Olheiras: conheça três tratamentos para lidar com o escurecimento da região dos olhos

Olheiras: conheça três tratamentos para lidar com o escurecimento da região dos olhos

Nem sempre o surgimento de olheiras está relacionado a uma noite maldormida. As famosas manchas escuras, às vezes profundas, na região dos olhos podem se manifestar por razões genéticas e até mesmo pelo envelhecimento da pele.

Nem sempre o corretivo ajuda e, dependendo do caso, exige um tratamento específico.

– As olheiras podem ter origem vascular, pela deposição de pigmento ou por características genéticas, pela anatomia da área dos olhos, que pode ser mais profunda, gerando uma sombra no local. E pode ser intensificada por uma baixa circulação do sangue, que acontece quando não dormimos bem – explica a dermatologista Vanessa Santos Cunha.

Com o passar dos anos, a pele costuma ficar mais ressecada e flácida. Segundo a dermatologista, a hidratação através de cremes, combinado com outros procedimentos, pode ser uma solução.

Leia também: olheiras ante e depois

Os tratamentos podem ocorrer através do uso de laser ou luz intensa pulsada ou preenchimento com ácido hialurônico. A utilização de despigmentantes tópicos, como cremes, normalmente têm efeito mais limitado, embora também ajudem na recuperação da área.

Foto: Pixabay
Tipos de olheiras
Não é difícil identificar qual é o seu tipo de olheira.

Segundo a dermatologista, a estrutural se manifesta através de uma sombra abaixo dos olhos, causada por falta de tecido na região ou olhos geneticamente mais fundos, e pode ser agravada com o envelhecimento e consequente flacidez.

A pigmentar tem um tom amarronzado e ocorre pela deposição de pigmento na pele. É mais comum em pessoas de pele morena, alérgicas ou com tendência genética.

Já a vascular surge por alterações nos vasos sanguíneos e são avermelhadas, arroxeadas ou azuladas. Há, ainda, as olheiras de tipo misto, que são as mais comuns, com uma combinação dos sintomas.

Meu Resultado! Perdendo Peso e Medidas!

Oii gatonas…

Quem se lembra que no dia 25 de janeiro eu postei aqui no Blog ( aqui) que eu iria entrar na luta contra a Balança e a minha “pochetinha” na barriga????

Pois é.. como prometido vim mostrar os resultados… que para mim foram MEGA POSITIVOS… pois em 1 mês perdi 2 quilos e dei uma bela afinada na cintura!! Ebaaaaa … tô muito feliz… : )

Meus dois amigos foram.. Chá Verde + Gel de Massagem CORPS Hinode
E clarooo… muita força de vontade para não atacar a geladeira e ficar beliscando gordices o tempo todo!!!

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Mas o queridinho MASTER.. “blaster” .. e tudo mais.. vai para… O Gel CORPS que através da bandagem fria conseguiu um milagreeee.. Fiquei até com vergonha de mostrar a foto do meu antes… mas quero muito mostrar o resultado para vocês.. e quem sabe ajudar na perda da “pochetinha” de muitas meninas que estão na batalha também!

Leia também: Womax Gel Lipo anvisa

Vocês não tem ideia de como tirar fotos é importante para a gente ver a evolução!!! Bom… eu já estava notando.. pois minhas calças estavam passando com mais facilidade… porém o fato de ver as fotos… fica super nítido como minha cintura melhorou e a danada da “pochetinha” diminuiu!!

Olhem a voltinha da cintura!! *-* … tentei clarear a foto mas não consegui.. Creio que mesmo assim dá para perceber a minha perda de medidas! Esta foto tirei ontem…dia 26/02/2013… ai não achei a mesma blusa… mas coloquei o mesmo short para vocês notarem a diferença!

Leia também: Phytophen funciona

Bom.. agora é continuar mantendo… acho que a bandagem fria vai conseguir afinar ainda mais minha cintura .. vou continuar!.. Devo as vezes comer algumas coisas que tinha eliminado durante o mês passado… porém.. só vou comer em finais de semana e em pouca quantidade!

Leia também: Kifina funciona

Resenha Gel Massageador Redutor de Medidas Corps Lignea 500g Hinode

Oi genteeeee!!!
A resenha de hoje é sobre um produto que eu jamais imaginei que iria usar, pois nunca acreditei que esses produtos usados pra reduzir gordura localizada funcionassem de fato. A questão é que quando eu engordo, a gordura fica acumulada somente na barriga/abdome, e isso incomoda bastante, pois depois de uma certa idade vai se tornando cada vez mais difícil eliminá-la e por conta disso comecei a pesquisar sobre esses géis redutores de medidas e cheguei ao gel da Hinode.

Leia também: Womax Gel Lipo reclamações

“Informações do fabricante: Gel especialmente desenvolvido para auxiliar a queima de gordura localizada.
Contém: mentol de ação refrescante, Cânfora de ação cicatrizante e calmante, Propilenoglicol de ação hidratante, Com eficácia comprovada para combater a celulite.
Benefícios: Melhora a vasodilatação periférica e ativa a drenagem das toxinas, devido a combinação da cânfora e do mentol, auxilia na firmeza dos tecidos da pele graças a ação da crioterapia, melhorando a flacidez e a gordura localizada.


