer mais proteínas e gorduras boas que combinados, geram saciedade. Opte por carboidratos de baixa carga glicêmica como a batata doce e a maçã, e por boas fontes de proteínas, nas animais as carnes, nas vegetais a quinoa, a lentilha, o feijão branco. Quanto às gorduras, aproveite os benefícios do abacate, das oleaginosas, do coco, azeite de oliva, gema do ovo.

3. FAÇA TESTES

Experimente ficar alguns dias sem glúten por exemplo, fique 24 dias sem ingerir nenhum alimento que contenha glúten, visto que não existe absolutamente NADA dentro do trigo que só exista nele e que seja vital. Passado o teste do glúten, faça o teste da lactose, pois muito comum que alterações intestinais imperceptíveis leve a uma alteração de sua microbiota e passe a gerar inflamação sub-clínica, com má absorção nutricional e desvios de funções metabólicas. Estes são os alimentos que mais comumente têm desequilibrado a integridade intestinal, mas até o Ovo contém uma proteína com possível efeito alergênico (infelizmente, pois o Ovo é o alimento mais completo que a natureza nos fornece). Depois de analisar a sua sensação, você pode decidir se quer estes componentes na sua vida.

4. AVALIE, O MOTIVO PELO QUAL MUDAR A SUA VIDA E APOSTAR NO EMAGRECIMENTO

Agora que já conhece os alimentos, é preciso pensar na necessidade de emagrecer, ou seja, o porque você está fazendo isso. Procure um profissional e tenha uma avaliação séria do que você precisa melhorar, procure orientação para que as perdas sejam apenas de massa gorda e não de massa muscular.

5. UM PASSO DE CADA VEZ.

Uma mudança pequena e constante é melhor do que uma mudança radical e temporária. Estabeleça metas. Um passo de cada vez, se movendo lentamente em direção a sua meta, com certeza é melhor do que não sair do lugar. Não tenha em casa alimentos que nao sejam saudáveis, pois assim não existe riscos de cair em tentação de consumí-los.

6. ATIVIDADES FÍSICAS: POR QUE FAZER?

Como escolher? Nosso corpo não foi gerado para ser sedentário, fomos feitos para viver em constante movimento, nosso corpo é uma máquina maravilhosa que nos proporciona diversas possibilidades de atividades que vão ajudar não apenas na sua boa forma mas também no seu bom humor e qualidade de vida, incluindo o seu sono. De acordo com a sua possibilidade, se tem disponível apenas 1 hora por dia, exercite-se durante esta uma hora, se tiver apenas meia hora, use-a da melhor maneira possível, o que importa é não ficar parado. Uma boa ideia é começar com a caminhada, mas vá além e não dispense a musculação. Caso consiga correr, prefira intervalados (oscilações entre caminhadas e corridas).

7. TEMPERATURA BASAL E SINAIS DE DEFICIÊNCIAS HORMONAIS

É muito importante ser capaz de identificar a existência de alguma alteração hormonal. Desordens hormonais da tireóide são simplesmente diagnosticadas, e são extremamente comuns, muitos são os fatores, stress, alimentação equivocada, contraceptivos. Vou ensinar um teste simples, meça a temperatura maxilar por 5 dias, todas as manhãs, antes mesmo de sair da cama, e faça uma média. Se a média das 5 temperaturas for inferior a 36,5, você PODE ter uma hipofunção da tireóide. Problemas de tireóide devem ser investigados e tratados. Problemas de Testosterona, principalmente entre as mulheres que usam anticoncepcionais, também devem ser investigados. A diminuição dos níveis de Testosterona nos homens também causa muitos efeitos que atrapalham a perda de peso e a saúde. Problemas de sono, também podem indicar alterações hormonais, sendo causa ou consequência de hábitos.

8. QUAL O MELHOR TRATAMENTO PARA EMAGRECER?

96% das pessoas que optam por tratamentos para emagrecer voltam a engordar. Não existe fórmula mágica. Apenas o tempo, a discilpina e a força de vontade podem fazer você emagrecer com qualidade. A melhor dieta? Não se chama dieta, mas sim plano alimentar que se adapte a um estilo de vida saudável! Não acredite em milagres, medicamentos ou dietas que te fazem melhorar por um tempo e depois gerar efeito rebote ainda pior. Mude sua vida!

9. DICAS PRÁTICAS

Beba muita água. Cuide a ingestão de líquidos junto com as refeições. Caso necessite, recorra à suplementação. Opte por companhias que entenda m e participem dos seus hábitos alimentares saudáveis e que não contribuam para lhe tirar do caminho que escolheu. Procure dicas e receitas na internet, estabeleça metas, se interesse pela sua saúde.

10. PORQUE TER O CORPO QUE VOCÊ SEMPRE SONHOU PODE MUDAR A SUA VIDA?

Imagine-se com o corpo que sempre sonhou e pense em como se sentiria. Qual seria a sua sensação ao conquistar o corpo dos seus sonhos?Imagine-se com ele, desfilando por aí, conscientize-se que você estará mais bonito, saudável e feliz. Feche os olhos e mentalize essa sensação todos os dias, durante todo o seu processo de emagrecimento.

8 hábitos e 4 tratamentos para evitar a formação precoce de rugas e linhas de expressão

8 hábitos e 4 tratamentos para evitar a formação precoce de rugas e linhas de expressão

Não tem jeito: mais cedo ou mais tarde, elas vão chegar e se estabelecer na sua vida, ou melhor, na sua pele. Apesar de ser um processo natural de envelhecimento do corpo, as rugas e linhas de expressão não costumam ser bem-vindas. Sorte é que algumas atitudes ajudam a atrasar ou minimizar o surgimento delas.

Em um mundo ideal, a prevenção deve (ou pelo menos deveria) começar por volta dos 25, 28 anos de idade. É nessa fase que surgem os primeiros sinais de definhamento da derme, com as ruguinhas ao redor dos olhos, na testa e o famoso “bigode chinês”, sulcos que vão do nariz aos cantos dos lábios.

“É o momento em que os primeiros cuidados precisam ser tomados, como o uso de cremes antioxidantes e a limpeza adequada, associada ao uso de tônicos”, exemplifica Priscilla Guedes Pecoroni de Almeida, médica dermatologista.

Se essa fase já passou e você não se preocupou com isso, apoie-se no ditado do “antes tarde do que nunca”. Para quem ainda não convive com as marcas acentuadas no rosto, alguns hábitos ajudam a retardar a formação de rugas e linhas de expressão. Mas devem começar a ser seguidos já.

Beba muita água
A derme alterada é uma das primeiras manifestações do organismo com quantidade baixa de líquidos. A ingestão de água deixa a pele hidratada e firme, além de ajudar a eliminar as toxinas. A recomendação é beber, pelo menos, um litro e meio de água por dia, incluindo sopas e chás. “Hidratar-se requer disciplina e torna-se um hábito com o tempo”, destaca Ana Lúcia Recio, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Retire a maquiagem
Dormir com qualquer tipo de make é um atentado à saúde da pele. Por isso, escolha um bom demaquilante ou utilize água micelar para remover base, pó, máscara ou qualquer outro produto. “Além de retirar a maquiagem, a água micelar vai atuar como tonificante”, explica Priscilla. Um bom hidratante adequado para seu tipo de pele finaliza o ritual de maneira correta.

Faça limpeza facial
De acordo com Ana Lúcia, é importante a realização de limpeza facial pela manhã e à noite, preferencialmente com sabonetes infantis líquidos ou produtos próprios para a pele do rosto. Antes de dormir, o adequado é finalizar o procedimento com água mineral, já que o líquido da torneira possui agentes de tratamento que podem ressecar a pele. “Coloque em um borrifador ou pequena quantidade na mão e aplique no rosto. Vai notar que a pele ficará menos seca só com este simples passo”, afirma. Para finalizar, recomenda-se também aplicação de hidratante apropriado.

Saiba mais: Proteína asiática comprar

Use protetor solar
Adotar um filtro para os raios solares é fundamental para garantir a saúde e uma pele sem marcas. Resumindo: os protetores solares devem ser usados diariamente. “Quem tem pele normal a seca pode usar um antioxidante antes do filtro, mas alguns protetores já têm esse ativo na formulação”, observa Ana Lúcia. A proteção é necessária porque, a longo prazo, a exposição exagerada ao sol leva ao câncer de pele (principalmente em pessoas mais claras) e provoca asperezas, manchas e rugas.

Você já conhece o programa de desconto em medicamentos do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon? Clique aqui para saber mais.

Relaxe a musculatura
Estudos científicos mostram melhoras das marcas de expressão com exercícios faciais. Entretanto, ainda não há um protocolo a ser seguido, segundo Ana Lúcia. Mas algumas práticas podem ajudar, como não franzir a testa ao sol e usar óculos escuros. “Entenda onde estão as marcas e tente relaxar o rosto todos os dias. Faça uma massagem suave e aleatória para relaxar a musculatura facial. As marcas não somem, mas podem melhorar. Além disso, há a sensação de relaxamento.”

Evite o álcool
Em excesso, bebidas alcoólicas aceleram o processo de envelhecimento da pele, uma vez que o álcool estimula a produção de radicais livres. “Em contato com as células, danificam a estrutura delas, causando envelhecimento precoce e flacidez”, explica a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Durma bem
A falta de sono compromete o reparo e regeneração da pele. No descanso, há a produção natural da melatonina, como parte da defesa do organismo contra os radicais livres – ao lado da glutationa, do superóxido dismutase e da catalase. “É durante o sono também que ocorre a produção do hormônio de crescimento IGF1, responsável por regular a insulina, evitando assim que altos índices de níveis glicêmicos envelheçam nosso tecido e provoquem inflamação”, acrescenta Claudia.

Atente à alimentação
Determinados alimentos melhoram a saúde da pele e impactam a prevenção de rugas e linhas de expressão, segundo a dermatologista Fernanda Nichelle, pós-graduada em dermatologia estética avançada. São eles:

– castanha-do-pará, que é fonte de vitamina E e selênio e ajuda no rejuvenescimento celular;

– espinafre, com ferro, clorofila, magnésio, fibra, proteína e vitaminas A, C, E e luteína, protege dos danos dos raios solares;

– tomate, que melhora a microcirculação, devido ao licopeno;

– beterraba crua possui um elemento chamado ácido carboxipirrolidônico que ajuda a manter as células bem hidratadas;

– “O salmão é fonte de vitamina D e muito ômega 3, ácido graxo que ajuda a melhorar inflamações na pele”, diz Fernanda;

– sementes de abóbora e girassol são ricas em selênio e proteína (que adiam o surgimento de rugas), vitamina E (mantém a pele hidratada) e magnésio (reduz os níveis de estresse);

– açaí, cranberry e goji berry, entre outras berries, são fontes de antioxidantes e evitam que os radicais livres ataquem as células da pele e tirem sua elasticidade.

“O consumo diário indicado deve ser calculado e orientado por um médico ou nutricionista”, alerta Fernanda.

Tratamentos ajudam a reduzir vincos

A prevenção é a forma mais eficiente e barata de retardar o aparecimento de rugas e linhas de expressão, como lembra a médica Íris Flório, pós-graduada em estética médica, dermatologia e cirurgia dermatológica. Mas se as marcas já existirem no rosto, algumas intervenções podem trazer resultados satisfatórios. Confira:

– Peeling químico

Os peelings químicos utilizam várias substâncias ativas, como ácido glicólico, retinóico, tricloroacético e fenol. “Dos tratamentos para rejuvenescimento da pele, o peeling é bastante acessível. O ácido, seja ele qual for (com exceção do fenol), é um dos tratamentos mais baratos feitos em consultório”, comenta Íris. Há três intensidades: superficial, médio e profundo, sendo os dois últimos mais indicados para casos de rugas.

O procedimento leva à descamação da pele, promovendo a regeneração. Também estimula a produção de colágeno. Os resultados podem ser vistos já nas primeiras sessões e as repetições, bem como os protocolos e os tipos de ácidos a serem usados, serão definidos pelo profissional, diante do objetivo da intervenção e do estado da pele do paciente. Importante: alguns procedimentos não podem ser realizados em peles claras e outros não têm efeito sobre peles escuras.

– Toxina botulínica (botox)

As primeiras rugas são chamadas dinâmicas, pois só surgem com a movimentação facial. Com o passar do tempo, tornam-se estáticas, percebidas mesmo no repouso dos músculos faciais. “A toxina botulínica faz com que as rugas dinâmicas não se tornem estáticas, pois atua paralisando ou diminuindo a força de contração da musculatura em que ela for introduzida”, explica a dermatologista Priscilla Guedes Pecoroni de Almeida. Wendell Uguetto, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e do corpo clínico do Hospital Israelita Albert Einstein, acrescenta que a aplicação é feita através de várias injeções na pele, dentro da musculatura da mímica facial, com uma agulha pequena e extremamente fina. “A região mais bem tratada é a da testa e pés de galinhas”, diz ele.

– Ácido hialurônico

Indicado para a região do sulco nasolabial e “bigode chinês”, o preenchimento com ácido hialurônico é feito em consultório, sob anestesia tópica ou local com algumas picadas no plano profundo da pele. “O efeito é imediato e tem duração de 6 a 12 meses, período o que a substância vai sendo absorvida pelo organismo”, explica o especialista. Passado o período, recomendam-se novas sessões.

– Laser de CO2

Pode ser aplicado de forma ambulatorial (com anestesia tópica) e provoca um peeling superficial na pele, suavizando rugas de repouso. Quando é mais profundo, aconselha-se ser realizado em centro cirúrgico com anestesia geral. “Após o procedimento, a pele fica avermelhada e descamativa por até 15 dias e deve-se evitar o sol por, pelo menos, 1 mês”, avisa o médico. As rugas vão sendo eliminadas gradativamente nas aplicações, feitas a cada 4 meses.

5 dicas para os pés ressecados: como hidratá-los?

5 dicas para os pés ressecados: como hidratá-los?

Como você bem deve saber, querida amiga, a região dos pés não possui glândulas sebáceas, portanto, a ocorrência de pés ressecados são muito frequentes, principalmente na terceira idade.

Com isso, fissuras e rachaduras causadas pelo ressecamento os deixam com um aspecto feio, e podem atingir a sua autoestima. Algumas conhecidas, inclusive, já deixaram de usar sandálias e chinelos em decorrência de pés machucados.

Porém, não se preocupe! Nem tudo está perdido. Leia abaixo cinco dicas valiosas de produtos que você já deve ter em casa (ou deveria, ao menos), baratos e disponíveis nos comércios mais próximos.

Leia também: pé ressecado tratamento caseiro

Fique de olho e acabe de vez com os pés ressecados. Vem!
#1 Mergulhe de cabeça nos óleos vegetais
Como já comentamos com você por aqui, os óleos contêm ácidos graxos e vitamina E, auxiliando em várias funções do corpo humano. Uma delas é a hidratação de pés rachados. Ressecamentos podem ser tratados com o Óleo de Coco ou Óleo de Oliva, por exemplo, eliminando o tão inconveniente calcanhar rachado.

#2 Invista na Banana (como?)
Isso mesmo! Veja essa receita caseira: amasse a banana bem madura, fazendo uma pasta homogênea. Em seguida, higienize os pés (bem limpinhos, hein?) e aplique a pasta, deixando-a agir por 15 minutos. Lave os pés com água quente e, após, coloque-os em água gelada. Em algumas semanas, depois de repetir o processo diariamente, você notará a diferença.

#3 A Vaselina também pode ajudar!
Ela dispensa apresentações. Trate os pés ressecados utilizando a pedra pome e aplicando a vaselina em seguida. Coloque meias para ajudar na hidratação.

#4 Ahh, não se esqueça do Mel
Coloque uma xícara de mel em meio balde de água morna e mergulhe os pés. Retire-os e seque-os. Simples assim.

#5 Cremes para os pés
A opção mais comum – e fácil, pois basta aplicá-los para ver ótimos resultados – para os pés que precisam ser tratados é o creme. Eles protegem a pele e levam à região uma hidratação ímpar, além de ser um verdadeiro esfoliante. Ativos como o Ácido Salicílico e a Ureia tornam sua ação ainda mais eficiente.

8 hábitos diários indispensáveis para manter sua pele saudável

8 hábitos diários indispensáveis para manter sua pele saudável

Fique atenta: do uso de produtos adequados à escolha do que vai ao prato, muitos fatores interferem na saúde e na beleza de sua pele

Absolutamente tudo que fazemos interfere de alguma forma no organismo – logo, muitas de nossas ações têm impacto direto sobre a pele, que é o maior órgão do corpo humano.

Conversamos com a dermatologista Helua Gazi, da Clínica Helua Gazi de Dermatologia, e com a biomédica esteta Monica Batista, especializada em Harvard, sobre quais são os bons hábitos diários para manter a pele saudável e, consequentemente, bonita. Saiba quais são e já adote os que não fizerem parte de sua rotina.

Usar somente produtos adequados ao seu tipo de pele
É preciso conhecer sua pele. Ela é normal, seca, mista ou oleosa? Se você não tiver ideia, consulte uma dermatologista ou uma médica especializada em pele para tirar essa dúvida.

Sabendo o tipo de pele, você pode partir para os produtos desenvolvidos especialmente para ele. Monica dá dicas gerais para guiar suas escolhas:

Leia também: Dicas para pele saudável

– Pele mista se dá bem com produtos à base de aloe vera, que retiram a oleosidade na medida certa e sem deixar a área normal ressecada;

– Pele oleosa precisa de tratamento especial, devido à tendência à acne e à produção de mais óleos que o normal, mas via de regra os produtos à base de enxofre ou de chá verde são benéficos para ela;

– Pele seca deve receber hidratação redobrada, o que os produtos à base de mel, leite e aveia proporcionam; e

– Pele normal é a mais tranquila no que diz respeito à escolha dos produtos, que normalmente são neutros e com alguns agentes hidratantes.

As informações sobre a que tipo de pele um produto é destinado e quais são seus princípios ativos estão sempre bem visíveis nos rótulos. Dar atenção a elas evita problemas como irritações, alergias e efeitos contrários ao que se deseja. Por exemplo: um produto para peles oleosas pode causar descamações em peles secas, assim como um produto para peles secas pode agravar a oleosidade das peles oleosas.

Ter uma rotina de limpeza da pele do rosto

(liza5450/Thinkstock)

Normal, seca, mista ou oleosa, a pele do rosto deve ser limpa duas vezes ao dia: uma de manhã (de preferência logo ao acordar) e uma à noite (antes de dormir). “A pele precisa de rotina. Limpar, tonificar, hidratar e tratar devem ser encarados como um ritual, um exercício diário mesmo”, defende Helua.

É bem simples. Primeiro lava-se o rosto com água e sabonete adequado, como foi explicado ali em cima. Em seguida aplica-se adstringente (para peles oleosas), tônico (para os outros tipos de pele) ou água micelar (para todos os tipos de pele). Para finalizar, hidratante – e atenção: todas as peles precisam de hidratante, mesmo as oleosas.

O procedimento da noite pode ser complementado com a aplicação de produtos antioxidantes, clareadores de manchas ou regeneradores celulares. Essas funções são conseguidas com ácidos (normalmente o retinoico, o glicólico ou o azelaico), que não devem ser aplicados quando há exposição aos raios solares.

Já a rotina do dia deve ser finalizada com a aplicação do protetor solar. Vamos falar um pouco mais sobre ele!

Usar protetor solar diariamente
O protetor solar evita a ação dos raios UVA e UVB sobre a pele, prevenindo o envelhecimento precoce e o câncer de pele. E tem mais: ele também protege contra o aparecimento de manchas, flacidez e rugas.

Hoje em dia, é obrigatório aplicar protetor solar no rosto e no corpo mesmo que o destino não seja a piscina ou a praia. Isso mesmo: tem que passar para ir trabalhar, estudar ou circular pela cidade.

Ao comprar seu filtro solar, certifique-se de que ele tenha proteção contra raios UVB (pelo FPS, que as especialistas recomendam que seja 30) e contra raios UVA (pela presença de sinais de “+” no rótulo – podem ser até três).

E tem um detalhe bem importante: providencie um protetor solar específico para o rosto e outro para o corpo. A pele da face é mais delicada e precisa de um produto que respeite essa diferença. Só use o filtro solar do corpo no rosto se não houver outra maneira de se proteger.

Hidratar o corpo de dentro para fora

(m-imagephotography/Thinkstock)

Uma ajuda interna à ação externa de produtos para a pele é a hidratação do organismo, ou seja, beber água. O corpo que não é hidratado adequadamente se reflete em uma pele flácida e sem viço. E a água ingerida também ajuda a eliminar toxinas, deixando a pele menos propensa a cravos, espinhas e marcas em geral.

Comer alimentos que façam bem à pele
Além da hidratação, a alimentação auxilia na manutenção da saúde e da beleza da pele. Os principais alimentos são:

– Frutas vermelhas (morango, amora, framboesa etc.), ricas em vitamina C e cianidina, elementos que previnem o envelhecimento precoce da pele, o excesso de oleosidade e a formação de acne;

– Abacaxi, anti-inflamatório que ataca acne e alergias;

– Cenoura, que revitaliza a pele por ser rica em ácido lipóico; e

– Salmão, rico em vitamina D e ômega-3, que ajudam a prevenir o câncer de pele ao combater o crescimento desordenado das células.

Colocando-os nas refeições e evitando os vilões da pele – farinha branca, açúcar refinado e frituras –, é possível turbinar os efeitos dos produtos de limpeza e tratamento que você escolher aplicar na pele.