Leia também: Phytophen funciona
É de fácil espalhabilidade, ideal para trabalhos estéticos no combate a gordura localizada, remodelação corporal e principalmente quando se faz o trabalho da lipo redutora manual.
Crioterapia é um tratamento feito a frio com gel massageador, que provoca uma vasodilatação superficial, combatendo a flacidez e a gordura localizada, ao mesmo tempo em que relaxa a temperatura da pele para manter o equilíbrio térmico. O organismo reage produzindo calor, que resulta na queima de gordura localizada. Na região tratada, o gel massageador auxilia atenuando os efeitos da celulite.
A eficácia do produto foi avaliada clinicamente e demonstrou melhora em todos os itens avaliados relacionados a Lipodistrofia ginoide (celulite).
Aplicação e recomendações especiais: Aplicar uma fina camada do Gel massageador, aguardar alguns segundos e reaplicar
Massagem: Na parte abdominal aplicar o produto levemente em movimentos circulares e nas coxas e nos braços, massagear levemente de cima para baixo e de baixo para cima.
deixar agir por mais ou menos 30 minutos.
Para obter um melhor resultado o produto deve ser usado com regularidade.


Leia também: Kifina funciona
Recomenda-se, após a aplicação, fazer exercícios físicos ou caminhar.”

O que eu achei: A textura é de gel (óbvio né), de cor azulada (poderá manchar roupas), tem um cheiro forte de cânfora, a sensação após a aplicação é bem gelada e refrescante, a embalagem é normal e vem com 500g do produto (Ótimo) e custa em média R$ 50,00, um dos mais baratos que encontrei com boas recomendações.
Agora vem o mais importante, se fez ou não efeito:
Sim, o efeito foi assustador de tão bom, em tão pouco tempo, apenas dez dias! Lógico que eu tive que fazer dieta e me exercitar um pouco para atingir os resultados que obtive. Ainda sim, creio quê o que mais auxiliou foi a maneira que eu escolhi para aplicar o produto, infelizmente foi da forma mais trabalhosa, porém foi a melhor forma que eu encontrei pra atingir bons resultados em tão pouco tempo, vejam abaixo (desculpe a qualidade da 1ª foto):

Leia também: Farinha seca barriga funciona

O short se quer dava pra abotoar os botões e após 10 dias abotoou direitinho. Amei o resultado e vou ensinar como eu aplicava o produto: após o banho, eu fazia auto massagem modeladora com o gel por no mínimo 30 minutos, após a massagem enrolava o local com papel filme de cozinha mesmo (umas 5 voltas) e por cima do papel filme, enrolava ataduras, ou seja, fazia uma bandagem após a massagem, daí eu dormia e fazia o que dava pra fazer deixando a bandagem o máximo de tempo possível, depois é só tirar e tomar banho normalmente, e repetir esse processo, em média, pelo menos 3x por semana. O resultado é rápido, mas depende de cada organismo. Para ver como se faz a auto massagem modeladora, utilizei alguns vídeos, são os que eu mais e indico para quem está começando, basta clicar nos links abaixo:

Auto massagem modeladora da Vanessa Cardoso
Auto massagem modeladora do Dicas da Dedessa
Auto massagem modeladora da Vanessa CardosoII
Auto massagem modeladora da Profª Magda

Enfim, você pode fazer do jeito que preferir, se quiser, vale usar cinta modeladora, não é confortável mas depende de cada um. Também, vale a pena desembolsar um valor e pagar um profissional para executar a massagem, ficará em torno de R$ 150,00 e obviamente o resultado vai ser melhor!
Daí você me perguntaria:

1 – E O RESULTADO É PERMANENTE OU TEMPORÁRIO?
Olha só, o resultado é temporário, mas dependendo do quanto você se empenhe, o tempo de duração dos efeitos vai aumentando gradativamente e vai se mantendo, caso você consiga manter uma boa alimentação, pratique exercícios físicos (mesmo que seja pouco como eu) e mantenha as massagens com o produto. Vale a pena gente, só requer um pouco de sacrifício que você pode fazer!!

2 – FUNCIONA PARA CELULITE E ESTRIA?
Quando eu apliquei foi com o intuito de eliminar gordura na região abdominal, não pra estrias ou celulites. Contudo, conforme a gordura ia sendo eliminada não ficaram marcas de celulites na pele!

Curso online sobre a Reforma Trabalhista

Aproveite a oportunidade e atualize seus estudos

Fique por dentro da Reforma Trabalhista!
Você vai fazer o Exame da Ordem e está apreensivo com as questões de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho? Fique tranquilo. Aliás, você já pode se atualizar com o nosso curso online sobre a Reforma Trabalhista estudando com os melhores professores em nosso curso gratuito!