Sempre tirar a maquiagem antes de dormir

(shironosov/Thinkstock)

Por mais cansada que esteja, reserve uns minutinhos do fim do dia para a retirada da maquiagem e a rotina de limpeza da noite. Dormir sem maquiagem evita a obstrução dos poros, o aparecimento de cravos e espinhas, o aumento da oleosidade, a diminuição do viço e o envelhecimento precoce da pele.

Quando você usa maquiagem, apenas lavar o rosto com água e sabonete não é suficiente; você precisará primeiro remover a maquiagem com produtos específicos para esse fim e em seguida partir para a rotina de limpeza com sabonete, adstringente/água micelar/tônico e hidratante.

Ter boas noites de sono
A pele precisa do período de repouso do corpo para se recuperar das agressões do dia, como a poluição e o sol. O resguardo da noite é favorável à renovação celular, à oxigenação e à recepção dos princípios ativos dos cremes de tratamento. Uma noite bem dormida é, por si só, um tratamento para a pele.

Consultar-se com especialistas e manter o check-up em dia
Uma ida a uma médica especializada no tratamento da pele é boa para que seja feito um diagnóstico do estado de saúde da sua pele e para que ela possa cuidar pontualmente de eventuais problemas, como manchas e acne.

“No consultório, também podemos receitar produtos para serem manipulados ou, se a paciente preferir, esclarecer quais são os produtos de farmácia indicados para a pele dela, explicar as diferenças entre o que há à venda. Algumas mulheres preferem comprar tudo pronto, é um direito delas, e uma de nossas funções é ajudá-las a escolher as melhores alternativas das melhores marcas”, afirma Helua.

Veja também

SAÚDE
Além do ginecologista: 11 médicos importantes na saúde da mulher
query_builder20 out 2017 – 19h10
Estar com o check-up em dia também ajuda muito a ter uma pele sempre saudável. Monica explica que “se algo vai mal, logo percebemos na pele. Problemas hormonais, por exemplo, refletem em acne no rosto”. Passar anualmente pela ginecologista e pela endocrinologista, portanto, é importante também para a saúde e a aparência da pele.

Como identificar problemas de pele em bebês

Como identificar problemas de pele em bebês

Manchas vermelhas espalhadas, bolinhas brancas, manchinhas vermelhas e a preocupação dos pais: o que é isso na pele do meu bebê? Saiba diferenciar e saber como agir – e não, não realize nenhum tratamento sem orientação profissional. Por Juliana Couto

Leia também: Problemas de pele causas

Quer ver uma mãe preocupada? Espera, então, aparecer bolinhas na pele do bebê: brancas, protuberantes, espaçadas, vermelhas, podem ter vários significados e deixam a mãe de cabelos em pé em preocupação. Uma das primeiras ações a ser feita é cortar da dieta da mãe, caso ela amamente, leite e derivados, e também da alimentação do bebê, caso ele já ingira tais alimentos, para descartar precocemente a possibilidade de Alergia a Proteína do Leite de Vaca (APLV). Não, nem toda bolinha na pele do seu filho está ligada à alimentação. Por isso, o taofeminino conversou com o pediatra Aleksandro Ferreira e com a dermatologista Amanda Hertz sobre os principais problemas de pele em bebês – e também com mães que sentiram na pele, literalmente, a preocupação com seus filhos. Há problemas que normalmente aparecem na pele do bebê até os dois anos de idade e que possuem tratamentos específicos, assim como descrições distintas.

Dermatite de fralda
O pediatra Aleksandro Ferreira, pai de Lara, de um ano e oito meses, e a dermatologista Amanda Hertz explicam, de primeira, que um dos principais problemas de pele até os dois anos é a dermatite de fralda, que pode ser evitada com trocas de fraldas frequentes, a fim de impedir o contato prolongado com urina e fezes e não irritar a pele do bebê. Segundo eles, cremes de barreira (pomadas preventivas de assadura) também ajudam a prevenir a dermatite de fraldas descartáveis. E lembram que lenços umedecidos, principalmente os com perfumes, devem ser evitados, pois também podem irritar a pele do bebê. O recomendado é que limpeza na área seja realizada com fralda com água e algodão.

Dermatite atópica
De acordo com Aleksandro e Amanda, é uma dermatose frequente na infância que acomete aproximadamente 20% das crianças e é caracterizada por ressecamento e coceira da pele e lesões típicas de acordo com a idade. Na fase do lactente é comum o acometimento da face e áreas extensoras como joelho e cotovelo. Já nas crianças e adolescentes, acomete mais as áreas flexoras de dobras. Crianças com dermatite atópica podem apresentar outros sinais de atopia como rinite e asma. A base do tratamento da dermatite atópica é a hidratação da pele e uso de sabonetes suaves, após o banho com a pele ainda úmida deve-se usar hidratante (sem cheiro). “O objetivo é manter a barreira cutânea da pele íntegra, caso não melhore com essas medidas, deve –se procurar um médico para uso de tratamentos específicos”, explicam os dermatologistas.

© iStock
O diagnóstico de dermatite atópica para Gustavo, de um ano e dois meses, filho de Gabriela Castanheira (SP), 35, só veio aos quatro meses, quando o pequeno chegou a ter feridinhas no pescoço (de tanto coçar), apesar da irritação na pele ter começado quando ele ainda era recém-nascido. Gabriela conta que essa irritação vai e vem. “Se está calor é porque sua muito, aí aparece. Se está frio é por causa do tecido em atrito com a pele, aí aparece. Principalmente nas dobrinhas. Então, o pescocinho dele é muito atingido. Cortamos todos os cosméticos e produtos típicos de bebê e usamos só hipoalergênicos, sem perfume, sem corante e nada desse tipo. Além disso, banhos rápidos, não muito quentes e muita hidratação. As roupinhas têm que ser 100% algodão”, finaliza.

Dermatite seborreica
Caracterizada por lesões descamativas e avermelhadas, pode apresentar escamas esbranquiçadas ou amareladas. Localizadas principalmente no couro cabeludo (conhecida como crosta láctea), região retro auricular, região central da face e em alguns casos axilas, e pescoço. Aleksandro e Amanda explicam que sua etiologia ainda está sendo estudada, acredita-se que está associada ao fungo Malssesia sp. e apesar de ter o mesmo nome, não está associada com a dermatite seborreica do adulto. A dermatite seborreica na infância geralmente é autolimitada entre os quatro e seis meses de vida. A recomendação de Aleksandro e Amanda é usar óleos infantis 30 minutos antes do banho no couro cabeludo para amolecimento das crostas.

Dermatite de contato
Reação inflamatória na pele decorrente da exposição a um agente capaz de causar irritação ou alergia. Existem dois tipos de dermatite de contato: a irritativa e a alérgica. Segundo Aleksandro e Amanda, a dermatite irritativa é causada por substâncias químicas irritantes. “Pode aparecer na primeira vez em que entramos em contato com o agente causador e as lesões da pele geralmente são restritas ao local do contato. A dermatite alérgica de contato aparece após repetidas exposições a um produto ou substância. Ela depende de ações do sistema de defesa do organismo, e por esse motivo pode demorar meses a anos para ocorrer, após o contato inicial. Essa forma de dermatite de contato ocorre, em geral, pelo contato como produtos de uso diário e frequente, como perfumes, cremes hidratantes, esmaltes de unha, entre outros. “ A recomendação é que se use na pele da criança produtos suaves e de acordo com a idade, com o objetivo de diminuir a dermatite de contato.

© iStock
Brotoeja
Nome popular da miliária, é uma dermatite inflamatória causada pela obstrução das glândulas sudoríparas, o que impede a saída do suor. O que a favorece? Ambientes quentes e úmidos, o excesso de roupas e agasalhos e febre alta favorecem o aparecimento de lesões, que no geral costumam aparecer no tronco, no pescoço e nas axilas. De acordo com Aleksandro e Amanda, o tratamento da brotoeja leva em conta as características das lesões, o local onde se instalaram e a idade do paciente. “Em crianças pequenas, por exemplo, pode ser utilizado medidas para refrescar a pele, a fim de evitar a transpiração excessiva, com o objetivo de aliviar o desconforto e melhora das lesões. Caso não melhore, deve-se procurar um médico. Para prevenção deve-se evitar usar muita roupa, principalmente em dias quentes e em crianças. Sempre que possível, use roupas de algodão ou fibra natural, roupas sintéticas costumam reter mais calor e o suor”.

Dayane Westhofer (SP), 22, conta que foram vários testes de tratamento popular até Davi, de quatro meses, ser diagnosticado com miliária. As bolinhas apareceram aos poucos e em 48 horas começaram a se espalhar pelo corpo. “Uma tia me disse que era de respirar em cima dele e realmente eu estava dormindo abraçada com ele, porque ele estava passando por um pico de crescimento e estava bem chatinho. Parei de dormir abraçada com ele, mas deu segunda, terça, quarta e só aparecia mais e mais. Em um grupo de mães, me falaram algumas coisas para testar e que provavelmente era de calor para eu parar de encher ele de roupas. Aqui onde moro é pé de serra então é muito frio, mas comecei a agasalhar menos ele”, ela conta. Sem resultado. Ao usar pasta d’água, ela percebeu que ele estava começando a se coçar e nos dias seguintes, até depois de usar óleo de coco, ele seguiu se coçando. Compressa fria ajudou ao bebê não ficar irritado. “Dei banho com aveia e amido de milho por dois dias e levei numa dermatologista, que me disse ser miliária e que eu estava fazendo bem em dar banho com aveia e amido de milho, porque a aveia hidrata e o amido seca as bolinhas. Ela receitou um hidratante e um sabonete específicos que eu não comprei pelo custo alto. Continuo dando banho com aveia e amido e depois do banho espremo a aveia na minha mão e passo onde tem bolinhas, no rosto, pescoço, tórax e costas. Com isso, parou de aparecer e ele está coçando menos”, finaliza.

Roséola
Infecção viral com resultado na pele associada ao vírus herpes tipo 6, a Roseola infantum, ou exantema súbito, é caracterizada por febre alta de três a quatro dias. Após a queda da temperatura ocorre o surgimento de lesões na pele (exantema). De acordo com Aleksandro e Amanda, as crianças geralmente mantêm um bom estado geral.

Candidíase
Causada pelo fungo C. albican, se prolifera em ambiente úmido e quente. Manter as fraldas limpas e secas diminui o risco de candidíase. Aleksandro e Amanda recomendam ficar atento a vermelhidão, áreas maceradas e esbranquiçadas. Muitas vezes, a candidíase está associada a dermatite de fraldas. A candidíase na área de fraldas pode ser tratada com antifúngicos tópicos.

Manchas de nascimento
Geralmente na face e região da nuca, são consideradas má formações vasculares que desaparecem espontaneamente entre o primeiro e terceiro ano de vida. A mancha mongólica (melanose dérmica) aparece no nascimento ou nas primeiras semanas de vida, é uma mancha acinzentada ou cinza azulada que ocorre nas costas e nádegas. Segundo os dermatologistas, essas manchas não são consideradas doenças, são muito comuns e geralmente somem na primeira infância.

© iStock
Hemangioma
Primeira informação: hemangioma da infância não pode se tornar câncer de pele e é uma lesão vascular proliferativa. A história natural do hemangioma da infância, segundo os especialistas, é a seguinte: “o bebê nasce sem lesão ou com uma mancha. A mancha prolifera nas semanas seguintes, tornando-se uma placa ou uma tumoração. A lesão cresce de forma acelerada nos dois primeiros meses e mais lentamente até aproximadamente o oitavo mês de vida. Após este período ocorre a estabilização da lesão que dura até um ano e meio de vida”. Após esse período, há regressão lenta até os 10 anos de idade, momento em que 90% dos hemangiomas desaparece completamente. A maioria das lesões são pequenas. “Por isso, muitas vezes a conduta é expectante e conservadora. Lesões grandes ou em área de olhos, face, genital, mamas (principalmente nas mulheres) podem ser tratadas. Atualmente o tratamento do hemangioma apresenta grandes avanços e um médico deve avaliar a lesão para decidir a melhor conduta”, finalizam.

Noah, filho de Debby Souza (SP), 38, nasceu de cesárea, com 41 semanas e dois dias. Somente na segunda semana de vida que a mãe viu pequenos pontinhos vermelhos no pescoço – que foram crescendo conforme ele foi crescendo. “Aos três meses, já apresentava uma mancha alta. O médico diagnosticou hemangioma e disse que a possibilidade de sumir é grande. Conversei com várias mães sobre o assunto e decidimos não fazer o tratamento com medicamento. O medicamento é bem forte e com resultados rápidos”. Mas os pais de Noah optaram por fazer um tratamento homeopático e hoje, aos 14 meses, apresenta resultados. “Mesmo que o tratamento seja mais lento, decidimos não optar pelo medicamento pois o hemangioma e no pescoço e não tem comprometido a saúde dele. Faço acompanhamento com o dermatologista a cada três meses. Se o tratamento não funcionar, vamos optar pelo tratamento a laser no futuro, quando ele estiver maior”, conta.

Sinais de alergia de alimentos? Muito cuidado!
Seu filho segue com manchas pelo corpo que não são compatíveis com alguma das descrições acima? Observe, porque se junto com as manchas aparecem sintomas respiratórios ou gastrointestinais, pode ser alergia alimentar. Aí, mãe, aí, pai, a recomendação ir ao médico e não adotar nenhum tipo de medida sem passar com um profissional. Aleksandro e Amanda explicam que lesões de pele associadas a ingestão de alimentos prévios devem ser avaliadas por alergistas para evitar riscos para criança e também dietas restritivas. “É muito comum encontrarmos pacientes com dietas restritivas de vários alimentos sem terem ido a um médico, podendo causar danos nutricionais a criança”, explicam.

© iStock
Suavidade sem excessos
A pele dos bebês é suave e os cuidados com ela devem seguir esse padrão. Com alta capacidade de absorção de produtos químicos, deve-se usar apenas produtos próprios para idade. Lembrete: filtro solar são liberados a partir dos seis meses – roupas e chapéus adequados são cuidados importantes com o sol. Em relação aos produtos, é importante usar produtos próprios para a idade, sabonetes suaves e somente nas regiões necessárias para asseio. Buchas e esponjas são descartadas porque agridem a pele da criança. Sabonetes de alta limpeza, denominados antibacterianos (comuns no mercado) também devem ser evitados no banho da criança. Para o cabelo, somente shampoos e condicionadores infantis sem excesso. Para crianças com pele mais seca, é recomendado uso de hidratantes sem cheiro, próprios para a idade. Sem excessos.

FLACIDEZ: SAIBA O QUE É E QUAIS AS PRINCIPAIS CAUSAS DO PROBLEMA DE ENVELHECIMENTO DA PELE

FLACIDEZ: SAIBA O QUE É E QUAIS AS PRINCIPAIS CAUSAS DO PROBLEMA DE ENVELHECIMENTO DA PELE

Leia também: Flacidez como tratar

TELA CHEIANext
A flacidez acontece por conta da perda de colágeno e elastina na pele (Foto: Shutterstock)Alterações hormonais, vício de cigarro e exposição solar também contribuem para a flacidez da pele (Foto: Shutterstock)A proteção solar e o uso de produtos com retinol e elasti-flex são chave para prevenir e combater o problema (Foto: Shutterstock)A proteção solar e o uso de produtos com retinol e elasti-flex são chave para prevenir e combater o problema (Foto: Shutterstock)
instagram
MAIS INSPIRAÇÕES
A flacidez acontece por conta da perda de colágeno e elastina na pele (Foto: Shutterstock)
A flacidez acontece por conta da perda de colágeno e elastina na pele (Foto: Shutterstock)Alterações hormonais, vício de cigarro e exposição solar também contribuem para a flacidez da pele (Foto: Shutterstock)A proteção solar e o uso de produtos com retinol e elasti-flex são chave para prevenir e combater o problema (Foto: Shutterstock)
QUERO ESSE
Idade Expert 45+
IDADE EXPERT 45+
COMPRE
Mais cedo ou mais tarde, os primeiros sinais da idade começam a aparecer na pele. Além das rugas, linhas de expressão e manchas, a flacidez é outro dos indicadores do envelhecimento precoce, mas que com os cuidados certos pode ser combatida. Para entender um pouco mais sobre esse fenômeno que acontece na pele, entenda a opinião das dermatologistas Tatiane Curi e Lilia Guadanhim sobre o que é a flacidez e quais as suas causas!

FLACIDEZ É CAUSADA PELA DIMINUIÇÃO DAS FIBRAS DE COLÁGENO E ELASTINA DA PELE
A flacidez é a falta de firmeza da pele, que acontece por conta de vários processos internos. A principal causa desse problema é genética e se deve ao envelhecimento natural da pele. “Com a idade e o passar dos anos, é normal as pessoas apresentarem uma perda e diminuição das fibras de colágeno e elastina, que são os tecidos que dão sustentação e firmeza à pele”, conta a dermatologista Tatiane Curi. “Com aproximadamente 50 anos de idade, o organismo produz somente 35 a 40% do colágeno necessário para deixar a pele firme”, explica.

No resto do corpo, no entanto, muitas vezes a flacidez se deve também ao sedentarismo. “A diminuição do tônus muscular, decorrente da falta de atividade física também contribui para o problema”, explica a dermatologista Lilia Guadanhim.

FATORES HORMONAIS, TABAGISMO E ALIMENTAÇÃO NÃO EQUILIBRADA TAMBÉM PODEM CAUSAR FLACIDEZ
Além dos processos genéticos, existem vários fatores que aceleram o envelhecimento da pele e que, consequentemente, também prejudicam a formação de colágeno e elastina. “Principalmente a exposição solar excessiva e o tabagismo aumentam a degradação de colágeno. Fatores hormonais, agravados especialmente após a menopausa, são outros responsáveis”, explica Lilia.

A dermatologista Tatiane Curi ainda inclui os cuidados alimentares nessa lista: “Uma alimentação pobre em proteínas, o estresse e algumas doenças enzimáticas ou degenerativas também desencadeiam uma quebra precoce ou degeneração gradual do tecido elástico e fibras colágenas, causando a tão temida flacidez”.

Pomadas para assaduras

Pomadas para assaduras

Esse post é dedicado às pomadas de assaduras para bebês que uso aqui em casa na Alice.

Quando eu estava grávida fui procurar saber na internet e com amigas, também grávidas ou que tiveram filhos recentemente, sobre qual pomada usar para assaduras em bebês. Queria saber qual era a melhor em custo/benefício e vi que citavam duas como as mais usadas internacionalmente. Uma é a A+D e a outra é a Desitin.

Dei a sorte da minha irmã fazer uma viagem para o exterior quando eu estava com uns 6 meses de gravidez e pedi a ela que trouxesse para mim. Mas pela internet você também consegue comprar (Mercado Livre, Instagram, AliExpress, Amazon). Se encontrar aqui no Brasil irá pagar mais caro por elas.

Ela trouxe 2 potes de pomada A+D, 1 pote de pomada Desitin roxa e uma bisnaga Desitin também roxa e 1 pote de pomada Aquaphor.

Leia também: Hipoglós para assaduras

Essa pomada é transparente e tem um cheirinho agradável. É cremosa, fácil de passar e de retirar. É recomendada para o dia a dia para prevenção de assaduras, pois também existe a A+D azul que é para casos onde a assadura já está mais crítica. Quando troco a fralda da Alice a pomada ainda está lá protegendo e realmente não deixa assar a pele do bebê. Uso essa pomada também debaixo das axilas da Alice e em outras dobrinhas quando aparece um assadinho, é tiro e queda.

Esse pote contém 454g mas você também encontra em forma de bisnaga. Tem 15,5% de lanolina e vitaminas A e D.

Um pote desse durou aqui em casa quase 7 meses. Dura muito! Vale a pela, ela realmente é muito boa.

Preço: O pote de 454g sai aproximadamente por 11 dólares e a bisnaga com 113g por 5 dólares nos EUA.

Desitin roxa
pomada-desitin-para-higiene-do-beb-tratamento-8249-MLB20002488697_112013-Odesitinbisnagadesitin

A pomada Desitin é a mais usada e indicada por pediatras nos EUA. A Desitin roxa Maximum Strengh (a que tenho aqui em casa) tem a consistência da nossa pomada Hipoglós, até o cheiro é muito parecido. É mais consistente e branca. É fácil de passar e forma uma camada protetora de secagem rápida, porém eu achei um pouco mais difícil de limpar, mas com algodão e água morninha sai. Ela é indicada para assaduras mais graves ou de uso noturno. Achei muito boa para passar quando o xixi ou o cocô ficam mais tempo na fralda do que deveriam e já na próxima troca não se encontra mais vermelhinhos no bumbum.

O pote possui 454g e a bisnaga 113g.

Existe também a Desitin azul Rapid Relief, usada no dia a dia, mas como já tenho 2 potes a A+D, não era necessário mais uma pomada para o dia a dia, uma vez que essas pomadas duram muito!

A Desitin azul Rapid Relief é mais cremosa, também da cor branca e cheirinho clássico de Hipoglós. A diferença dela para a Desitin roxa é apenas na concentração de óxido de zinco, ingrediente adstringente e antisséptico, que protege e cicatriza a pele, comum na grande maioria das pomadas contra assaduras. Na azul, mais suave, sua composição é de 13%, enquanto que na roxa é de 40%.

Preço: Nos EUA você encontra o pote de 454g da Desitin roxa Maximum Strengh por 25 dólares e a bisnaga por 10 dólares.

Aquaphor Ointment
Aquaphor-beb&ecircaquaphor

Essa pomada não estava na lista, mas minha irmã trouxe e eu gostei. Intercalei com a A+D para testar e está dando o mesmo resultado, pele lisinha e sem assaduras. A Aquaphor é transparente, viscosa e não tem cheiro. É absorvida rapidamente pela pele e também é encontrada em bisnaga. Uso no dia a dia, apesar de já ter lido que é para assaduras mais graves.

Achei interessante que nos EUA muitas pessoas, principalmente mulheres, usam essa pomada para a pele. Ela hidrata os lábios evitando ou tratando rachaduras, tira o inchaço do contorno dos olhos e diminui pontos avermelhados da pele típicos de alergias e peles sensíveis. Vale a pena ou não ter em casa? rsrs

Preço: nos EUA você compra por 15 dólares o pote de 400g e a bisnaga por 7 dólares.

Mamães, observem se seu bebê é alérgico a algum componente desses produtos. É raro, mas pode ser que seja né?

Esse foi o Testado e Aprovado de hoje. Gostaram mamães e papais? Deixe seu comentário ou sua dúvida, responderei com prazer.

Olheiras: conheça três tratamentos para lidar com o escurecimento da região dos olhos

Olheiras: conheça três tratamentos para lidar com o escurecimento da região dos olhos

Nem sempre o surgimento de olheiras está relacionado a uma noite maldormida. As famosas manchas escuras, às vezes profundas, na região dos olhos podem se manifestar por razões genéticas e até mesmo pelo envelhecimento da pele.

Nem sempre o corretivo ajuda e, dependendo do caso, exige um tratamento específico.

– As olheiras podem ter origem vascular, pela deposição de pigmento ou por características genéticas, pela anatomia da área dos olhos, que pode ser mais profunda, gerando uma sombra no local. E pode ser intensificada por uma baixa circulação do sangue, que acontece quando não dormimos bem – explica a dermatologista Vanessa Santos Cunha.

Com o passar dos anos, a pele costuma ficar mais ressecada e flácida. Segundo a dermatologista, a hidratação através de cremes, combinado com outros procedimentos, pode ser uma solução.

Leia também: olheiras ante e depois

Os tratamentos podem ocorrer através do uso de laser ou luz intensa pulsada ou preenchimento com ácido hialurônico. A utilização de despigmentantes tópicos, como cremes, normalmente têm efeito mais limitado, embora também ajudem na recuperação da área.

Foto: Pixabay
Tipos de olheiras
Não é difícil identificar qual é o seu tipo de olheira.

Segundo a dermatologista, a estrutural se manifesta através de uma sombra abaixo dos olhos, causada por falta de tecido na região ou olhos geneticamente mais fundos, e pode ser agravada com o envelhecimento e consequente flacidez.

A pigmentar tem um tom amarronzado e ocorre pela deposição de pigmento na pele. É mais comum em pessoas de pele morena, alérgicas ou com tendência genética.

Já a vascular surge por alterações nos vasos sanguíneos e são avermelhadas, arroxeadas ou azuladas. Há, ainda, as olheiras de tipo misto, que são as mais comuns, com uma combinação dos sintomas.

Meu Resultado! Perdendo Peso e Medidas!

Oii gatonas…

Quem se lembra que no dia 25 de janeiro eu postei aqui no Blog ( aqui) que eu iria entrar na luta contra a Balança e a minha “pochetinha” na barriga????

Pois é.. como prometido vim mostrar os resultados… que para mim foram MEGA POSITIVOS… pois em 1 mês perdi 2 quilos e dei uma bela afinada na cintura!! Ebaaaaa … tô muito feliz… : )

Meus dois amigos foram.. Chá Verde + Gel de Massagem CORPS Hinode
E clarooo… muita força de vontade para não atacar a geladeira e ficar beliscando gordices o tempo todo!!!

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Mas o queridinho MASTER.. “blaster” .. e tudo mais.. vai para… O Gel CORPS que através da bandagem fria conseguiu um milagreeee.. Fiquei até com vergonha de mostrar a foto do meu antes… mas quero muito mostrar o resultado para vocês.. e quem sabe ajudar na perda da “pochetinha” de muitas meninas que estão na batalha também!

Leia também: Womax Gel Lipo anvisa

Vocês não tem ideia de como tirar fotos é importante para a gente ver a evolução!!! Bom… eu já estava notando.. pois minhas calças estavam passando com mais facilidade… porém o fato de ver as fotos… fica super nítido como minha cintura melhorou e a danada da “pochetinha” diminuiu!!

Olhem a voltinha da cintura!! *-* … tentei clarear a foto mas não consegui.. Creio que mesmo assim dá para perceber a minha perda de medidas! Esta foto tirei ontem…dia 26/02/2013… ai não achei a mesma blusa… mas coloquei o mesmo short para vocês notarem a diferença!

Leia também: Phytophen funciona

Bom.. agora é continuar mantendo… acho que a bandagem fria vai conseguir afinar ainda mais minha cintura .. vou continuar!.. Devo as vezes comer algumas coisas que tinha eliminado durante o mês passado… porém.. só vou comer em finais de semana e em pouca quantidade!

Leia também: Kifina funciona

Resenha Gel Massageador Redutor de Medidas Corps Lignea 500g Hinode

Oi genteeeee!!!
A resenha de hoje é sobre um produto que eu jamais imaginei que iria usar, pois nunca acreditei que esses produtos usados pra reduzir gordura localizada funcionassem de fato. A questão é que quando eu engordo, a gordura fica acumulada somente na barriga/abdome, e isso incomoda bastante, pois depois de uma certa idade vai se tornando cada vez mais difícil eliminá-la e por conta disso comecei a pesquisar sobre esses géis redutores de medidas e cheguei ao gel da Hinode.

Leia também: Womax Gel Lipo reclamações

“Informações do fabricante: Gel especialmente desenvolvido para auxiliar a queima de gordura localizada.
Contém: mentol de ação refrescante, Cânfora de ação cicatrizante e calmante, Propilenoglicol de ação hidratante, Com eficácia comprovada para combater a celulite.
Benefícios: Melhora a vasodilatação periférica e ativa a drenagem das toxinas, devido a combinação da cânfora e do mentol, auxilia na firmeza dos tecidos da pele graças a ação da crioterapia, melhorando a flacidez e a gordura localizada.


Leia também: Phytophen funciona
É de fácil espalhabilidade, ideal para trabalhos estéticos no combate a gordura localizada, remodelação corporal e principalmente quando se faz o trabalho da lipo redutora manual.
Crioterapia é um tratamento feito a frio com gel massageador, que provoca uma vasodilatação superficial, combatendo a flacidez e a gordura localizada, ao mesmo tempo em que relaxa a temperatura da pele para manter o equilíbrio térmico. O organismo reage produzindo calor, que resulta na queima de gordura localizada. Na região tratada, o gel massageador auxilia atenuando os efeitos da celulite.
A eficácia do produto foi avaliada clinicamente e demonstrou melhora em todos os itens avaliados relacionados a Lipodistrofia ginoide (celulite).
Aplicação e recomendações especiais: Aplicar uma fina camada do Gel massageador, aguardar alguns segundos e reaplicar
Massagem: Na parte abdominal aplicar o produto levemente em movimentos circulares e nas coxas e nos braços, massagear levemente de cima para baixo e de baixo para cima.
deixar agir por mais ou menos 30 minutos.
Para obter um melhor resultado o produto deve ser usado com regularidade.


Leia também: Kifina funciona
Recomenda-se, após a aplicação, fazer exercícios físicos ou caminhar.”

O que eu achei: A textura é de gel (óbvio né), de cor azulada (poderá manchar roupas), tem um cheiro forte de cânfora, a sensação após a aplicação é bem gelada e refrescante, a embalagem é normal e vem com 500g do produto (Ótimo) e custa em média R$ 50,00, um dos mais baratos que encontrei com boas recomendações.
Agora vem o mais importante, se fez ou não efeito:
Sim, o efeito foi assustador de tão bom, em tão pouco tempo, apenas dez dias! Lógico que eu tive que fazer dieta e me exercitar um pouco para atingir os resultados que obtive. Ainda sim, creio quê o que mais auxiliou foi a maneira que eu escolhi para aplicar o produto, infelizmente foi da forma mais trabalhosa, porém foi a melhor forma que eu encontrei pra atingir bons resultados em tão pouco tempo, vejam abaixo (desculpe a qualidade da 1ª foto):

Leia também: Farinha seca barriga funciona

O short se quer dava pra abotoar os botões e após 10 dias abotoou direitinho. Amei o resultado e vou ensinar como eu aplicava o produto: após o banho, eu fazia auto massagem modeladora com o gel por no mínimo 30 minutos, após a massagem enrolava o local com papel filme de cozinha mesmo (umas 5 voltas) e por cima do papel filme, enrolava ataduras, ou seja, fazia uma bandagem após a massagem, daí eu dormia e fazia o que dava pra fazer deixando a bandagem o máximo de tempo possível, depois é só tirar e tomar banho normalmente, e repetir esse processo, em média, pelo menos 3x por semana. O resultado é rápido, mas depende de cada organismo. Para ver como se faz a auto massagem modeladora, utilizei alguns vídeos, são os que eu mais e indico para quem está começando, basta clicar nos links abaixo:

Auto massagem modeladora da Vanessa Cardoso
Auto massagem modeladora do Dicas da Dedessa
Auto massagem modeladora da Vanessa CardosoII
Auto massagem modeladora da Profª Magda

Enfim, você pode fazer do jeito que preferir, se quiser, vale usar cinta modeladora, não é confortável mas depende de cada um. Também, vale a pena desembolsar um valor e pagar um profissional para executar a massagem, ficará em torno de R$ 150,00 e obviamente o resultado vai ser melhor!
Daí você me perguntaria:

1 – E O RESULTADO É PERMANENTE OU TEMPORÁRIO?
Olha só, o resultado é temporário, mas dependendo do quanto você se empenhe, o tempo de duração dos efeitos vai aumentando gradativamente e vai se mantendo, caso você consiga manter uma boa alimentação, pratique exercícios físicos (mesmo que seja pouco como eu) e mantenha as massagens com o produto. Vale a pena gente, só requer um pouco de sacrifício que você pode fazer!!

2 – FUNCIONA PARA CELULITE E ESTRIA?
Quando eu apliquei foi com o intuito de eliminar gordura na região abdominal, não pra estrias ou celulites. Contudo, conforme a gordura ia sendo eliminada não ficaram marcas de celulites na pele!

Curso online sobre a Reforma Trabalhista

Aproveite a oportunidade e atualize seus estudos

Fique por dentro da Reforma Trabalhista!
Você vai fazer o Exame da Ordem e está apreensivo com as questões de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho? Fique tranquilo. Aliás, você já pode se atualizar com o nosso curso online sobre a Reforma Trabalhista estudando com os melhores professores em nosso curso gratuito!

Leia também: o que é Fórmula negócio online

Inclusive, caso a sua área seja em concursos para tribunais ou ainda a carreira jurídica, o CERS oferece cursos online sobre a reforma trabalhista para você atualizar os seus estudos!

Além disso, esta é a sua oportunidade de ficar familiarizado com os desdobramentos da aprovação da Reforma Trabalhista (Lei n. 13.467/2017), que realizou alterações significativas nas relações de trabalho.

Consumo de colágeno traz benefícios ao organismo, dizem especialistas

Produção da proteína entra em queda a partir dos 30 anos de idade.
Médico de Itapetininga (SP) recomenda a reposição natural com alimentos.

Com o passar dos anos o corpo sofre mudanças. Uma delas é a flacidez. Isso incomoda muita gente, no entanto, segundo nutricionistas e ortopedistas, a reposição de colágeno encontrado em diversos alimentos e em fórmulas ajuda a amenizar o problema. O consumir diário da proteína traz benefícios.

Em Itapetininga (SP), a comerciante Maria Luiza Rocha de Moraes, de 42 anos, é adepta do consumo de colágeno para tentar aliar saúde e beleza. Ela afirma que os efeitos estão sendo percebidos, entre elas, diminuição da queda de cabelo diminuiu, as unhas estão mais fortes e a pele mais elástica. “Já tinha ouvido falar que era bom, que era legal, então, comecei a usar. Como eu vi que era não um produto ruim de se consumir, que não era enjoativo, fui tomando. Tornou-se um hábito”, diz.

O colágeno é uma importante proteína produzida no organismo desde o nosso nascimento, mas a partir dos 30 anos a produção começa a diminuir por isso é importante fazer a suplementação.

Colágeno pode ser encontrado em alimentos ou
em fórmulas (Foto: Reprodução / TV TEM)
Nas farmácias e supermercados é possível encontrar o colágeno em pó, para ser diluído na água ou no leite. Dez gramas ao dia ou uma colher de sopa são suficientes. Os especialistas recomendam optar pelo pó do que cápsulas, já que a quantidade a ser ingerida é grande.

De acordo com a nutricionista Mariana Cardenas, a suplementação é benéfica, no entanto, é precisa estar aliada a uma boa alimentação, principalmente daqueles que também são ricos em colágeno como carnes vermelhas e brancas, ovos, leites e derivados. O importante é dar preferência para os menos gordurosos como queijo branco, peito de peru, iogurtes e leite desnatados.

Leia também: Skin renov funciona

Quem já se alimenta bem e passou dos 30 anos pode tomar colágeno. Não há contra indicação para quem deseja fazer essa suplementação. Cardena explica que o colágeno é fundamental no organismo. “O colágeno é importante para a sustentação de estruturas que não são sustentadas pelos ossos. Ele faz a firmeza da pele, unhas, cabelos, cartilagem e tendões, por exemplo. Tudo para haja um suporte a mais. Para quem adota a dieta fica em colágeno, os resultados podem ser percebidos dentro de mais ou menos dois meses”, afirma.

Leia também: Fascia bula

saiba mais
Colágeno evita formação de rugas e previne doenças, diz nutricionista
Farmacêutica transforma veneno de abelha em ‘botox natural’
Nutricionista ensina suco detox e suco para prolongar bronzeado
Tratamentos estéticos ajudam os participantes a perderem peso
O ortopedista Jaime Simões Rodrigues também indica a ingestão de colágeno, mas a principal recomendação é que a reposição seja feita de forma natural, ou seja, a ingestão de carnes, ovos e derivados de leite. “Quantidade certa não existe. O organismo vai usar o que ele precisa. A alimentação dá o material e quem vai elaborar vai ser o próprio corpo”, diz.

O médico afirma ainda que o nosso corpo produz a proteína, mas com a alimentação é possível fazer a manutenção, a prevenção da quantidade de colágeno que vamos ter. Além disso, indica exercícios físicos e exposição controlada ao sol “De fato, com a idade, a produção natural diminui. Então, a alimentação com bastante fontes de proteínas e exercício são essencial para a formação do alinhamento dessas estruturas de colágeno. Tem também o sol que estimula a produção. Outro fator que não podemos esquecer é que para a produção do colágeno no organismo, é preciso a presença da vitamina C. O colágeno só é produzido na presença da vitamina C. Sem a vitamina C, o colágeno não é fabricado pelo corpo. Todas as fontes de proteína basicamente, carne e peixe, por exemplo, trazem a vitamina C e também o colágeno”, destaca.

Ele ressalta também que o colágeno é uma proteína que está presente em todas as estruturas do corpo humano desde a pele, os ossos e órgãos. Ele dá estrutura para todo o organismo. “Ele funciona para o corpo assim como, em uma construção, na formação do alicerce, a ferragem funciona. Ou seja, dá a estrutura. Nos ossos, o colágeno tem um tipo de alinhamento que permite a firmeza. Nas articulações, ele funciona como lubrificante dando a elasticidade articular. Nos tendões, ele dá rigidez para ter força e movimentar. Então, em cada parte do corpo há uma estrutura diferente de colágeno”, comenta.

Nas clínicas de estéticas, equipamentos estimulam
a produção de colágeno (Foto: Reprodução/TV TEM)
Estética
O colágeno também está presente na composição de muitos produtos de beleza como cremes para hidratação da pele e até dos cabelos. Nesses casos ele é usado no estado líquido.
A cosmetóloga Izildinha Campos diz que o colágeno presente nos produtos cosméticos cria uma barreira impedindo que a pele perca água para o meio ambiente. “Ele evita a perda de água através da epiderme. Assim, ela fica protegida do ressecamento, da descamação e das agressões do meio ambiente como sol e poluição”, diz.

Se há cremes que dão mais elasticidade a pele, há no mercado aparelhos que prometem o fim das rugas. A esteticista Ana Carla Barros conta que um equipamento encontrado em clinicas fica a radiofrequência para estimular a produção de colágeno. Segundo ela, com algumas sessões no rosto é possível ver a diferença. O aparelho também pode ser usado para dar firmeza na pele de outras partes do corpo. “Ele também indicado para flacidez, celulite e para gordura localizada. Até nas estrias ele dá uma atenuada, assim como em cicatrizes. Na face, são sessões de 20 em 20 dias. Já no caso de gordura localizada e celulite, pode ser feita uma vez por semana”, afirma.

Exposição ao sol

O sol é fonte de energia, vitamina D é essencial para vida. Mas, em excesso, pode causar graves doenças nos seres humanos. Engana-se quem pensa que perigo existe apenas em locais com maior incidência de raios solares, ou somente durante o verão. Devemos nos proteger dos raios solares em todas as épocas do ano e onde estivermos. A vitamina D pode ser muito importante, mas os raios ultravioletas podem agredir o corpo intensamente.

Doenças relacionadas à exposição solar
Por exemplo, a desidratação é uma grave doença na qual a pessoa apresenta sintomas como sede, muito tempo sem urinar, boca e mucosas secas, olhos fundos e ressecados. Ela pode ocorrer após grande período de exposição ao sol sem ingestão de líquidos. Para evitar essas doenças é preferível ficar em ambientes frescos e arejados, usar roupas leves, ingerir alimentos leves e ingerir muito líquido.

Leia também: Terçol tratamento

Outro risco à exposição é a de queimaduras na pele. Pode parecer um simples “pelão” adquirido na praia, mas a queimadura pode ocasionar doenças mais graves. Por isso o ideal é usar protetor solar com fatores de proteção alto e preferir o sol antes das 10h e depois das 16h. Para quem não se atenta muito a essas recomendações, vale destacar que a exposição contínua sem proteção causa câncer de pele, ou seja, um tumor em decorrência de tomar muito sol sem protetor solar. Segundo o Instituto Nacional do Câncer ocorrem quase 200 mil casos de câncer de pele por ano e cerca de 2 mil resultam em morte.

Falando em queimadura, ela pode se intensificar após o contato com algumas frutas cítricas. O ácido dela pode ficar na mão, braços, etc, e em contato com o sol causa manchas e bolhas na pele. Elas demoram tempos para desaparecer, logo é importante lavar as mãos com água em sabão após manusear frutas como limão e laranja.

E não para por aí. A acne solar também é outra doença relacionada ao sol atinge áreas como tronco e nariz. Apenas o uso de filtro solar livre de óleo já previne o problema.

Outra doença é o bicho geográfico, que fica na areia das praias e nas casas com cães e gatos. Trata-se de um parasita que fica no intestino dos animais e quando eles evacuam os ovos eliminados permanecem no local. Quando o parasita se instala na pele humana causa vermelhidão e coceira.

As pessoas que trabalham expostas ao sol sofrem ainda mais com suas ações. Ao trabalhar na construção civil, por exemplo, fica-se muito exposto às doenças citadas acima. Para reduzir os efeitos é preciso tomar muita água, descansar e ficar à sombra quando possível. Por isso os funcionários precisam ser orientados a se hidratar tomando de 2 a 3 litros de água por dia, além de antes e depois dos seus turnos. Devem evitar bebidas como café, refrigerante, bebidas alcoólicas ou com muita cafeína, afinal elas desidratam o corpo mais facilmente. Por último o uso de equipamentos de proteção individuais são indispensáveis. O ideal é usar chapéus de abas largas, uniformes que absorvam e sejam de cor clara, além de óculos de proteção.

Outro local que é preciso tomar muito cuidado em relação à exposição solar é dentro de carros. O ideal é usar óculos solares, instalar películas de proteção nos vidros do carro e optar por fazer viagens mais longas quando a incidência solar for menor. Em relação à proteção nos vidros é preciso seguir o código de trânsito brasileiro, em relação ao percentual de redução de transparência permitido.

Sintomas da exposição intensa
Permanecer no sol por muito tempo pode causar alguns sintomas como:

Desmaios;
Tonturas;
Náuseas;
Vômito;
Irritabilidade;
Confusão mental;
Fraqueza.
O que fazer nesses casos:

1 – Levar a pessoa imediatamente para um local arejado e na sombra;
2 – Não deixá-la sozinha;
3 – Oferecer água aos poucos;
4 – Afrouxar a roupa;
5 – Abanar a pessoa, colocar compressas de água em no pescoço, dobras dos braços, virilha e axilas.

Dicas para aproveitar o sol sem medo
Exponha-se ao sol em horários recomendados, ou seja, antes das 10h e depois das 16h;
Reduza o tempo de exposição solar;
Use chapéus, bonés e roupas que cubram faces e ombros;
Use filtro solar diariamente, principalmente no rosto, e reaplique após banhos de mar, piscina ou cachoeira;
Use protetor solar com fator superior a 30, com reaplicação a cada duas horas.
Use óculos de sol com proteção UV;
Use protetor labial, principalmente se tiver herpes labial;
Beba muita água, principalmente quando se expor ao sol;
Use roupas com poliamida e tecidos que amenizem os efeitos do sol;
Observe pintas que tenham alteração em coloração, tamanho ou textura (podem indicar melanoma).
Com esses cuidados você pode aproveitar o sol sem maiores problemas. Repasse essas dicas para os amigos e familiares, a fim de que todos fiquem protegidos e obtenham apenas o melhor do sol.

Como usar a Babosa para pele e cabelo

A babosa é uma planta medicinal, também conhecida como Aloé vera, Caraguatá, Erva babosa, Babosa de botica ou Babosa de jardim, que pode ser utilizada em diferentes tratamentos de beleza, especialmente para melhorar a saúde do cabelo ou da pele.

O seu nome científico é Aloe vera e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e algumas feiras livres e mercados. Além disso, esta planta pode ainda ser facilmente cultivada em casa, pois não precisa de cuidados especiais.

Como passar no cabelo
A babosa pode ser usada no cabelo para obter os seguintes benefícios:

1. Tratar a queda de cabelo
A babosa ajuda na produção de colágeno e, por isso, ajuda a fixar melhor os fios de cabelo no couro cabeludo. Além disso, por possuir minerais e água, fortalece todo o fio, tornando-o mais forte e menos quebradiço.

Como usar: junte 2 colheres (de sopa) de gel de babosa com 2 colheres (de sopa) de óleo de coco, misture bem e aplique sobre todo o cabelo. Deixe atuar por 10 a 15 minutos e depois remova com água fria e shampoo. Repita este processo apenas 1 vez por semana.

2. Hidratar o cabelo e estimular o crescimento
A babosa possui enzimas que ajudam a remover as células mortas do couro cabeludo, além de ser uma ótima fonte de hidratação e minerais para os fios. Dessa forma, o cabelo cresce mais rápido e forte.

Como usar: junte 2 claras de ovo com 2 a 3 colheres de sopa do gel interior das folhas da babosa, misture bem e aplique sobre o cabelo, garantindo que as raízes ficam bem cobertas. Espere 5 minutos e remova com água fria e shampoo.

3. Eliminar a caspa
Por conter enzimas que eliminam as células mortas, a babosa, é uma planta que pode ser usada no tratamento da caspa, uma vez que a caspa é formada por placas de células mortas.

Como usar: misture 2 colheres (de sopa) de gel de babosa com 1 colher (de sopa) de mel e 2 colheres (de sopa) de iogurte natural. Usa a mistura para massagear o couro cabeludo por cerca de 15 minutos. Deixe repousar mais 30 minutos e, por fim, lave o cabelo com uma shampoo anti caspa. Esta máscara deve ser feita apenas 1 vez por semana.

Como usar na pele
A babosa pode ser utilizada em toda a pele, no entanto, seus benefícios são especialmente importantes no rosto, para:

1. Remover a maquiagem
A babosa é uma forma natural de remover a maquiagem da pele, pois não utiliza químicos e hidrata a pele, ao mesmo tempo que alivia a irritação provocada pelas substâncias da maquiagem.

Como usar: coloque um pouco do gel da folha da babosa em um pedaço de algodão e, depois, esfregue levemente sobre as regiões do rosto com maquiagem. Por fim, lave o rosto com água morna e um sabão neutro.

2. Combater as rugas
Esta planta possui propriedades que estimulam a produção de colágeno pela pele, que é a substância responsável por manter a elasticidade da pele. Assim, quando utilizada regularmente, a babosa pode diminuir o grau das rugas e até eliminar algumas marcas de expressão, nos olhos, testa ou boca.

Como usar: aplique, com os dedos, uma pequena porção de gel de babosa sobre os locais das rugas e marcas de expressão, como o canto dos olhos, ao redor dos lábios ou na testa. Faça uma leve massagem sobre esses locais e deixe atuar por 5 a 10 minutos. Por fim, remova com água fria e um sabão neutro.

3. Limpar as camadas profundas da pele
A babosa funciona como uma excelente base para um esfoliante pois além de hidratar a pele, fornece oxigênio importante para manter as células mais profundas fortes.

Como usar: misture 2 colheres (de sopa) de gel de babosa com 1 colher (de sopa) de açúcar ou bicarbonato de sódio. Depois, esfregue a mistura no rosto ou em outras partes mais secas da pele, como cotovelos ou joelhos, por exemplo. Remova com água e um sabão neutro e repita 2 a 3 vezes por semana.

Leia também: Babosa é bom

Outros benefícios da babosa
Além de ser uma ótima aliada para a saúde do cabelo e da pele, a babosa também pode ser usada para tratar problemas como anemia, artrite, dor de cabeça, dor muscular, queimaduras, feridas, gripe, insônia, pé de atleta, inflamações, prisão de ventre e problemas digestivos.

Esta planta medicinal também é ainda ótima para tratar a língua queimada, veja como em O Que Fazer quando Queimar a Língua.

Quem não deve usar babosa
O uso interno da babosa está contraindicado para crianças, grávidas e durante a amamentação, assim como em pacientes com inflamações no útero ou ovários, hemorroidas, fissuras anais, pedras na bexiga, varizes, apendicite, prostatite, cistite, disenterias e nefrite.

É também muito importante que se verifique se a babosa é do tipo Barbadensis miller, pois esta é a mais indicada para o uso humano, sendo que as outras podem ser tóxicas e não devem ser consumidas.

Emagreça com uma dieta low-carb: saiba quais alimentos consumir

A dieta low-carb acelera o metabolismo e leva ao emagrecimento. Alimentos como abacate, castanhas, peixes e ovos são a base
Seguir uma dieta low-carb significa reduzir o consumo de carboidratos simples, como arroz branco, macarrão e pão. Para compensar, profissionais recomendam aos pacientes que comam mais proteínas (carnes e ovos) e gorduras boas, presentes em alimentos como abacate, castanhas, azeite e peixes (sardinha e salmão, por exemplo).

Leia também: Farinha seca barriga Anvisa

MAIS SOBRE O ASSUNTO
Pesquisa indica que dieta low carb reduz expectativa de vida
Dieta low carb. Benefícios e riscos de restringir os carboidratos

Leia também: E-book 101 Receitas Low Carb loja

Duas alfaces, hambúrguer e nada de pão: conheça o sanduba low carb
Por ser um método bastante eficiente de emagrecimento, ele tornou-se popular. Em uma dieta low-carb, o metabolismo passa a funcionar melhor por causa da ingestão diária de mais proteínas e gordura boa, o que também auxilia a diminuir inflamações do organismo e a se combater a retenção de líquidos.
Como em qualquer dieta, a quantidade deve ser avaliada de acordo com o metabolismo de cada pessoa. A redução do consumo de carboidratos deve ser feita de forma progressiva, para que o organismo se habitue bem e não apareçam efeitos colaterais, como dores de cabeça, tonturas e alterações no humor.

Leia também: Kifina Anvisa

Entre os alimentos que podem ser consumidos estão carne vermelha, frango e peixe, queijos, ovos, azeite, óleo de coco e manteiga, sementes em geral – como chia, linhaça e gergelim –, café e chás, além de frutas como amora, framboesa, morango, abacate, limão, melancia, melão e pêssego.

Leia também: Phytophen Anvisa

Jejum Intermitente: posso fazer?

Várias estratégias nutricionais são utilizadas como forma de emagrecimento, dentre elas estão a mais tradicional que é a alimentação saudável com a prática de comer de três em três horas; tem Low Carb (Baixar Carboidratos) e o jejum intermitente vem se destacando como prática de controle alimentar.

O jejum intermitente passou a ser pesquisado durante o Ramadã em muçulmanos, que era obrigatório o jejum durante o dia e alimentando-se apenas do pôr do sol ao amanhecer, por 30 dias consecutivos. Desta forma, estudos surgiram para verificar a ação do jejum sobre as alterações na composição corporal.

Jejum seria a “privação alimentar” ou seja, ficar sem comer por um período de tempo. Sendo que durante o jejum pode ser ingerido água, chá e café sem açúcar. As formas de jejum seriam:

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

12 HORAS (MAIS COMUM E PRATICADO)
16 HORAS
18 HORAS
24 HORAS
Após esse período priorizar folhas e vegetais, carnes, abacate, morango, queijo e alguns tubérculos.

Estudo realizado sobre jejum, pode-se dizer que ele desempenha proteção contra os danos cardiovasculares, por diminuir o percentual de gordura especialmente em obesos.

Leia também: Jejum Intermitente

O estudo de forma randomizada em seres humanos foi realizado por Harvie et al. (2011). Constataram melhoras comparáveis, em ambos os grupos (normais e obesos), no que diz respeito à proteína C-reativa (marcador de inflamação), LDL, triglicerídeos, pressão arterial e leptina. Entretanto, o grupo que realizou o jejum em 2 dias da semana apresentou reduções mais significativas nos marcadores de resistência à insulina e peso. Novos estudos clínicos são necessários para testar a sua eficácia.

Leia também: Kifina reclame aqui

Antes de tentar praticar o jejum intermitente o ideal é você já ter uma alimentação saudável e praticar atividade física. Além disso, é necessário procurar o profissional Nutricionista para verificar se você pode ou não praticar o jejum, em algumas fases da vida não é indicado essa prática.

Leia também: Phytophen reclame aqui

Remédio natural para emagrecer: veja dicas!

Remédio natural para emagrecer pode ser uma boa para quem quer perder peso e manter a saúde, confira aqui os melhores!

Para emagrecer você pode adotar métodos totalmente naturais e saudáveis que irão contribuir para a perda de peso e também para a melhoria de sua saúde, além de evitar doenças e oferecer ao seu corpo diversos nutrientes essenciais. No mercado brasileiro há centenas de remédios naturais, criados à base de extrato de plantas, que podem ser ingeridos diariamente para aumentar o seu gasto calórico.Existem muitos suplementos no mercado, e muitos remédios fortes como a sibutramina ou xenical, mas eles tem efeitos colaterais complciados e podem trazer muitos problemas para sua saúde.É importante entender o que se está ingerindo.

Remédio natural para emagrecer – quais os melhores?
Como sempre, você não deve se medicar sozinho. É extremamente recomendado procurar um médico antes de iniciar o uso de qualquer medicamento. A seguir você verá algumas dicas de remédios naturais indicados para o emagrecimento.

Remédio natural para emagrecer: veja dicas! (Foto: Divulgação)

1 – Café Verde

O café verde é uma bebida termogênica extremamente indicada para quem deseja emagrecer, mas que também pode ser encontrada na forma de cápsulas para ser ingerida via oral. Ele é um dos remédios naturais mais potentes para quem deseja emagrecer, pois a fórmula da cápsula possui o extrato do café verde. Além disso, há pouquíssimos efeitos colaterais e contraindicações.

Há diversos estudos que já comprovaram os benefícios do café verde para o emagrecimento e para a queima de gordura corporal. As cápsulas chegaram apenas para tornar ainda mais fácil o consumo desse emagrecedor natural.

Remédio natural para emagrecer: veja dicas! (Foto: Divulgação)

2 – Faseolamina

A Faseolamina é mais um remédio em cápsulas que contribui para a perda de peso. Essa substância pode ser encontrada no feijão branco e tem como função inibir a enzima alfa-amilase, que transforma o amido em glicose que, depois, é transformado em gordura e armazenado pelo corpo. Ao consumir essas cápsulas e inibir a enzima, o amido não é transformado em glicose, ou seja, nenhuma gordura é armazenada no corpo e você consegue perder peso.

Você pode encontrar essa substância no feijão branco cozido, mas através das cápsulas pode ingerir mais facilmente.

Leia também: remédio caseiro para emagrecer Anvisa

Remédio natural para emagrecer: veja dicas! (Foto: Divulgação)

3 – Diuréticos

Leia também: Kifina preço

Os alimentos diuréticos também contribuem para a perda de peso, geralmente são naturais e podem ser ingeridos ao longo do dia a dia. Os alimentos e bebidas diuréticos têm como função eliminar os líquidos do corpo, juntamente com as toxinas do nosso organismo. Ao consumir de forma excessiva sódio, que pode ser encontrado na maioria dos alimentos, principalmente os industrializados, o nosso corpo retém líquido. Com isso, ficamos com a sensação de inchaço.

Leia também: Phytophen preço

Os alimentos diuréticos podem impedir o corpo de absorver esse sódio, acabando com o inchaço, eliminando as toxinas e também contribuindo para a perda de peso saudável.

Remédio natural para emagrecer: veja dicas! (Foto: Divulgação)

4 – Vinagre de Maçã

O vinagre de maçã é uma bebida natural muito usada por quem deseja emagrecer. Ainda que não existam estudos que comprovem seus benefícios, durante várias gerações essa bebida tem sido usada para a perda de peso e tem surtido resultados. O vinagre de maçã ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue, além de diminuírem o apetite.

Você pode consumir diluindo em um copo de água ou acrescentando na sua salada.

Leia também: Farinha seca barriga preço

Remédio natural para emagrecer: veja dicas! (Foto: Divulgação)

5 – Água

A água também é um alimento natural que contribui para a perda de peso, pois nos mantém saciados por mais tempo, além de manter a hidratação do corpo. A dica é ingerir um copo de água cerca de 30 minutos antes de suas refeições.

Importante

Conforme já falamos, procure seu médico, antes de utilizar qualquer remédio natural para emagrecer, pois somente ele, de posse de seus exames pode dizer o que você deve ou não ingerir exatamente.

Os seis melhores chás para emagrecer

Além de servirem para emagrecer, alguns chás ajudam a reduzir a gordura abdominal

Escolher consumir chás para emagrecer no estilo caseiro e natural pode ser uma alternativa saudável. Confira nossa lista e coloque em prática o hábito de consumir chás para emagrecer.

1. Chá verde

O chá verde, é um dos chás mais amplamente conhecidos, e seu consumo está associado a diversos benefícios para a saúde. Ele também é um dos chás que ajudam a emagrecer.

Chá verde reduz drasticamente perda de importante proteína em diabéticos
Há evidências que mostram que o consumo de chá verde está associado a perda de peso e de gordura abdominal. Em um estudo feito em 2008, 60 pessoas obesas realizaram um dieta de 12 semanas consumindo chá verde e um placebo.

Ao longo do estudo, as pessoas que consumiram chá verde perderam 3,3 quilos a mais do que as que consumiram o placebo.

Um outro estudo concluiu que as pessoas que consumiram extrato de chá verde durante 12 semanas perderam mais peso, gordura corporal e abdominal em comparação às que não consumiram.

Esses resultados talvez sejam explicados pela presença de catequinas e antioxidantes naturais, que podem ajudar a emagrecer devido à aceleração do metabolismo e da queima de gordura.

2. Chá vermelho pu erh

Também conhecido como chá pu’er ou puerh, o chá vermelho pu erh é um tipo de chá preto chinês que passa por processo de fermentação.

O chá pu erh normalmente é apreciado depois das refeições e possui um aroma terroso que tende a ser mais intenso quanto maior for o tempo de armazenamento.

Alguns estudos realizados com animais concluíram que o pu erh tem a propriedade de reduzir o açúcar e os triglicerídeos no sangue e aumentar a perda de peso (confira os estudos aqui: 1, 2).

Em um outro estudo, homens que ingeriram cápsulas de extrato de pu erh durante três meses perderam um quilo a mais do que o grupo de homens que não ingeriu.

Um outro estudo feito com ratos chegou a resultados similares, mostrando que o extrato de chá de pu erh apresenta efeitos anti-obesidade, evitando o ganho de peso.

Esses estudos utilizaram o extrato de pu erh. O chá, por outro lado, ainda não tem muitos estudos que comprovem seus efeitos para emagrecer, sendo necessárias mais análises.

Leia também: Phytophen reclame aqui

3. Chá preto
O chá preto também está na lista dos chás para emagrecer. Um estudo mostrou que o consumo de três xícaras de chá preto por dia aumenta a perda de peso e reduz a circunferência abdominal.

Leia também: como tomar Kombucha

A propriedade de ajudar a emagrecer do chá preto pode ser explicada pela presente de flavonas, um tipo de pigmento de plantas com propriedades antioxidantes.

Camellia sinensis: para que serve o “verdadeiro” chá
Um estudo descobriu que as pessoas que ingerem maior quantidade de flavonas de alimentos e bebidas como o chá preto possuem um índice de massa corporal (IMC) mais baixo do que aquelas com uma menor ingestão dessa substância.

Leia também: Kifina Anvisa

No entanto, esse estudo analisa apenas a associação entre o IMC e a ingestão de flavona, e não a relação entre essas duas variáveis, sendo necessárias mais pesquisas para explicar outros fatores que podem estar envolvidos.

4. Chá oolong
Oolong é um chá tradicional chinês que possui um aroma frutado e sabor único. Além disso, de acordo com alguns estudos, o chá oolong ajuda a emagrecer, pois aumenta a perda de peso por meio da queima de gordura e aceleração do metabolismo.

Em um estudo, 102 pessoas com sobrepeso ou obesas tomaram chá oolong todos os dias durante seis semanas e apresentaram redução da gordura e do peso corporal. De acordo com os pesquisadores do estudo, isso se deu por conta da aceleração do metabolismo.

Outro pequeno estudo analisou homens que ingeriram água ou chá por um período de três dias, medindo suas taxas metabólicas. Em comparação com a água, o chá oolong aumentou o gasto energético em 2,9%, o equivalente a queimar mais 281 calorias por dia, em média.

5. Chá branco

O chá branco também é um dos chás que servem para emagrecer. Entretanto, ele se destaca entre outros tipos de chá porque é minimamente processado e colhido enquanto a planta do chá ainda é jovem. Seu sabor é sútil e doce.

Alguns estudos afirmam que o chá branco melhora a saúde bucal e até mata células cancerígenas (confira aqui os estudos: 3, 4). Além disso, o chá branco aumenta a quebra de células de gordura e possui quantidade significativa de catequinas, que ajudam a emagrecer por meio da perda de peso (5, 6, 7).

6. Chá de ervas

O chá de ervas difere dos chás tradicionais porque ele não contém cafeína e não é feito a partir das folhas da Camellia sinensis.

As variedades populares de chás de ervas incluem chá de rooibos, chá de gengibre, chá de rosa mosqueta e chá de hibisco.

Conheça os benefícios do gengibre
Chá de gengibre: como fazer
Conheça os benefícios do óleo de rosa mosqueta
Chá de hibisco: benefícios e contraindicações
Como fazer chá de hibisco: dicas para preparar receitas
Em um estudo com animais, pesquisadores deram a ratos obesos um chá de ervas e descobriram que ele reduziu o peso corporal e ajudou a normalizar os níveis hormonais.

Um estudo feito com tubo de ensaio mostrou que o chá de ervas aumentou o metabolismo da gordura e bloqueou a formação de células de gordura.

Dieta da Mimis: como eu eliminei 33 kg de forma saudável

Como eu falei lá do comecinho do blog (ler AQUI e AQUI), alguns processos me ajudaram muito na busca do meu objetivo de emagrecer. Foram eles: a reeducação alimentar, os exercícios, a psicoterapia e a homeopatia.

Hoje vou falar mais especificamente sobre a minha dieta de emagrecimento, que durou 10 meses e onde eliminei 33 quilos.

Eu já me considerava expert em dietas, pois vivi o efeito sanfona a vida inteira (ler AQUI e AQUI) e já tinha emagrecido e engordado muitas vezes na minha vida. Então, quando decidi emagrecer, achei que faria sozinha, pelo menos no começo, pois me achava capaz.

Mas, na primeira consulta com a homeopata (ver nesse POST), resolvi experimentar uma nutricionista nova da clínica. Ela trabalhava com nutrição funcional e apesar de ter me ensinado várias coisas legais (o pão que uso até hoje foi dica super dela), eu não me encaixei nas teorias de corte de lactose e glúten, visto que eu não tenho e nunca tive intolerância a eles. Achava que o gordinho já precisa se privar de tanta coisa na dieta, e retirar leite e derivados (e o meu amado iogurte), bem como os pães e etc seria demais sacrificante para mim.

Então resolvi retornar a uma nutricionista que eu já conhecia de outras vidas, quer dizer, dietas. E embora eu já estivesse em dieta por conta própria (e bem certinha, por sinal), acreditei que ter um profissional apoiando e recomendando variações e corrigindo os erros seria mais fácil, já que a jornada iria ser longa.

Um bom nutricionista avalia não só seu peso e altura. Ele avalia seu dia a dia. Que horas você acorda, trabalha, faz as refeições e dorme. Assim, ele pode montar seu cardápio de acordo com sua necessidade para alcançar os melhores resultados.

Meu dia a dia na semana era tranquilo. Eu passava a semana sozinha e fazia as principais refeições em casa e os lanches fora. Fácil. Mas eu tinha uma complicação. Viajava bastante e nos finais de semana o maridão (que é daqueles magros de dar raiva, sabe? come come come e não engorda?) estava em casa. Esses eram portanto, os meus maiores desafios: viagens e finais de semana.

Optamos por fazer o seguinte: restringir bastante a dieta durante os dias de semana e fazer alguns extras no final de semana ou viagens. E foi assim que funcionou para mim.

Nos dias de semana eu fazia cerca de 6 refeições/dia, que eram: café da manhã, lanche 1, almoço, lanche 2, lanche 3, jantar. Nunca tive fome na ceia, então não comia nada antes de dormir.

E nos finais de semana eu variava um pouco, pois acordava mais tarde e almoçava mais tarde também.

Minha dieta era baseada em alimentos saudáveis, dando preferência para pães e arroz integrais, grãos, cereais, frutas, vegetais, legumes, carnes magras e iogurtes (receita AQUI) e queijo magro.

Durante a semana, as calorias eram poucas, visto que eu praticava muito exercício. Acredito que eram cerca de 1200 dia. Atenção! As calorias devem ser calculadas conforme a sua necessidade.

E nos finais de semana eu tinha uma folguinha: 2 extras. Eu tinha direito a uma refeição saudável (permitida na dieta) sem controle de quantidade. E outra opção a escolher: 2 doses de álcool ou 1 prato livre em alimentos ou 1 doce. Esse segundo extra, me dava folga para aproveitar nas viagens e/ou ir a algum restaurante.

Então durante a semana era mais ou menos assim:

Café: 2 fatias de pão integral com queijo ou peru e uma fruta ou suco pouco calórico.

Pão torrado com peito de peru

Lanche 1 e 2: frutas, barrinhas de cereais, iogurte, ou qualquer coisa saudável que não ultrapassasse 100 calorias.

Almoço: 1 porção de carne magra (150g de frango, 100 de carne vermelha ou 180 de peixe branco) + legumes + vegetais a vontade + 1 porção de carboidrato, de preferência integral (3 colheres de arroz, massa, batata, polenta). * Lembrem-se que toda a minha culinária é feita sem óleo, o que diminui bastante as calorias da dieta.

Ah! Eu gostava muito de comer os legumes e a salada enquanto preparava o prato principal. Ainda faço isso até hoje e essa técnica diminui a fome e a ansiedade na hora da refeição. Ou então, fazer uma receita apenas e encher de legumes para aumentar o prato, como esse risoto de Frango . Sim, sou gulosa 🙂

Frango xadrez

O lanche 3 variava um pouco. Podia ser um sanduiche leve (como ESTE).

Sanduíche de atum

Ou iogurte e frutas (receita AQUI) E às vezes ele me deixava sem fome para jantar.

Salada de Frutas

Jantar: repeteco do almoço ou legumes, vegetais e 1 porção de carne magra. Outra opção eram os sanduíches (ver AQUI) ou wraps ou pizzas de pão sírio (sem queijo). Algumas épocas eu jantava apenas proteínas e legumes a noite, outras épocas podia repetir a dose do almoço e o lanchinho 3 era menor. Essas variações de calorias na dieta são importantes para o metabolismo não baixar demais e você não entrar no efeito platô.

Sanduiche de Frango e cottage

Ceia: uma fruta ou iogurte que eu raramente comia.

Portanto se contabilizarmos as calorias, eram distribuídas aproximadamente assim:

Café: 200 cal

Lanche 1: 100 cal

Almoço: 350 a 400 cal

Lanche 2: 100 cal

Lanche 3: 150 cal

Jantar: 250 a 300 cal

O grande diferencial e sucesso da minha dieta, foi a minha criatividade na cozinha. Sabendo quais alimentos era importantes para mim, eu criava várias receitas (ver AQUI) no dia a dia. Essa receitas eu compartilho com vocês aqui no blog, no instagram @blogdamimis e na fanpage. Aproveitem!

Leia também: Phytophen é bom

E quanto aos suplementos, eu começei a tomar whey protein somente da metade do processo em diante, pois praticava muito exercício e a nutri achou melhor suplementar. Então eu tomava como substituto de um lanche, pós academia. E caseína foi somente depois que já tinha emagrecido tudo que queria e comecei a dieta de hipertrofia. Você pode ler mais AQUI.

E nos finais de semana eu mantinha o mesmo e tinha meus 2 extras, como citei. Importante frisar: fazia chuva ou sol lá estava eu praticando atividade física, todos os dias da semana, como você pode ler AQUI.

Leia também: Kifina é bom

E meus extras? Ahhh! Eram bem aproveitados! Maridão sempre deixava eu escolher o que eu queria de especial. Podia ser uma massa com filé, ou um risoto de camarão no capricho. Gostava também de tomar minha tacinha de vinho tinto. Outra coisa que fazíamos muito eram churrascos e então desenvolvi uma técnica para não extrapolar (veja AQUI). Até feijoada entrava no cardápio (AQUI).

E foi assim, desenvolvendo meus conhecimentos culinários em prol da dieta, que alcancei meus objetivos. Afinal, a gente também come com os olhos, né? E mais, se não variarmos a dieta, a chance de abandonar tudo é grande.

Ah! E atualmente, quando viajo ou saio de férias e minha alimentação muda um pouco, eu volto mais inchadinha, e aí faço essa dieta de ataque que postei AQUI.

Leia também: Dietas de emergência

Aqui no blog posto todas as minhas receitas, espie AQUI e divirta-se se alimentando com prazer e saúde.

Hoje eu faço a minha dieta sozinha, pois aprendi muito em todo esse processo. Mas super indico o trabalho desses profissionais tão importantes, que são os nutricionistas, para um trabalho sério e resultados efetivos.

Quero que vocês assistam esse vídeo AQUI onde conto um pouco da minha história e mostro minhas fotos de antes e depois.

Como eu sempre falo, não há fórmula mágica. Há dedicação, determinação, persistência e foco. Esses são os segredos para chegar no seu objetivo. Bora encarar?

20 Melhores Cremes para Celulite

As celulites estão sempre quase no topo da lista das inseguranças das mulheres sobre seus corpos. Uma vez que as celulites atingem especialmente pessoas que estão acima do seu peso ideal, o problema nem sempre é simples de resolver.

Leia também: Skin renov Anvisa

Quando nem tudo pode ser resolvido rapidamente, muita gente procura soluções cosméticas nos cremes para celulite. É importante saber como eles funcionam, bem como o que fazer para obter os melhores resultados com cada creme para celulite.

Para te orientar nessa confusão, selecionamos abaixo os 10 melhores cremes para celulite.

Leia também: Cremes firmadores Anvisa

O que são celulites?
A celulite é caracterizada pelo acúmulo de gordura e de tecido fibroso que provoca ondulações e irregularidades na superfície da pele. É um fenômeno extremamente comum em mulheres, de todas as idades e perfis corporais.

A celulite não é uma doença. Ainda que seja considerada por muitos como esteticamente indesejável, não é danosa para a saúde: trata-se de uma forma natural de armazenar gordura superficial. É possível possuir celulites mesmo tendo uma saúde perfeita.

Em geral, possuir ou não celulites depende sobretudo da genética. Certas pessoas simplesmente têm a tendência a desenvolvê-las, de modo que precisarão se esforçar se quiserem evitá-las.

Nesse sentido, podem procurar emagrecer, ter uma alimentação mais equilibrada e desenvolver a musculatura das regiões afetadas. Entretanto, pode ser difícil livrar-se completamente delas, de modo que muitas recorrem aos cremes para celulite.

Como funcionam os cremes?
Existem muitos tipos de cremes para celulite. Como a celulite é um fenômeno largamente genético influenciado em sua intensidade por muitos fatores de alimentação e comportamento, cada creme deve funcionar de modo diferente para cada pessoa.

ARTIGOS COMPLEMENTARES
Por Que Até Mesmo as Mulheres Saradas Têm Celulite?
8 Receitas de Suco Detox para Celulite
Massageador Anticelulite Funciona?
Imecap Emagrece Mesmo?
Em geral, os cremes prometem muito mais do que efetivamente cumprem. Entretanto, encontrar o creme certo pode ser a chave para ao menos amenizar o incômodo que pode ser causado pelas celulites.

Em geral, os cremes para celulite estimulam a circulação de sangue na superfície da pele, de modo a desenvolver a epiderme para que a celulite não seja mais aparente. Além disso, investem em substâncias associadas à queima de gorduras, que têm eficácia limitada.

Os 20 melhores cremes para celulite
High Definition Body Lift (Clarins): A fórmula desse creme para celulite é composta por oito extratos vegetais que combinam seus efeitos para reduzir a celulite. O creme promete reduzir o armazenamento de gordura e contribuir para a queima dos estoques já existentes. Além disso, contribui para limitar a retenção de água.
Cellulite Fix (Nip+Fab): O Cellulite Fix aposta em uma fórmula à base de cafeína para combater os depósitos superficiais de gordura. A aplicação do gel é feita duas vezes ao dia acompanhada de massagens, e o tratamento deve durar quatro semanas.
Body Sculpture (Rodial): Além de estimular a queima dos depósitos superficiais de gordura e de promover a drenagem dos líquidos acumulados, Body Sculpture ainda é capaz de deixar a pele mais firme, de modo que as celulites fiquem menos aparentes.
Advanced Body Creator (Shiseido): Esse gel hidratante da Shiseido é reconhecido pela sua capacidade de combater a celulite. Promete, ainda, ajudar no emagrecimento e no fortalecimento da pele.
Sit Tight Super Intense XS (Soap and Glory): Representando outra aposta na cafeína, esse creme para celulite propõe não só combater as gorduras superficiais, mas também eliminar toxinas. Sua embalagem permite a aplicação direta e massageadora do tipo roll-on.
Super Restorative Redefining Body Care (Clarins): Voltado para aplicação no abdômen, esse creme para celulite da Clarins é mais um que faz uso da cafeína para queimar gorduras superficiais e eliminar o excesso de água.
Succes Future Body (Guerlain): Esse creme é enriquecido com extrato de âmbar puro, que contribui para tonificar a pele. Dessa forma, as celulites ficam cada vez menos aparentes.
Body Contouring and Firming Concentrate (Dior): A viniferina, ingrediente principal desse creme para celulite da Dior, é capaz de estimular a circulação na superfície da pele. Essa substância, tradicionalmente usada para aliviar os sinais do envelhecimento, demonstra agora seu potencial para eliminar ou atenuar as celulites.
Cellulinov (Sisley): Cellulinov combina uma série de ingredientes para atacar a aparência da celulite. Sementes de Longan, bem como algas vermelhas e extrato de lótus indiano, combinam-se com a cafeína e com o cedrol para obter os efeitos desejados. Apropriado para massagem, esse creme para celulite promete deixar a pele mais macia e mais firme.
Aqua Svelte Sliming Scrub Shower Gel (Orlane): Esse gel de banho é, na verdade, um produto de múltiplos efeitos. Sua composição baseada em microesferas, cafeína, óleo essencial de gengibre e algas marinhas atua sinergicamente na esfoliação, na purificação e no emagrecimento. Tratando a pele de um modo geral e promovendo a queima da gordura superficial, espera-se diminuir a celulite rapidamente.
Alguns cremes acima podem ser muito caros para seu orçamento ou difíceis de encontrar no Brasil. Então, separamos abaixo os 10 melhores cremes para celulite encontrados no Brasil com mais facilidade:

Bye-Bye Celulite (Nivea): O Bye-Bye Celulite promove uma atuação direta nas células de gordura, de modo a aumentar a firmeza e a elasticidade da pele, duas características que diminuem a intensidade das celulites. Sua fórmula previne o aparecimento de novas celulites.
Gel Anticelulite Amêndoa (L’Occitaine): Feito à base de amêndoas, esse creme para celulite contém flavonoides responsáveis pela desinflamação dos tecidos. Como inflamações podem intensificar as celulites, trata-se de um produto possivelmente muito eficaz. Atua também como hidratante.
Body Active (O Boticário): A eficácia do Body Active concentra-se na cafeína. A ideia é que essa substância, combinada na fórmula do creme, favorece a quebra das células de gordura na superfície da pele. Sua fórmula é hidratante, o que favorece a boa aparência da pele.
Cellu Reverse (Elancyl): O Cellu-Reverse tem em sua fórmula componentes que favorecem o tensionamento e a firmeza da pele. Além disso, também propõe uma ação contra o armazenamento de gordura. É apropriado, sobretudo, para a eliminação da celulite abdominal.
Celluli Laser Slim Code (Biotherm): Feito com erva mate, chá verde e lótus, esse creme para celulite dificulta o alojamento de gordura que provoca a celulite. Contém, ainda, a enzima AMPK, que ajuda a acelerar a queima de gordura.
Perfect Slim Dia (L’Oreal): O Perfect Slim Dia possui lipo-redutores para favorecer a queima dos ácidos graxos e a sua transformação em energia. Além disso, seus componentes limitam a transformação dos açúcares em gorduras, diminuindo assim as celulites ao mesmo tempo em que estimula a drenagem natural dos tecidos. Sua proposta é a de evitar a reincidência da celulite mesmo depois do fim do tratamento.

Leia também: Cremes firmadores

Gel Redutor de Celulite com DMAE (Bio-Médicin): O Gel Redutor de Celulite da Bio-Médicin contém uma substância que tem sido usada como alternativa ao botox: o dimetilaminoetanol, conhecido como DMAE. Dessa forma, esse creme para celulite ajuda no desenvolvimento de uma pele lisa e firme. Sua eficácia vai além da celulite, combatendo também a gordura localizada e a flacidez em geral.
Bio-V Vegetal Intensive Body Slim (Vitaderm): Esse creme para celulite contém extrato de guaraná, que ajuda na queima de gordura. Sua ação é dupla, sendo usado durante o dia para estimular a queima de gordura e durante a noite para evitar o alojamento de novas células de gordura.
Celludestok (Vichy): O Celludestok é um gel hidratante não oleoso que atua sobre a aparência da celulite. Sua composição ajuda a suavizar a pele e contribui, além disso, para a quebra da gordura superficial.
Cellu-Sculp (Avon): Armado com cafeína, Ginkgo biloba, ginseng e malva, o Cellu-Sculp aumenta a circulação da superfície da pele e ativa a drenagem linfática. Contribui também para a eliminação de gordura, além de hidratar e fortalecer a pele.
Onde comprar
Os cremes para celulite podem ser facilmente encontrados em drogarias ou em lojas especializadas na venda de cosméticos. Além disso, encontrá-los na internet também não é difícil.

Como obter os melhores resultados
Para obter o melhor benefício possível dos cremes para celulite, o ideal é continuar testando-os até encontrar um que se adapte ao seu corpo. Além disso, a dificuldade de encontrar um creme eficaz pode ser amenizada com os conselhos de um dermatologista, que saberá dizer quais são as causas mais determinantes para cada quadro de celulite.

Além disso, é importante não confiar apenas nos cremes para celulite. Uma alimentação equilibrada com baixo nível de gorduras, bem como uma rotina de exercícios regulares, pode ajudar muito na busca pela pele desejada.

Um último lembrete importante: não vale a pena ser, nesse caso, perfeccionista. Ainda que o desejo de eliminar as celulites seja compreensível, a verdade é que para muita gente trata-se de um fenômeno natural e saudável do corpo, com o qual é recomendável acostumar-se minimamente.

Leia mais https://www.mundoboaforma.com.br/20-melhores-cremes-para-celulite/#GHdrK7bzMDqmXCU7.99

Dieta rápida: quais os riscos para a perda de peso?

Dieta rápida: quais os riscos para a perda de peso?

Quem não sonha em perder aqueles quilinhos a mais de forma rápida e fácil? Apesar de ser o sonho de quase todos, perder peso é um processo que pode ser difícil e demorado, mas não impossível.
Muitas pessoas acreditam que aderir a dietas rápidas que se popularizam na mídia é a melhor forma de perder peso. Cuidado! Dieta rápida pode ser prejudicial à saúde, além de muitas vezes não proporcionar o resultado esperado.

Leia também: Como emagrecer rápido

por que não seguir uma dieta rápida?
Essas dietas denominadas rápidas, que prometem grande perda de peso em um curto espaço de tempo, podem ser perigosas e devem ser evitadas por diversos motivos:

Geralmente não fornecem a quantidade adequada de calorias que o corpo precisa para funcionar de maneira adequada.
São altamente restritivas e podem levar à carência de nutrientes, como vitaminas e minerais.
Não conseguem ser seguidas por muito tempo por serem monótonas e restritivas.
No primeiro momento podem até promover perda de peso, mas, com o passar do tempo, podem levar ao famoso efeito platô (quando o organismo se adapta à dieta e, assim, para de perder peso).
São perigosas para a saúde, pois podem desenvolver doenças relacionadas à carência de nutrientes e vitaminas, além de mal-estar, dores de cabeça, alterações de humor e muito mais.
como perder peso de maneira saudável?

Leia também: Kifina anvisa

As dietas rápidas não funcionam por muito tempo. A melhor forma de perder peso de maneira saudável, sem comprometer a saúde e qualidade de vida, é adotar uma alimentação saudável e equilibrada, que forneça todos os nutrientes que o corpo precisa para funcionar de maneira correta, respeitando sempre as preferências alimentares.

Fracionar a alimentação, evitando longos períodos em jejum, assim como consumir alimentos variados, fontes de fibras, com poucas quantidades de açúcares e gorduras, podem contribuir com o processo de emagrecimento de maneira saudável. Durante esse processo, o ideal é buscar a orientação de um nutricionista, que é o profissional habilitado e mais indicado para ajudar a promover mudanças nos hábitos alimentares de maneira segura e saudável.

Leia também: Phytophen é bom

Dica: inclua na sua dieta alimentos integrais, frutas, verduras e legumes e não se esqueça de beber água (pelo menos 2 litros ao dia). Desse modo, a perda de peso ocorrerá de forma saudável e prazerosa. Não se esqueça de que alimentação equilibrada deve estar associada à prática regular de atividade física!

DISFUNÇÃO ERÉTIL E IMPOTÊNCIA SEXUAL – VEJA AS CAUSAS E SINAIS

DISFUNÇÃO ERÉTIL E IMPOTÊNCIA SEXUAL – VEJA AS CAUSAS E SINAIS

A Disfunção Erétil (DE), também conhecida como impotência sexual, é um distúrbio caracterizado pela dificuldade de se obter e/ou manter, de maneira constante, uma ereção peniana adequada e suficiente para a atividade sexual satisfatória (desde a penetração até a ejaculação). Milhões de homens em todo o mundo são atormentados por problemas de disfunção erétil (impotência sexual) e por motivos de desinformação, medo ou vergonha de procurar um profissional para o tratamento adequado, acabam comprometendo seus relacionamentos, deixando de usufruir de uma vida sexual saudável e feliz, com qualidade de vida. A impotência sexual é uma circunstância frustrante que afeta não somente o indivíduo, mas também a parceira, a família, desempenho no trabalho, relacionamento interpessoal, etc. Atinge 52% dos homens entre 40 e 70 anos, em diferentes graus de intensidade (leve, moderada e severa). Milhões e milhões sofrem deste terrível problema, que pode ser algo realmente devastador na vida de um homem. A dificuldade para iniciar o tratamento adequado é o grande obstáculo a ser vencido. Portanto, conhecer o problema, vencer o medo e a vergonha e procurar ajuda médica especializada para o tratamento adequado são os principais fatores que o levarão à solução dos seus problemas.

COMO OCORRE UMA EREÇÃO

A ereção é uma reação involuntária em resposta à estimulação ou excitação sexual. O homem não pode ter uma ereção simplesmente porque quer tê-la. O estímulo ou excitação sexual fazem com que o cérebro, os nervos, o coração, os vasos sanguíneos e os hormônios trabalhem juntos afim de aumentar rapidamente a quantidade de sangue fluindo para dentro do pênis. O sangue fica preso dentro das duas câmaras esponjosas (corpos cavernosos) localizadas no corpo do pênis. Ao encherem-se de sangue, as câmaras expandem-se fazendo com que o pênis adquira rigidez e se alongue em tamanho e diâmetro.

FISIOLOGIA DA EREÇÃO

Para um maior entendimento sobre a disfunção erétil – DE, é importante compreender como o pênis funciona normalmente. O processo de ereção normal inclui as cinco fases seguintes:

FASE 1: Preenchimento inicial com estimulação sexual ou psicológica, neurotransmissores causam o relaxamento da musculatura lisa do pênis, aumentando o fluxo sanguíneo para os corpos cavernosos.
FASE 2: Ereção parcial – Tumescência – O aumento do fluxo sanguíneo alonga e expande o pênis. As artérias penianas expandem para acomodar o aumento do fluxo sanguíneo necessário para alongar e expandir o pênis.
FASE 3: Ereção completa – O aumento do volume de sangue dentro do pênis é impedido de drenagem, promovendo a expansão do pênis até a ereção completa.
FASE 4: Ereção Rígida – Máxima rigidez é atingida. A glande e o corpo esponjoso ampliam até as veias penianas serem vigorosamente comprimidas. Isso aumenta a tumescência e mantém a máxima rigidez peniana. Emissões de esperma e ejaculação ocorrem.
FASE 5: Retorno à flacidez – Detumescência – contrações musculares resultam no aumento do fluxo sanguíneo para fora do pênis, diminuindo assim o seu comprimento e espessura até a flacidez.
Alterações podem ocorrer durante qualquer uma das quatro primeiras fases da ereção impedindo com que você alcance ou mantenha a ereção. Embora dificuldades também possam ocorrer durante a quinta fase – detumescência, elas não são geralmente incluídas nas discussões sobre disfunção erétil.

CAUSAS DA DISFUNÇÃO ERÉTIL

Entre as causas de origem psicológica podemos citar:

Ansiedade
Estresse
Depressão
Baixa autoestima
Cansaço, fadiga
Sentimento de culpa
Ansiedade com relação ao desempenho, como medo de falhar ou de não satisfazer a parceira
Preocupações com dinheiro, contas a pagar, desemprego, instabilidade no trabalho, entre outras
Ansiedade com relação ao desempenho, como medo de falhar ou de não satisfazer a parceira
Preocupações com dinheiro, contas a pagar, desemprego, instabilidade no trabalho, entre outras
Discórdias, brigas, discussões com a parceira
Incidente prévio de fracasso sexual causado por excesso de ingestão de álcool ( bebedeira ), cansaço, preocupação, nervosismo, sentimento de culpa, entre outras.

CAUSAS DE ORIGEM FÍSICA ( ORGÂNICA )

As causas físicas da disfunção erétil geralmente afetam uma fase particular no processo da ereção. Entre as causas de origem física podemos citar:

DIABETES
A diabetes é uma das causas mais comuns da disfunção erétil. Nervos ou vasos sanguíneos que controlam o fluxo de sangue para o pênis podem tornar-se permanentemente danificados em consequência do diabetes, podendo levar à disfunção erétil.

DOENÇA DE PEYRONIE
A doença de Peyronie costuma se manifestar através de fibroses no interior do pênis, que podem provocar deformidades penianas, como curvaturas, afinamentos, perdas de tamanho. Pode provocar curvaturas penianas que se manifestam durante a ereção e que podem atingir 90 graus ou mais tanto para cima, como para baixo ou para os lados, podendo estar associada ou não a dor durante as ereções. Desta forma, pode dificultar ou até mesmo impossibilitar o ato sexual. Associado à doença de Peyronie, poderá haver disfunção erétil em graus variáveis de intensidade em até 50% ou mais dos casos.

DOENÇAS CARDIOVASCULARES
Problemas vasculares, tais como o endurecimento das artérias (arteriosclerose), pode tornar lento o fluxo de sangue dentro do pênis, o que torna difícil obter ou manter uma ereção. Obs: Uma vez que isto afeta os vasos pequenos antes de afetar os vasos maiores, encontrando um problema de disfunção erétil poderia sinalizar a presença de uma doença cardiovascular. Às vezes, as veias que mantêm o sangue no pênis durante uma ereção são danificadas e a ereção não é mantida tempo suficiente para que uma relação sexual ocorra.

PROBLEMAS HORMONAIS
Algumas doenças, tais como insuficiência renal e doença hepática, podem perturbar o equilíbrio dos hormônios, os quais controlam as ereções. Baixos níveis de testosterona também pode ser um fator.

TERAPIA COM ALGUMAS DROGAS ( REMÉDIOS )
Estudos indicam que algumas drogas (remédios), incluindo algumas prescrições para pressão arterial alta, depressão e uma série de outras condições, podem causar disfunção erétil pela interferência com os impulsos nervosos ou fluxo de sangue para o pênis. Importante: Medicamentos nunca devem ser alterados sem a permissão do seu médico. Fale com o seu médico sobre quaisquer preocupações que você tem em relação a potenciais efeitos da medicação com relação à disfunção erétil.

ALCOOLISMO
O alcoolismo perturba os níveis hormonais e pode levar a danos permanentes do nervo, causando impotência sexual.

TABAGISMO ( FUMO )
O fumo pode levar a uma doença vascular ou outros problemas de saúde, que podem causar impotência sexual.

CONSUMO DE DROGAS ILÍCITAS
O consumo de drogas ilícitas ( maconha, cocaína, haxixe, crack, etc ) acomete a parte sexual, provocando uma redução importante da parte circulatória na região peniana, podendo levar a problemas de ereção.

PROBLEMAS HORMONAIS
Algumas doenças, tais como insuficiência renal e doença hepática, podem perturbar o equilíbrio dos hormônios, os quais controlam as ereções. Baixos níveis de testosterona também pode ser um fator.

TRAUMAS NO CORPO
Traumas no corpo podem resultar em disfunção erétil. Alguns desses traumas incluem:

Fraturas pélvicas
Lesões da medula espinhal
Lesões Perineais
Danos cerebrais

TRAUMAS NEUROLÓGICOS
Traumas neurológicos podem causar disfunção erétil. Estes tipos de traumas incluem:

Cirurgia nas Costas
Lesões da medula espinhal
Algumas malformações congênitas, como espinha bífida
Tumores cerebrais e/ou aumento da pressão intracraniana
Doença muscular, como esclerose múltipla

PRIAPISMO
Priapismo é uma ereção que dura mais tempo do que o normal e é causada por outras razões que não o desejo sexual. Caso uma ereção dure mais de quatro horas, pode causar lesão tecidual resultando em disfunção erétil. Causas de priapismo incluem:

Doenças do sangue, como anemia falciforme e leucemia
Medicamentos (orais e injetáveis) para a disfunção erétil impropriamente prescritos ou indevidamente utilizados. Importante: Nestes casos, procure urgente um serviço de emergência mais próximo, a fim de interromper a ereção e evitar a ocorrência de graves consequências para a função erétil do pênis.

CIRURGIAS
Cirurgias que interrompem o fluxo sanguíneo ou comprometem os nervos que conduzem os estímulos responsáveis pela ereção podem resultar em disfunção erétil. Algumas destas cirurgias incluem:

Prostatectomia Radical (retirada da próstata em caso de tumor)
Cirurgias no Intestino que envolvem o reto e o períneo
Cirurgias na bexiga ou uretra
Cirurgias no feixe neurovascular ou próximo dele
Cirurgias na Coluna

EFEITOS DO ENVELHECIMENTO
Estima-se que 65% dos homens acima de 65 anos têm algum tipo de disfunção erétil. Estatisticamente, o número de homens que possuem este problema aumenta conforme a idade aumenta. No entanto, a idade por si só não causa disfunção erétil. Mas é natural que os homens mais velhos são mais suscetíveis a terem doenças e realizarem tratamentos ( como a cirurgia da próstata, em caso de tumor ) que podem causar disfunção erétil.

Leia também: remédios para ereção funcionam

SINAIS DA DISFUNÇÃO ERÉTIL

A disfunção erétil ( impotência sexual ) não é um problema que desaparece sozinho. Se suspeitar, é importante fazer uma consulta médica logo que tornar-se aparente. Isso pode ajudar a evitar traumas psicológicos, que podem piorar a situação. Pode também ajudá-lo a obter um diagnóstico para uma condição física subjacente grave tais como diabetes ou doenças cardíacas, que possam primeiramente se tornar aparentes com os sintomas da disfunção erétil.

NÃO TEM CERTEZA SE TEM DISFUNÇÃO ERÉTIL?
FAÇA O AUTO-TESTE

Autoteste: Não tem certeza se você tem disfunção erétil ( impotência sexual )? Então experimente fazer este auto-teste. Se você responder “sim” a qualquer uma das seis primeiras perguntas, você deveria consultar um urologista que seja especializado no diagnóstico e tratamento deste problema.

DESEMPENHO SEXUAL ATUAL
1. Você têm tido alguma dificuldade recentemente em atingir ereções?
2. Este problema ocorre, pelo menos, três em cada quatro vezes em que você tentou ter relações sexuais? Tendências do desempenho sexual
3. Você está tendo dificuldade por um período superior a um mês em atingir ereções regularmente?
4. Ereções espontâneas e matinais são cada vez menos comuns?
5. É preciso muito mais tempo para conseguir uma ereção do que no passado?
6. Tem se tornado mais difícil ter relação sexual, em determinadas posições?

Como aumentar o pênis?

Como aumentar o pênis?

Um dos maiores tabus entre os homens, sejam eles de qualquer idade, é o tamanho do pênis. Pesquisas revelam que muitos brasileiros enfrentam esse “problema” e que não tem a mínima ideia de que é possível acabar com esse problema em apenas alguns meses. Você tem dúvidas se existe como aumentar o pênis? Então fica por aqui que eu vou te contar tudo sobre os produtos que experimentei e se eles realmente ajudam nisso!

Contents [ocultar]

Exercício para aumentar o pênis
Existe cirurgia para aumentar o pênis?
Alternativas de como aumentar o pênis
Macho Macho
Bomba peniana
Onde posso comprar a Bomba Peniana?
Gel Volumão
Finalmente: Como aumentar o pênis rapidamente?
EXERCÍCIO PARA AUMENTAR O PÊNIS
Se você está lendo sobre esse assunto aqui no blog provavelmente está procurando formas de aumentar o tamanho do seu pau, certo? Ainda não há certeza total que somente exercícios sejam capazes de aumentar rapidamente o tamanho do pênis.

Porém muitos homens relatam que tiveram resultados ótimos após realizar esse tipo de exercício. Porém é preciso ter cuidado! Realiza os exercícios de pau duro pode fazer com que você sofra microlesões, por isso, faça exercícios quando a criança não estiver acordada.

Resolveu para mim? Testei durante 2 meses esse tipo de exercício, antes de começar a experimentar outras coisas, e para mim não houve nenhum resultado significativo. Além disso eu me sentia muito desconfortável na hora de realizar esse tipo de exercício. Então acabei procurando outras formas de aumentar meu pênis.

EXISTE CIRURGIA PARA AUMENTAR O PÊNIS?
Sim, existem vários procedimentos cirúrgicos que podem ajudar a aumentar o tamanho do pênis ou fazer com que você sinta essa sensação. O problema é que para conseguir uma cirurgia dessa pelo convênio é necessário que seja realmente constatado um problema no desenvolvimento do seu membro. Caso seja apenas por sua falta de autoestima nenhum médico ou plano de saúde vai autorizar a cirurgia.

Minha experiência: Procurei dois médicos do convênio e como eu disse acima nenhum deles quis solicitar ao plano ou fazer minha cirurgia. Alegavam que eu não tinha nenhum problema de desenvolvimento e que meu membro tinha um tamanho aceitável (para eles, só se for). Procurei também dois médicos para fazer a cirurgia particular e os valores me deixaram de boca aberta. O primeiro me cobrou quase R$12.000 e o segundo R$20.000 pela cirurgia peniana. Totalmente fora de cogitação?

ALTERNATIVAS DE COMO AUMENTAR O PÊNIS
Agora vou começar a falar um pouco da minha experiência e de quais produtos achei que realmente funcionaram para mim. Experimentei alguns produtos durante quase um ano e vou relatar quais realmente me ajudaram a aumentar o tamanho do meu pênis de verdade. Talvez algum deles possa realmente ajudá-lo a fugir desse problema (e dessa vergonha) de ter o pau pequeno!

Você também pode se interessar por → Melhor Maca Peruana

MACHO MACHO
Já ouviu falar sobre o famoso Macho Macho? Além de fazer com que sua potencia na hora H aumente o Macho Macho auxilia no aumento do tamanho do pênis. O produto não provoca efeitos colaterais e alonga o pênis em até 5cm. Além disso faz com que você tenha ereções que durem mais e mais duras também.

Minha experiência com Macho Macho: Para mim funcionou! Usei o produto por 2 meses e nas minhas medidas meu pênis aumentou 2cm. O produto me ajudou muito a controlar minhas ereções e demorei mais para gozar. Eu passei a me sentir mais confiante e mais seguro na hora de trepar, além disso, as meninas começaram a me elogiar porque eu demorava muito mais para gozar. Eu só queria ganhar um pouco mais de pau e ele parou de fazer um pouco de efeito depois dos 2cm, porém fiquei um cavalo na cama!

⇨ SAIBA MAIS SOBRE SOBRE O MACHO MACHO AQUI ⇦

BOMBA PENIANA
Esse produto foi indicado por um amigo, em uma conversa ele me disse que também achava que tinha o pau muito pequeno e que se sentia mal quando tinha que sair com as meninas.

Minha experiência com a Bomba Peniana: Resolvi comprar a mesma bomba peniana que ele havia me indicado e para minha surpresa meu pênis chegou a aumentar 7cm. Eu tinha que reservar 15 minutos do meu dia para utilizar a bomba peniana mas os resultados eram muito bons. Cheguei a usar algumas vezes antes de transar e realmente meu pau ficava muito mais grosso e grande. Além disso cheguei a utilizar junto com o Macho Macho algumas vezes e aí eram 3 horas de trepada.

Eu tinha um certo preconceito da Bomba Peniana, mas ela me trouxe um dos melhores resultados.

ONDE POSSO COMPRAR A BOMBA PENIANA?
Eu sei que existem várias marcas de Bomba Peniana, porém eu recomendo a marca que usei. Esse mesmo amigo que me indicou a bomba peniana já havia comprado outras duas marcas diferentes e não havia obtido nenhum resultado.

Você pode comprar sua bomba peniana pelo site oficial Bomba Peniana Premium. Só assim você terá garantia de procedência e qualquer suporte no caso de problemas com entrega ou produto com defeito. Além disso eles resolveram fazer um desconto especial para os leitores do www.macho.com.br e a entrega é feita de maneira sigilosa.

Para acessar mais rapidamente o site oficial, clique no botão abaixo e apimente de uma vez sua relação.

GEL VOLUMÃO
O Gel Volumão foi lançado a pouco tempo atrás e eu ganhei um pote e resolvi experimentar. No começo achei que fosse apenas mais uma invenção e puro marketing. Mas como eu ganhei resolvi experimentar. Quem me acompanha sabe que curto sexo e que gosto de experimentar tudo que pode potencializar isso.

Minha experiência com o Gel Volumão: A aplicação é fácil. Eu fazia isso todos os dias, as vezes batia uma depois de aplicar, outras vezes só passava o gel após o banho mesmo. E os resultados foram muito bons. Percebi que o gel deixava minhas ereções mais fortes e duradouras. Confira abaixo o resultado de algumas semanas de uso do Volumão:

Leia também: Descubra Como aumentar o pênis

FINALMENTE: COMO AUMENTAR O PÊNIS RAPIDAMENTE?
Baseado em tudo que experimentei nos últimos meses e em seus resultados eu recomendo o Macho Macho se você quiser ganhar apenas 2 ou 3cm de pau. O Macho Macho vai te ajudar a ficar um monstro na cama. Você será capaz de ficar horas com o pau duro e satisfazer várias mulheres ao mesmo tempo (experiência).

Se você pretende ganhar mais de 5cm de rola minha dica fica pelo uso do Volumão juntamente com a bomba peniana premium. Um auxilia o outro no crescimento, além disso o Volumão deixa o pau mais grosso. Eu hoje em dia me mantenho usando a bomba e o volumão quando vou sair com alguma mina. No final das contas nessa experiência toda sai de um pau de 12cm para 17cm. Vejo uma puta diferença!

E aí? Vai ficar com qual? Se surgir alguma dúvida deixa nos comentários que eu tento ajudar!
Abraços e 8=========D

24 dicas para perder peso comprovadas cientificamente

24 dicas para perder peso comprovadas cientificamente

Tomar água antes das refeições, incluir ovos no café da manhã e mastigar devagar são algumas das estratégias

O desejo e/ou a necessidade de perder peso fazem, atualmente, muitas pessoas buscarem constantemente informações e novidades sobre o “universo” da alimentação saudável, da prática de exercícios físicos e dicas em geral sobre emagrecimento.

E o tempo todo surgem “novidades” no mercado do emagrecimento: são produtos que prometem perda de peso rápida; alimentos que são “grandes aliados” da alimentação saudável, outros que são vistos como “vilões”; a “dieta da moda que fez diversos famosas perderem peso” e muito mais.

Leia também: Fit Mzt funciona

E, no meio de tanta informação, muita controvérsia, e até certa “desinformação”, não é de se estranhar que tantas pessoas se vejam, hoje, em dúvida sobre o que podem ou não comer; sobre a “melhor dieta” e/ou “produto ideal” que ajudará na perda de peso!

Por mais que pareça óbvio, muitas pessoas ainda não querem acreditar que “não existe milagre”, que a perda de peso saudável e definitiva é, na verdade, fruto da união de diversos fatores relacionados a uma real mudança de hábitos, além de muita disposição e foco.

Porém, o interesse crescente pelo assunto “emagrecimento” motivou (e ainda motiva) muitos cientistas a descobrirem estratégias que, de fato, são úteis na perda de peso. Não são “dicas milagrosas de como emagrecer”, mas, sim, fatos baseados em evidências. Neles é possível confiar e ter a certeza de melhores resultados!

Leia também: 10 alimentos que parecem saudáveis mas não são

1. Inclua ovos no café da manhã

FOTO: GETTY IMAGES

Estudos mostraram que incluí-los no café da manhã pode ajudar você a consumir menos calorias nas próximas 36 horas, perder mais peso e gordura corporal.

Mas, se você não pode comer ovos por alguma razão, tudo bem, incluir outra fonte de proteína de qualidade no café da manhã também ajudará!

2. Beba água, especialmente antes das refeições
Beber água é essencial e fazer isso antes das refeições é ainda mais eficaz: de acordo com estudos, pode aumentar o metabolismo em 24% a 30% durante um período de uma hora a uma hora e meia, ajudando você a queimar mais calorias.

Outro estudo da Universidade Virginia Tech (Virginia, EUA) mostrou ainda que
beber meio litro de água cerca de meia hora antes das refeições ajudou as pessoas a consumirem menos calorias e perderem 44% mais peso.

Maria Luiza S. Moura, nutricionista funcional, comenta que o consumo adequado de água é essencial em uma dieta de emagrecimento. “Além de fazer o organismo funcionar corretamente, já é fato que beber água ajuda as pessoas a comerem menos… Visto que, muitas vezes, a sensação de fome confunde-se com a de sede. Por isso, lembro sempre meus pacientes de se manterem hidratados durante o dia todo, não devendo esperar que a sede venha para tomar água”.

Leia também: Phytophen funciona

Leia também: 10 hábitos alimentares que aceleram o metabolismo

3. Tome chá verde
Além de contar com um pouco de cafeína, o chá verde possui quantidade significativa de catequinas (poderosos antioxidantes), e ambos trabalham em sinergia aumentando a queima de gordura.

Maria Luiza destaca que o chá verde é um grande aliado para quem deseja perder peso. “Como todo chá, ele possui efeito diurético, o que jáé muito benéfico, mas o destaque fica para seu efeito termogênico. Lembrando que ele deve ser tomado sem adição de açúcar e de forma moderada, preferencialmente orientada por um nutricionista”, diz.

4. Beba café preto
O consumo de café foi muitas vezes criticado, mas, hoje, sabe-se que esta bebida oferece diversos benefícios para a saúde, especialmente por possuir quantidade significativa de antioxidantes.

Em relação ao emagrecimento, estudos mostraram que a cafeína contida no café pode aumentar o metabolismo em 3% a 11%, e estimular a queima de gordura em até 10% a 29%.

“Só não vale adicionar açúcar! O ideal é começar colocando um pouco de adoçante e, com o tempo, tentar tomá-lo puro. E também não deve ser consumido em excesso; costumo recomendar a meus clientes até três xícaras de café por dia, mas isso pode variar muito de pessoa para pessoa. O ideal é conversar sempre com seu nutricionista”, destaca Maria Luiza.

Leia também: 10 ideias de lanches rápidos e saudáveis para o dia a dia

5. Corte o consumo de alimentos com açúcar adicionado
O açúcar adicionado nos mais variados tipos de alimentos industrializados é, hoje, um dos fatores mais preocupantes da alimentação moderna. A maioria das pessoas o consome em excesso, e o pior: muitas vezes sem nem saber que está consumindo.

Os riscos vão muito além do ganho de peso. Vários estudos mostram que o consumo de
açúcar (e xarope de milho ) está associado a um maior risco de obesidade, doenças cardíacas, diabetes, entre outros problemas:
Por tudo isso, tanto para quem deseja perder peso, como para quem se preocupa com sua saúde, é muito importante estar atento aos rótulos dos alimentos – evitando ao máximo aqueles que contêm adição de açúcar.

“Muita gente se engana pensando que comprando, por exemplo, um suco de caixinha está ‘fazendo um bom negócio’, mas esse é um tipo de produto que contém muito açúcar adicionado, é péssimo para a saúde. É preciso se atentar aos rótulos… Costumo dizer aos meus pacientes inclusive que, se não souberem do que se trata a maioria dos ingredientes mostrados no rótulo, é melhor nem comprar o produto!”, destaca Maria Luiza.

6. Cozinhe com óleo de coco
O óleo de coco é um grande aliado da saúde por ser rico em triglicerídeos de cadeia média, que são facilmente absorvidos e transformados em energia.

Leia também: 10 maneiras de se sentir motivada durante uma dieta

Alguns estudos mostraram que esse tipo de gordura pode aumentar o metabolismo em até 120 calorias por dia, auxiliando também na redução do apetite e fazendo com que você coma até 256 menos calorias diariamente: Twenty-four-hour energy expenditure and urinary catecholamines of humans consuming low-to-moderate amounts of medium-chain triglycerides: a dose-response study in a human respiratory chamber; Sweetened beverage consumption, incident coronary heart disease, and biomarkers of risk in men.

“O consumo de óleo de coco é superbenéfico à saúde e ele pode substituir outros óleos para cozinhar, já que não produz produtos tóxicos quando submetido a altas temperaturas. Porém, vale lembrar: ele não deve ser consumido em excesso, já que é uma gordura, por isso o ideal é sempre conversar com seu nutricionista e ver a melhor maneira de incluí-lo em sua dieta”, destaca Maria Luiza.

7. Evite os carboidratos refinados
O consumo excessivo deste tipo de alimento está fortemente associado à obesidade, já que ocasiona picos de açúcar no sangue, favorecendo o ganho de peso, e fazendo com que a pessoa sinta mais fome e tenha vontade novamente de comer mais e mais carboidrato (ocasionando um círculo vicioso).

Alguns estudos que já comprovaram os malefícios dos carboidratos refinados são: High Glycemic Index Foods, Overeating, and Obesity e High-glycemic Index Foods, Hunger, and Obesity: Is There a Connection?.

8. Use pratos menores
Parece até bobagem, mas uma pesquisa apontou que comer em pratos menores faz automaticamente a pessoa comer em menor quantidade. Não custa tentar, né?!

9. Aposte em uma dieta de baixo carboidrato
Vários estudos têm apontado os benefícios deste tipo de dieta, tanto para quem deseja emagrecer, como para a melhora da saúde em geral: A low-carbohydrate diet is more effective in reducing body weight than healthy eating in both diabetic and non-diabetic subjects; A Randomized Trial Comparing a Very Low Carbohydrate Diet and a Calorie-Restricted Low Fat Diet on Body Weight and Cardiovascular Risk Factors in Healthy Women; A Low-Carbohydrate as Compared with a Low-Fat Diet in Severe Obesity.

“As chamadas dietas low carb estão ‘na moda’, o que faz com que muitas pessoas a adotem de maneira equivocada, prejudicando a saúde. Mas, quando bem orientadas por um nutricionista, apresentam, sim, ótimos resultados no emagrecimento”, destaca a nutricionista Maria Luiza.

10. Tenha controle sobre o que come

FOTO: GETTY IMAGES

Controlar as porções ou calorias consumidas ajuda quem deseja emagrecer, partindo da ideia óbvia de que, comendo menos, a perda de peso acontece.

Alguns estudos apontam ainda que fazer um diário anotando o que você come e/ou tirar fotos de suas refeições podem ajudar na perda de peso: Self-monitoring in weight loss: a systematic review of the literature; Think before you eat: photographic food diaries as intervention tools to change dietary decision making and attitudes.

“Muitas vezes as pessoas comem mesmo por impulso, repetem a refeição duas ou três vezes, sendo que, na verdade, com o primeiro prato já estariam saciadas… Isso acontece especialmente quando se gosta muito de determinada comida. Neste sentido, fotografar o prato antes de comê-lo ou, simplesmente, olhá-lo com atenção pode trazer mesmo uma consciência de que ‘ali está o suficiente’, de que é o suficiente para matar a fome”, comenta Maria Luiza.

11. Inclua pimenta na dieta
Já se sabe que a pimenta caiena, por exemplo, entre outras pimentas, ajuda a acelerar o metabolismo, por conter capsaicina: Effects of capsaicin, green tea and CH-19 sweet pepper on appetite and energy intake in humans in negative and positive energy balance; The effects of hedonically acceptable red pepper doses on thermogenesis and appetite.

“A capsaicina é o ativo termogênico encontrado na pimenta, tornando este um alimento que, de fato, aumenta o metabolismo. Seu consumo é benéfico, mas deve ser orientado por um nutricionista, pois, em alguns casos, pode não ser bem aceito”, destaca a nutricionista.

12. Faça exercícios aeróbicos
Esta é uma medida essencial para se queimar mais calorias, além de melhorar a saúde como um todo. É ainda muito eficaz, inclusive, para diminuir a gordura que tende a se acumular em torno dos órgãos, podendo causar doença metabólica.

13. Faça musculação

FOTO: GETTY IMAGES

Um dos efeitos colaterais de uma dieta de emagrecimento é a perda de massa muscular que, por consequência, gera uma desaceleração metabólica. Dessa maneira, fazer musculação, associada a exercícios aeróbicos, é muito importante e eficaz: Metabolic slowing with massive weight loss despite preservation of fat-free mass.

14. Inclua mais fibras na dieta
Estudos mostram que consumir fibras ajuda a aumentar a saciedade, fazendo com que a pessoa naturalmente coma menos ao longo do dia.

15. Coma mais vegetais e frutas
Estudo da Baylor College of Medicine (EUA) relaciona o consumo de frutas e vegetais à perda de peso. Esses alimentos são essenciais pois possuem poucas calorias e boa quantidade de fibras, além de serem supernutritivos no geral.

16. Mastigue devagar
É fundamental “dar um tempo a mais” para o cérebro perceber que já foi consumido o necessário para saciar. Assim, estudos mostram que mastigar mais devagar faz a pessoa comer menos, além de estimular a produção de hormônios ligados à perda de peso:
“Muita gente pensa que é besteira, mas isso faz toda a diferença para quem deseja emagrecer! Isso sem falar que, mastigar devagar evita problemas como azia, queimação, gases etc.”, comenta Maria Luiza.

17. Durma bem
Um estudo mostrou que dormir pouco pode estar associado ao desenvolvimento da obesidade, tanto na infância como na idade adulta.

18. Controle a dependência alimentar
Um estudo da Universidade Newcastle apontou que a dependência de determinados alimentos é um fator que contribui para comer em excesso, podendo levar à obesidade.

Se você, por exemplo, não consegue ter um bom controle sobre o que come; exagera no consumo de determinados alimentos etc., você pode estar sofrendo com uma dependência alimentar… Neste caso, é válido procurar ajudar profissional!

19. Consuma mais proteínas
Uma dieta rica em proteínas pode aumentar o metabolismo em 80 a 100 calorias por dia, além de fazer a pessoa se sentir mais saciada e consumir menos calorias: Gluconeogenesis and energy expenditure after a high-protein, carbohydrate-free diet; Presence or absence of carbohydrates and the proportion of fat in a high-protein diet affect appetite suppression but not energy expenditure in normal-weight human subjects fed in energy balance.

Se necessário, suplementar com whey protein também pode ajudar e muito quem deseja perder peso.

“Vale lembrar que a suplementação só deve ser feita com orientação de um nutricionista. Caso contrário, o efeito pode ser negativo, tanto para o processo de emagrecimento como para a saúde em geral”, ressalta Maria Luiza.

20. Não consuma bebidas adoçadas com açúcar
Estudo do Boston Children’s Hospital, por exemplo, mostrou que as bebidas adoçadas com açúcar estão ligadas a um aumento de 60% no risco de obesidade em crianças.

“O consumo de refrigerantes, bem como o de sucos ‘de frutas’ industrializados é totalmente prejudicial à saúde da criança e do adulto… O ideal é que esse tipo de bebida nem seja oferecido às crianças para, num futuro próximo, não causar problemas à saúde e nem dependência”, comenta a nutricionista.

21. Tenha somente comidas saudáveis em casa
Esta é a melhor maneira de garantir que, na hora em que bater aquela fome, você não recorra a alimentos não saudáveis (que geralmente são de consumo rápido, como, por exemplo, bolachas, macarrões instantâneos etc.).

“Planejar o cardápio da semana e já ter tudo em casa também faz toda a diferença”, orienta Maria Luiza.

Leia também: Fit Mzt funciona

22. Dê preferência sempre à “comida de verdade”
Se você quer perder peso e ser uma pessoa mais saudável, dê preferência sempre a alimentos (em vez de produtos)… Uma comida de verdade não tem uma lista enorme de ingredientes, porque ela é o próprio ingrediente.

23. Aposte num suplemento com glucomannan
A glucomannan é um tipo de fibra que absorve água, fazendo com que você se sinta mais satisfeita e, assim, consuma menos calorias. Isso foi o que apontou uma pesquisa da Universidade de Wageningen (Holanda).

Outro estudo apontou que as pessoas que usaram suplementação com glucomannan perderam mais peso do que aquelas que não utilizaram a suplementação.

Leia também: Kifina

24. Fuja de “dietas”

FOTO: GETTY IMAGES

De acordo com um estudo, as pessoas que aderem a “dietas” tendem a ganhar mais peso ao longo do tempo. Por isso, um conselho certo é: fuja das “dietas da moda”, especialmente daquelas radicais que prometem grande perda de peso em pouco tempo.

O caminho para emagrecer não é outro senão aprender a comer corretamente, se exercitar e mudar alguns hábitos.

Sim, algumas estratégias podem ajudar, mas o ponto de partida é ter consciência de que não existem milagres e que a melhor dieta para emagrecer é aquela planejada para você, por isso, não hesite em procurar um nutricionista!

Como funciona o clareamento dental?

Como funciona o clareamento dental?

O clareamento dental se produz de duas formas: Primeiro são eliminadas as manchas na superfície do dente e abaixo do esmalte. Segundo, previne-se a aparição de novas manchas na superfície dental.

Como funciona a eliminação de manchas?
A eliminação das manchas na camada externa do dente pode ser através de ações químicas e físicas. Estas ações destroem ou alteram as manchas da camada externa do esmalte, e como resultado são obtidos dentes mais brancos e brilhantes.

Para eliminar as manchas acumuladas na estrutura dental (abaixo do esmalte) é necessário que aconteça um processo químico que irá clarear a estrutura do dente através da oxidação das moléculas da mancha. Os métodos de clareamento variam conforme a concentração de peróxido, que é o agente clareador mais utilizado atualmente, e que permite controlar o grau de brancura desejado nos dentes.

Os métodos de clareamento dental incluem tratamentos profissionais realizados por dentistas, creme dental com efeito clareador, e sistemas de branqueamento caseiros.

O que causa as manchas nos dentes?
As manchas na superfície dos dentes ocorrem por vários fatores. Para ajudar a ter um sorriso brilhante e saudável, evite os alimentos que provoquem as manchas. Por exemplo, alimentos e bebidas a base de cola, vinho tinto, chá, entre outros. Hábitos como o fumo ou uma higiene dental deficiente também podem favorecer o aparecimento de manchas na superfície dental.

Para ter um sorriso branco e saudável , use Oral-B 3D White.

Leia também: WhiteDent

Qual é a melhor forma de clarear os dentes?
Se estiver considerando clarear seus dentes, pode escolher entre diversas opções: desde tratamentos profissionais até tratamentos caseiros. Apresentamos a seguir alguns fatores que devem ser levados em conta:

1. Quais é a opção que oferece os melhores resultados?

Nossa linha completa de cremes dentais com efeito clareador lhe permite escolher aquele que melhor se ajustar às suas necessidades. Nossa fórmula de brancura mais avançada até agora é o creme dental Oral-B 3D White Perfection. Graças às suas micropartículas polidoras, remove as manchas superficiais e gera uma camada protetora para prevenir que novas manchas se adiram à superfície dental trazendo um sorriso mais branco e brilhantes.

2. Qual é a opção que cuida da saúde e da beleza dos dentes?

Desde um tratamento avançado de clareamento a um tratamento mais suave, nossos cremes dentais oferecem uma grande variedade de resultados. Nosso creme Oral-B 3D White Perfection remove até 100 % das manchas superficiais em 3 dias * e evita que novas manchas se adiram à superfície do esmalte. Adicionalmente, o flúor protege o esmalte dental. Além de ajudar a combater a placa e a cárie, oferece um sorriso mais branco e saudável.

Nossa linha completa de cremes dentais elimina as manchas da superfície e a placa acumulada diariamente. Os enxaguantes bucais, além de oferecer múltiplos benefícios, protegem os dentes contra a aparição de futuras manchas e proporcionam um cuidado completo de rotina.

Recomendamos usar a linha completa de Oral-B 3D White: fio, escova, creme e enxaguante para um sorriso mais saudável, branco e brilhante.

Quais são as 5 principais causas da impotência sexual?

Quais são as 5 principais causas da impotência sexual?

A sexualidade é uma importante função para a vida da maioria das pessoas adultas, por isso, problemas que impedem o pleno funcionamento da atividade sexual podem gerar transtornos à vida do indivíduo. Existem cinco possibilidades de causas da impotência sexual, ela pode ser orgânica, emocional, hábitos ruins, uso excessivo de alguns medicamentos e ainda ao excesso de peso.

Entenda melhor como a impotência sexual pode ocorrer:

Causas da impotência sexual ligadas ao emocional
As causas da impotência sexual ligadas ao emocional podem ser variadas, desde a ansiedade e o medo, relacionados ao ato sexual em si e ao medo de decepcionar a parceira, até mesmo problemas externos que podem afetar a vida do homem, como problemas financeiros, estresse, etc.

A maioria dos casos de impotência sexual estão relacionados a causas emocionais, o que não significa necessariamente, que será mais fácil solucionar o problema, pois é preciso antes de mais nada encontrar a causa exata.

Causas orgânicas
As causas da impotência sexual de origem orgânica também podem ser variadas, entre elas a vascular de origem arterial, a hormonal e as alterações anatômicas do pênis. A mais comum é a hormonal, que em geral está relacionada ao envelhecimento ou a outros problemas relacionados a baixas na testosterona.

Já no que se refere a problemas vasculares, o que pode ocorrer é uma ereção que não consegue se manter por muito tempo, devido à pouca capacidade em enviar sangue para as regiões necessárias.

Leia também: Viagra Natural Anvisa

Causas relacionadas a hábitos de vida ruins
Alguns hábitos como o uso excessivo de álcool, de drogas e o tabagismo podem ser causas da impotência sexual. Entretanto, diferente das duas primeiras, nesse caso o problema de impotência pode ser pontual, não se estendendo a todas as relações sexuais, nem a um período longo na vida do indivíduo.

Causas relacionadas ao uso de alguns medicamentos
Alguns remédios podem causar efeitos colaterais que podem ser uma das causas da impotência sexual. Medicamentos como antidepressivos, antipsicóticos e ainda anti-hipertensivos em doses elevadas podem causar problemas no desempenho sexual. Assim como no caso de hábitos ruins, eles podem se normalizar com a suspensão do medicamento, porém, todo o processo deve ser acompanhado pelo médico.

Causas relacionadas ao excesso de peso
O funcionamento pleno das funções sexuais podem sofrer alterações relacionadas ao excesso de gordura corporal. Por isso, pessoas obesas ou com excesso de peso, podem sofrer de impotência sexual ou mesmo apresentar um baixo desempenho sexual por causa da condição do corpo.

A busca por um médico deve ser o primeiro passo para descobrir qual das causas da impotência sexual é a que está afetando seu desempenho. A partir disto é possível buscar o melhor tratamento.

Em alguns casos, como as causas emocionais principalmente, existem terapias alternativas, que não envolvem remédios e que possuem um efeito mais rápido e duradouro.

Uma dessas terapias é a hipnose clínica. Nela é possível encontrar qual foi o gatilho que desencadeou o problema emocional relacionado ao desempenho sexual, e assim, tratá-lo de maneira eficiente eliminando-o da sua vida.

Remédio para Emagrecer

Remédio para Emagrecer

Hoje, consigo falar abertamente sobre essa fase que quase destruiu a minha vida, mas apenas porquê o Quitoplan me devolveu tudo aquilo que eu acreditei que nunca mais teria: uma vida feliz e saudável.

Isso aconteceu quando eu voltei para o meu emprego de caixa, em uma loja de shopping, após o término da minha licença maternidade. É incrível como uma mulher com 35 anos consegue engordar tanto após dar à luz. Eu não imaginava que era possível ganhar tanto peso assim e não conseguir emagrecer de volta.

Essa não é mais uma história de um remédio caseiro para emagrecer em 3 dias, pois isso nem existe. Todo esse papo de que é possível perder peso em apenas 3 dias é um absurdo! Estou falando por experiência própria. Existem sim remédios para emagrecer rápido, mas nesse tempo eu nunca achei nenhum que funcionasse verdadeiramente.

Leia também: Kifina Anvisa

Engordei 15 kg e perdi meu emprego
Trabalhei por mais de 5 anos, como caixa de uma loja de sapatos femininos, dessas que tem unidades em todo o Brasil. Apesar de ser cansativo, eu era muito feliz com a minha vida. Estava casada já haviam 6 anos, e durante quase todo esse período eu e meu marido planejamos construir uma família.

Foram meses de dedicação, planejamento, economias, tudo certinho para quando a Clarinha chegasse, as condições estivessem perfeitas. Foi uma fase em que todos os dias eu acordava feliz, pois todo o meu esforço era voltado pensado na nossa filha.

Foram várias viagens que adiamos, coisas que não fizemos, carros que não trocamos, tudo pensando na pequena. E assim aconteceu. A gravidez foi uma benção e tudo ocorreu bem. Sabíamos que o universo estava a nosso favor quando veio a confirmação de que o sexo era feminino.

Entretanto, o mundo virou de pernas para o ar quando eu voltei ao meu emprego. Os dias daquela primeira semana pareciam ter 72 horas. Passei por coisas tão horríveis que tudo colaborava para que o meu sofrimento fosse o mais longo e demorado possível. Era o verdadeiro inferno.

Durante a gravidez, eu ganhava peso todos os dias. Contudo, eu achava que era normal engordar tanto nesse período, e após o parto eu voltaria ao meu peso ideal. Não instantaneamente, mas durante as próximas semanas eu acreditei que começaria a emagrecer rápido. Eu estava enganada.

Remédio para emagrecer natural

Para você entender melhor como era a minha função, eu ficava como caixa em uma loja de shopping. Porém, o espaço atrás do balcão era muito pequeno. Assim, sempre era muito complicado a circulação de pessoas ali. Diariamente as meninas esbarravam em mim, mesmo quando eu era magra, pois precisavam pegar algumas caixas e outras materiais que ficavam por ali.

Leia também: Phytophen Anvisa

Primeiramente já era uma situação muito delicada, pois as vendedoras acompanhavam os clientes até o caixa, preparavam a sacola, e eu fazia a cobrança. Tínhamos que tomar muito cuidado, para que aquela movimentação toda ali atrás do caixa não parecesse desorganizado. A loja era muito fina, várias clientes de classe média-alta faziam compras lá. Então tudo tinha que ser o mais delicado possível.

Entretanto, quando voltei da licença maternidade, eu já estava muito gorda. Apesar das meninas não ficarem falando do meu peso na minha cara, o espaço que já era pequeno ficou menor ainda, e eu mesma comecei a perceber que estava atrapalhando a rotina de todas que precisavam transitar por ali.

Nas primeiras vezes, essa falta de espaço causada pelo meu tamanho, não incomodou tanto. Contudo, isso foi se repetindo tantas vezes, que as vendedoras começaram a reclamar para a gerência. Elas alegavam que eu estava muito gorda e atrapalhava o fluxo de trabalho delas.

No começo, eu não fiquei sabendo disso, mas todas elas começaram a me tratar muito mal. Chegou ao ponto de me chamarem de gordinha, de forma pejorativa, na frente de uma cliente. Aquilo foi uma tempestade de desgosto no meu dia. E não parou por aí.

No terceiro dia, quando cheguei para trabalhar, eu abri a gaveta do meu caixa para conferir o dinheiro, e para a minha surpresa tinha um panfleto. Peguei aquele papel, olhei bem, e vi que era sobre alguns remédios para emagrecer natural. Eu parecia estar vivendo em um daqueles filmes americanos em que a turma toda faz bullying com a gordinha da escola.

Remédio caseiro para emagrecer
Contudo, apesar de todo aquele transtorno, e de estar sofrendo muito, tanto com a minha baixa autoestima, e também as ofensas, eu decidi procurar algum remédio caseiro para emagrecer. Eu usava o próprio computador da empresa para fazer isso. Encontrei um monte de remédio para emagrecer natural. Fiquei até perdida para escolher algum.

Os dois que mais me chamaram a atenção, foi uma receita de remédio caseiro para emagrecer com limão, e um outro que dizia ser um remédio caseiro para emagrecer em 3 dias. Meu desespero já era tanto, que eu resolvi testar. Fui na farmácia mais próxima e comprei esse remédio para emagrecer rápido. Foi dinheiro jogado fora.

Eu paguei caríssimo nesse produto, e não me fez perder 1 kg sequer nos três dias. Nem a receita do remédio caseiro para emagrecer com limão funcionou. Eu já me via desesperada, pois começava a sofrer cada vez mais pressão no meu emprego.

Remédio para emagrecer rápido
No sábado, no fim do expediente, a gerente me chamou para conversar. Primeiramente ela tentou ser educada, mas não conseguiu manter isso até o fim da conversa. Alegou que eu estava atrapalhando as vendedoras, pois ocupava muito espaço atrás do balcão.

Contudo, ainda falou várias vezes para eu arrumar algum remédio para emagrecer rápido. Se não eu seria cortada do quadro de funcionários. Isso acabou comigo. Eu não conseguiria olhar mais para a cara de nenhuma delas. Assim, já pedi para que ela me mandasse embora naquele momento.

Primeiramente porquê eu não encontraria um remédio para emagrecer rápido e barato em tão pouco tempo. E depois eu já não tinha mais psicológico nenhum para continuar em um lugar onde todas me desrespeitavam por causa do peso.

Melhor emagrecedor
Quando contei ao meu marido, ele ficou arrasado. Contudo, me deu total apoio na minha decisão, e ainda por cima disse que me ajudaria a encontrar o melhor remédio para emagrecer. Ele sabe que eu não tenho muita paciência para dietas e academia, e também não poderia fazer uma cirurgia de redução pois não fazia muito tempo que tinha feita a cesárea.

Assim, começamos a procurar o melhor remédio para emagrecer. Até que um dia, assistindo ao programa do Fábio Porchat, ele comentou sobre um novo remédio para emagrecer, chamado Quitoplan. Decidimos investigar um pouco sobre ele.

Melhor remédio para emagrecer

Todas as mulheres que utilizaram o Quitoplan, disseram que ele era o melhor remédio para emagrecer. Eu só acreditei nisso, pois vi dezenas de fotos, entrevistas, relatos pessoais, e um vídeo onde mostrava o produto absorvendo a gordura do estômago. Naquele momento, a esperança começou a nascer em mim novamente.

Novo remédio para emagrecer – Quitoplan
Encontrei uma matéria sobre esse remédio para emagrecer liberado pela Anvisa. O Quitoplan já era utilizado em 44 países, e ajudou milhares de pessoas a terem uma vida maravilhosa novamente. Recentemente a Anvisa havia liberado a comercialização dele no país, então fui quase uma das primeiras que começaram a utilizar dele aqui no Brasil.

A fórmula do Quitoplan é 100% natural. Ele é composto por quitosana e psyllium, duas fibras naturais e poderosíssimas para absorver gordura. Assim elas não deixavam o nosso organismo absorver gordura, eliminando tudo pelas fezes.

Saudável, magra e feliz novamente.
Não demorou para eu receber o produto na minha casa, e logo comecei a tomar as cápsulas do Quitoplan. Foi bem simples, era só tomar antes do almoço e da janta. Depois de algumas semanas eu notei esses benefícios no meu corpo e na minha vida:

Regulou meu intestino;
Eliminou gordura;
Controlou meu apetite;
Reduziu minhas medidas;
Trouxe de volta minha felicidade;
Sim, o Quitoplan praticamente resolveu todos os meus problemas. Toda aquela dor que eu sentia, toda a humilhação e sofrimento que passei, foi por causa do meu excesso de peso. E investir no tratamento com o Quitoplan foi a melhor coisa que eu fiz na minha vida.

Leia também: Kifina comprar

Além das cápsulas, ele acompanha um aplicativo, com dezenas de materiais. Tudo é voltado para a perda de peso. Eu quase não acreditei que consegui emagrecer 17 quilos em tão pouco tempo, apenas tomando Quitoplan. Definitivamente ele é o melhor emagrecedor de 2018.

Onde comprar Remédio para emagrecer
Para fazer a compra segura do Quitoplan é só acessar os links que irei disponibilizar abaixo. A compra é feita no site oficial e você recebe o produto em casa. É muito simples: só preencher uma pequena listinha de informações, selecionar qual dos kits você quer adquirir e pronto.

Quando o pagamento é confirmado você já recebe o download do aplicativo. Assim já pode ir navegando nos conteúdos, até o produto chegar. O que também não demorou.

Não perca mais tempo procurando receitas caseiras para emagrecer naturalmente. Invista hoje mesmo no Quitoplan, enquanto a promoção de frasco extra, e desconto mesmo no cartão de crédito ainda estão de pé.

Se você quer mudar de vida, se sentir bem consigo mesma e ainda por cima perder peso sem muito esforço, faça sua encomenda agora mesmo. É rápido, fácil e seguro.

Click no link abaixo e compre no mesmo site que eu. Mas corre, que a promoção pode se encerrar a qualquer momento!

Disfunção erétil: sintomas, tratamentos e causas

Disfunção erétil: sintomas, tratamentos e causas

O que é Disfunção erétil?
Disfunção erétil ou impotência sexual é a incapacidade permanente de obter ou de manter uma ereção rígida o suficiente para uma relação sexual satisfatória.

Disfunção erétil: entenda o problema

Disfunção erétil ou impotência sexual é a incapacidade permanente de obter ou de manter uma ereção rígida o suficiente para uma relação sexual satisfatória.

Disfunção erétil: entenda o problema

Disfunção erétil ou impotência sexual é a incapacidade permanente de obter ou de manter uma ereção rígida o suficiente para uma relação sexual satisfatória.

Disfunção erétil: entenda o problema

Disfunção erétil ou impotência sexual é a incapacidade permanente de obter ou de manter uma ereção rígida o suficiente para uma relação sexual satisfatória.

Disfunção erétil: entenda o problema

Causas
Como para a obtenção de uma ereção vários órgãos e tecidos precisam funcionar em harmonia, existem muitas situações que afetam um ou mais desses participantes e podem cursar com disfunção erétil. Nem sempre os médicos conseguem definir exatamente qual o percentual de participação de cada estrutura envolvida. A impotência sexual está relacionada a diversas doenças e tratar a disfunção envolve obrigatoriamente a descoberta de sua causa.

São causas da disfunção erétil:
Distúrbios psicológicos
Doenças hormonais (diabetes, queda de testosterona, problemas endócrinos)
Doenças neurológicas (lesões na medula, mal de Alzheimer e Parkinson)
Doenças vasculares, que causam entupimento das artérias e veias, prejudicando a chegada do sangue ao pênis (hipertensão arterial, aterosclerose)
Consumo excessivo de medicamentos
Cirurgias pélvicas
Doença de Peyronie ou fibrose dos corpos cavernosos
Alcoolismo e tabagismo.
Fatores de risco
Todos os conhecidos fatores de risco para doenças cardiovasculares como infarto e derrame também são considerados fatores de risco para disfunção erétil. São eles:

Diabetes
Hipertensão arterial
Dislipidemia (colesterol e triglicérides alterados)
Tabagismo
Obesidade
Sedentarismo.
Isso ocorre por conta da necessidade de um enorme aumento do fluxo de sangue para que o pênis fique ereto. Quando a circulação para o órgão está comprometida por um desses fatores, a disfunção erétil pode surgir.

Outros fatores considerados de risco são situações que afetam a autoconfiança do homem como desemprego, aposentadoria, crises financeiras, luto na família, entre outros.

É importante ressaltar que apenas o envelhecimento não constitui uma causa de disfunção erétil.

Diagnóstico e Exames
Buscando ajuda médica
Falhas eventuais de ereção podem acontecer a qualquer homem. Mas quando a ereção não é adequada e isso se repete com freqüência, vale a pena procurar ajuda médica. Lembre-se que os fatores de risco são semelhantes e que o problema circulatório para o pênis pode alertar para outros sistemas do corpo que não andam bem.

Diagnóstico de Disfunção erétil
A impotência sexual tem cura e o primeiro passo é o diagnóstico correto.

Saiba mais: Vídeo: saiba como é feito o diagnóstico da disfunção erétil
Em seguida ele busca identificar possíveis fatores de risco como os citados acima. Por exemplo: se existe hipertensão arterial, ela precisa ser tratada. Quando o problema é o controle da glicose, o médico irá orientar sobre o tratamento.

O próximo passo é tratar o problema em si e hoje existem vários medicamentos para melhorar a ereção.

O diagnóstico da disfunção erétil é eminentemente clínico, ou seja, o médico chega a esta conclusão conversando com o paciente.

Saiba mais: Deixe o preconceito contra a impotência de lado
Ecodoppler peniano
Quando os medicamentos orais não resolvem, os médicos costumam encaminhar o paciente para o especialista, que é o urologista. Ele vai aprofundar a investigação e pode lançar mão de outro recurso usado para o diagnóstico da disfunção erétil: o ecodoppler peniano. Nesse exame é feito um medicamento injetável no pênis e uma ereção é produzida. O método é utilizado para medir o fluxo arterial, observar o comportamento da túnica que reveste os corpos cavernosos e avaliar a resposta erétil obtida.

O exame é feito no consultório médico ou clínicas de radiologia e o medicamento faz efeito em 5 a 10 minutos. O exame com injeção intracavernosa e Doppler serve para avaliar a gravidade da disfunção erétil e ao mesmo tempo possibilita ao urologista pensar em alternativas terapêuticas como a auto-injeção ou implantes penianos (as famosas próteses).

Tratamento e Cuidados
Tratamento de Disfunção erétil
O tratamento da disfunção erétil começa com a identificação e controle dos fatores de risco. Além disso, o médico hoje costuma prescrever os medicamentos orais chamados inibidores da fosfodiesterase tipo 5. Sildenafila, vardenafila e tadalafila são os mais conhecidos e utilizados.

Leia também: Big Size preço

Saiba mais: Vídeo: saiba como é feito o tratamento da disfunção erétil
Quando a medicação oral usada na dose e da maneira adequada não resolve, existem outras modalidades terapêuticas consideradas de “segunda linha” como bomba de vácuo, injeções de vasodilatadores e na chamada “terceira linha”, as próteses penianas, que são o último recurso.

Um ponto muito importante e nem sempre valorizado consiste em cuidar do relacionamento. Avaliar a parceira e como o casal está conduzindo seus problemas e questões. Em alguns casos, vale o apoio de psicólogos ou outros profissionais para melhorar a relação do casal.

Medicamentos para Disfunção erétil
Os medicamentos mais usados para o tratamento de disfunção erétil são:

Cialis
Viagra
Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula. Evite fazer testes em que ocorra a comparação do desempenho com ou sem medicamento (do tipo: “hoje não tomarei o remédio para ver se estou curado…”).

Convivendo (prognóstico)
Convivendo/ Prognóstico
Como existem várias causas para a disfunção erétil, o prognóstico varia bastante. Sabemos hoje que os casos mais difíceis para tratamento incluem os diabéticos e os pacientes submetidos a prostatectomia radical (cirurgia para tratar o câncer da próstata). Esses são os que não respondem a terapia oral com mais freqüência. Mas eles também podem ser tratados com outros métodos e voltarem a vida sexual ativa.

Disfunção erétil tem cura?
Hoje existe tratamento para qualquer tipo de disfunção erétil. Procure um urologista e adote hábitos de vida saudáveis. Estabeleça um bom relacionamento com o médico e explique detalhadamente seu problema. Não tenha vergonha e confie na orientação médica.

Quando existe empenho do paciente e ele consegue controlar os fatores de risco identificados, como no caso de um homem tabagista, obeso e sedentário que resolve depois do diagnóstico de impotência sexual se exercitar regularmente (tendo visitado antes seu cardiologista que o liberou para prática de exercícios físicos), emagrece e para de fumar, o quadro de disfunção tende não somente a estabilizar mas pode ser revertido.

Prevenção
Prevenir a disfunção erétil significa preservar a boa circulação do sangue e na verdade as orientações são muito semelhantes àquelas fornecidas nos consultórios dos cardiologistas:

Adote hábitos de vida saudáveis
Controle seu peso
Faça exercícios regularmente.
Visite seu médico regularmente e trate com dedicação os chamados fatores de risco:

Se você fuma, pare imediatamente
Se for hipertenso, siga o tratamento à risca e tome o medicamento sempre
Se for diabético, controle as taxas de glicose, seguindo a dieta e usando os medicamentos adequadamente.
Links Úteis
Sociedade Brasileira de Urologia

Referências
Revisado por: Urologista Valter Javaroni, membro do Departamento de Sexologia Humana da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) (gestão 2012-2013) e membro do Departamento de Educação Continuada da SBU seccional Rio de Janeiro (gestão 2014-2015)

Como e para que tomar colágeno

Como e para que tomar colágeno

O colágeno é uma proteína. Sua função é primordialmente estrutural, ou seja, proporciona sustentação às células, mantendo-as unidas, sendo o principal componente proteico de órgãos como a pele, ossos, cartilagens, ligamentos e tendões.

O colágeno é como um bloco de construção do corpo. Ele nos mantém com aparência jovial e saudável, e por isso cada vez mais as pessoas tem procurado tomar colágeno (quer seja em pó, em cápsulas ou alimentos com colágeno). No entanto, é melhor conhecer a realidade dos efeitos do colágeno, antes de gastar dinheiro em tratamentos de colágeno – e sobre os riscos que você pode levar em usar certos tipos de suplementos de colágeno.

Como o colágeno está no organismo

Leia também: o que é Colágeno em pó

Esta proteína representa cerca de 30% de toda esta estrutura no organismo humano. A partir dos 25 anos (aproximadamente, esta idade varia de acordo com aspectos genéticos e ambientais), passamos a sofrer uma perda de colágeno por volta de 1% ao ano.

Aproximadamente aos 50, o organismo passa a produzir apenas cerca de 33% do colágeno necessário para os órgãos de sustentação. Ou seja, não há uma produção/reposição adequada do colágeno no organismo.

Esta é apontada como uma das principais causas dos sinais do envelhecimento, uma vez que com a diminuição do colágeno os músculos ficam flácidos, a densidade dos ossos diminui, as articulações e ligamentos perdem sua elasticidade e força, e a cartilagem que envolve as articulações fica frágil e porosa. A deficiência de colágeno está também associada com a diminuição da espessura do fio capilar e com a desidratação e perda de elasticidade da pele, culminando em flacidez e no aparecimento de estrias, celulites e rugas.

Leia também: Skin renov reclame aqui

Viram quanto impacto o colágeno pode ter na saúde e beleza das pessoas?

Suplementos

Os suplementos de colágeno são supostamente para reverter esta perda natural. Existem hoje no mercado muitas formas de suplementos de colágeno: em cápsulas, em pó, em barras de cereais ou outros alimentos, em shakes, em cremes e até em injeções (este um caso a parte, pois apenas o médico dermatologista ou cirurgião plástico pode fazer a aplicação.)

Efeitos e como tomar

Publicidade

Os reais efeitos dos suplementos de colágeno são discutíveis. Existem poucos estudos sobre os efeitos dos suplementos de colágeno em condições de flexibilização, como a osteoartrite. No entanto temos alguns estudos que sustentam a suplementação do colágeno para manutenção e melhora das condições do organismo. Alguns importantes estudos foram realizados no Brasil pela Unicamp/Campinas.
Uma dúvida muito comum é como tomar este colágeno.

Em primeiro vale a pena você conversar com seu nutricionista para avaliar a sua alimentação, pois precisamos ter um bom nível de saúde e uma dieta bem equilibrada para garantir a produção de colágeno pelo próprio organismo. Além disso quanto melhor for a sua alimentação no dia a dia, mais fácil será a absorção deste colágeno suplementado. Alguns fatores que interferem neste processo de reposição: presença de vitamina C no dia a dia, vitamina D, água (boa hidratação), e alguns fatores externos como prática de atividade física e exposição ao sol.

Garantindo a boa alimentação, podemos começar a pensar na suplementação do colágeno. A dose recomendada desta proteína é de cerca de 10g ao dia.

O melhor colágeno é o hidrolisado ou HC (HIDROLISADO DE COLÁGENO) devido à sua alta absorção gastrointestinal. Então o que mais recomendado é você comprar o colágeno hidrolisado em pó mesmo, e adicionar à sua refeição: misturar no leite, no suco, ou na fruta por exemplo. Compre em casa de produtos naturais ou em farmácias de manipulação.

Efeitos e riscos

Os riscos de efeitos colaterais variam, dependendo do tipo de colágeno e tratamento que você recebe. Os cremes de colágeno, provavelmente, vão fazer o maior dano à sua carteira, e não no seu rosto. Os suplementos orais podem principalmente representar um perigo se você tem sensibilidade alimentar ou alguma condição que impossibilite esta suplementação. A maioria do colágeno disponível no mercado é feito a partir de colágeno obtido da hidrólise em animais como bovinos ou suínos, injeções de colágeno pode ter alguns efeitos secundários.

Diferenças Entre os Tipos de Colágenos e Seus Benefícios

Diferenças Entre os Tipos de Colágenos e Seus Benefícios

Principal Diferenças Entre os Tipos de Colágenos e Seus Benefícios
O colágeno é uma proteína de origem animal que proporciona firmeza às cartilagens e à pele, além de outras partes do nosso corpo que os ossos não sustentam. Abundante em mamíferos, é encontrada nos tecidos conjuntivos do corpo, tais como ossos, tendões, cartilagens, veias, pele, dentes, mas também nos músculos e na camada córnea dos olhos.

Ele representa de 25-30% das proteínas presentes no corpo humano, sendo alguns tipos de colágeno mais abundantes do que outros. Porém, com o início da fase adulta, a deficiência de colágeno começa a ser notada, pois o organismo diminui sua produção, sendo necessária a sua suplementação.

Os diversos colágenos existentes no mercado apresentam diferenças entre tipo, conteúdo de aminoácidos, composição nutricional e indicação de uso.

Nesse post, entenda a diferença de alguns tipos de colágeno existentes e conheça quais estão disponíveis para manipulação. Acompanhe!

Quais são os tipos do melhor colágeno hidrolisado?
Tipo I
É o mais comum; aparece nos tendões, na cartilagem fibrosa, no tecido conjuntivo frouxo comum, no tecido conjuntivo denso (onde é predominante sobre os outros tipos), sempre formando fibras e feixes, ou seja, está presente nos ossos, tendões e pele.

Leia também: Skin renov bula

Tipo II
É produzido por condrócitos, aparece na cartilagem hialina e na cartilagem elástica. Não produz feixes. Presente nos discos intervertebrais, olhos e cartilagem.

Colágeno nativo
Essa versão de colágeno não foi reduzida em partículas menores ou desnaturada para a absorção mais otimizada. Todas as outras opções são obtidas a partir desse tipo de colágeno.

Desnaturado
A partir de um processo que consiste no aquecimento, o colágeno desnaturado é preparado — visando maior eficiência dos aminoácidos. Essa desnaturação é um processo irreversível, que altera o pH e atua diretamente nas cadeias peptídicas dos aminoácidos.

Essa versão do colágeno não é uma das mais procuradas entre todos os tipos de colágeno e não promete benefícios para articulações.

Colágeno hidrolisado
Sendo um dos suplementos mais procurados para auxiliar na saúde da pele, a versão hidrolisada do colágeno traz ainda mais benefícios para melhorar a aparência de quem a utiliza. Com essa suplementação é possível garantir um reforço com efeito rejuvenescedor, além de melhorar a saúde das cartilagens e dos ossos — já que ele é indicado para o tratamento de artrite.

Outro grande benefício do colágeno hidrolisado é que ele é absorvido muito mais facilmente e, assim, garante ainda mais eficiência dos aminoácidos. Isso se deve ao fato de o colágeno ser composto por partículas muito pequenas, o que facilita a rápida absorção da substância.

Os suplementos com colágeno hidrolisado são extraídos da pele de gado com alta qualidade. Eles possibilitam a melhora na hidratação e na suavidade da pele do indivíduo que o utiliza.

De qual maneira o colágeno age no corpo?
O colágeno é amplamente utilizado em questões estéticas, uma vez que contribui para protelar as tão temidas rugas. No entanto, sua presença é muito importante para o bom funcionamento das células e, portanto, do organismo como um todo.

Como se pode notar, a ingestão de colágeno gera vários benefícios para seu organismo. Confira a seguir alguns dos principais resultados:

dá sustentação estrutural para ossos, dentes, pele, vasos e, inclusive, alguns órgãos;
melhora a elasticidade e firmeza da pele;
protege as articulações;
auxilia na prevenção do surgimento das temidas estrias e celulites;
age na prevenção do envelhecimento das células e rejuvenesce a pele;
protege os ossos, prevenindo contra a osteoporose;
promove a renovação das células;
potencializa e melhora a cicatrização.
Quais estão disponíveis para manipulação?
UC II® — Colágeno tipo II não desnaturado

UC II® é um colágeno do tipo II, não desnaturado, derivado da cartilagem de frango. É fabricado através de um processo de produção patenteado, não enzimático, a baixas temperaturas, o que garante a obtenção de um colágeno puro, sem alteração molecular, com atividade biológica inalterada.

É capaz de dessensibilizar o sistema imunológico. Dessa forma, previne o “ataque” autoimune às cartilagens. Por consequência, há um bloqueio da inflamação, sem a qual o paciente não apresenta mais o quadro de dor.

INDICAÇÕES:
• artrose e osteoartrose;

• artrite e osteoartrite;

• artrite reumatoide;

• poliartrite reumatoide juvenil;

• lesão articular;

• lesão da cartilagem.

Cartidyss® — Colágeno tipo II hidrolisado
É um complexo marinho composto de colágeno tipo II hidrolisado (96% de peptídeos de baixo peso molecular), polissacarídeos marinhos (glicosaminoglicanos — sulfato de glicosamina, sulfato de condroitina e ácido hialurônico) e ainda o mineral fosfato de cálcio.

Pode ser utilizado IN e OUT, estimulando e mantendo a função da derme, com o objetivo de contribuir para a firmeza, sustentação e hidratação da pele.

INDICAÇÕES:
• alto poder de hidratação para a pele;
• aumenta sustentação, elasticidade e firmeza da pele;

• melhora as propriedades mecânicas da epiderme;

• benefícios de autopreenchimento à pele;

• secundário: coadjuvante na prevenção da saúde das articulações.

Verisol® — Peptídeos do colágeno
É uma combinação única de Peptídeos Bioativos de Colágeno®, obtidos a partir de um processo tecnológico especial e patenteado, que origina peptídeos específicos para atuar nas células dérmicas e, assim, estimular e restaurar o metabolismo dessas células de dentro para fora.

Provocam uma resposta quimiotática em fibroblastos dérmicos, promovendo o aumento da síntese de colágeno tipo I e proteoglicanos, envolvidos na formação e sustentação das fibras elásticas dérmicas.

INDICAÇÕES:
• ação antienvelhecimento;

• restabelecer a elasticidade e hidratação da pele;

• estimular a produção de colágeno e proteoglicanos.

Por fim, são vários os tipos de colágeno, uns produzidos pelo próprio corpo e outros que podem ser ingeridos e que trazem muitos benefícios para a saúde da pele e do corpo. É importante lembrar que colágeno não é só assunto de beleza. Ele também tem grande papel na saúde, especialmente na locomoção.

Agora que você já sabe que o colágeno é um grande aliado da nossa saúde física, confira também qual é a função do colágeno no corpo e se torne um especialista no assunto!