Leia também: o que é Fórmula negócio online

Inclusive, caso a sua área seja em concursos para tribunais ou ainda a carreira jurídica, o CERS oferece cursos online sobre a reforma trabalhista para você atualizar os seus estudos!

Além disso, esta é a sua oportunidade de ficar familiarizado com os desdobramentos da aprovação da Reforma Trabalhista (Lei n. 13.467/2017), que realizou alterações significativas nas relações de trabalho.

Consumo de colágeno traz benefícios ao organismo, dizem especialistas

Produção da proteína entra em queda a partir dos 30 anos de idade.
Médico de Itapetininga (SP) recomenda a reposição natural com alimentos.

Com o passar dos anos o corpo sofre mudanças. Uma delas é a flacidez. Isso incomoda muita gente, no entanto, segundo nutricionistas e ortopedistas, a reposição de colágeno encontrado em diversos alimentos e em fórmulas ajuda a amenizar o problema. O consumir diário da proteína traz benefícios.

Em Itapetininga (SP), a comerciante Maria Luiza Rocha de Moraes, de 42 anos, é adepta do consumo de colágeno para tentar aliar saúde e beleza. Ela afirma que os efeitos estão sendo percebidos, entre elas, diminuição da queda de cabelo diminuiu, as unhas estão mais fortes e a pele mais elástica. “Já tinha ouvido falar que era bom, que era legal, então, comecei a usar. Como eu vi que era não um produto ruim de se consumir, que não era enjoativo, fui tomando. Tornou-se um hábito”, diz.

O colágeno é uma importante proteína produzida no organismo desde o nosso nascimento, mas a partir dos 30 anos a produção começa a diminuir por isso é importante fazer a suplementação.

Colágeno pode ser encontrado em alimentos ou
em fórmulas (Foto: Reprodução / TV TEM)
Nas farmácias e supermercados é possível encontrar o colágeno em pó, para ser diluído na água ou no leite. Dez gramas ao dia ou uma colher de sopa são suficientes. Os especialistas recomendam optar pelo pó do que cápsulas, já que a quantidade a ser ingerida é grande.

De acordo com a nutricionista Mariana Cardenas, a suplementação é benéfica, no entanto, é precisa estar aliada a uma boa alimentação, principalmente daqueles que também são ricos em colágeno como carnes vermelhas e brancas, ovos, leites e derivados. O importante é dar preferência para os menos gordurosos como queijo branco, peito de peru, iogurtes e leite desnatados.

Leia também: Skin renov funciona

Quem já se alimenta bem e passou dos 30 anos pode tomar colágeno. Não há contra indicação para quem deseja fazer essa suplementação. Cardena explica que o colágeno é fundamental no organismo. “O colágeno é importante para a sustentação de estruturas que não são sustentadas pelos ossos. Ele faz a firmeza da pele, unhas, cabelos, cartilagem e tendões, por exemplo. Tudo para haja um suporte a mais. Para quem adota a dieta fica em colágeno, os resultados podem ser percebidos dentro de mais ou menos dois meses”, afirma.

Leia também: Fascia bula

saiba mais
Colágeno evita formação de rugas e previne doenças, diz nutricionista
Farmacêutica transforma veneno de abelha em ‘botox natural’
Nutricionista ensina suco detox e suco para prolongar bronzeado
Tratamentos estéticos ajudam os participantes a perderem peso
O ortopedista Jaime Simões Rodrigues também indica a ingestão de colágeno, mas a principal recomendação é que a reposição seja feita de forma natural, ou seja, a ingestão de carnes, ovos e derivados de leite. “Quantidade certa não existe. O organismo vai usar o que ele precisa. A alimentação dá o material e quem vai elaborar vai ser o próprio corpo”, diz.

O médico afirma ainda que o nosso corpo produz a proteína, mas com a alimentação é possível fazer a manutenção, a prevenção da quantidade de colágeno que vamos ter. Além disso, indica exercícios físicos e exposição controlada ao sol “De fato, com a idade, a produção natural diminui. Então, a alimentação com bastante fontes de proteínas e exercício são essencial para a formação do alinhamento dessas estruturas de colágeno. Tem também o sol que estimula a produção. Outro fator que não podemos esquecer é que para a produção do colágeno no organismo, é preciso a presença da vitamina C. O colágeno só é produzido na presença da vitamina C. Sem a vitamina C, o colágeno não é fabricado pelo corpo. Todas as fontes de proteína basicamente, carne e peixe, por exemplo, trazem a vitamina C e também o colágeno”, destaca.

Ele ressalta também que o colágeno é uma proteína que está presente em todas as estruturas do corpo humano desde a pele, os ossos e órgãos. Ele dá estrutura para todo o organismo. “Ele funciona para o corpo assim como, em uma construção, na formação do alicerce, a ferragem funciona. Ou seja, dá a estrutura. Nos ossos, o colágeno tem um tipo de alinhamento que permite a firmeza. Nas articulações, ele funciona como lubrificante dando a elasticidade articular. Nos tendões, ele dá rigidez para ter força e movimentar. Então, em cada parte do corpo há uma estrutura diferente de colágeno”, comenta.

Nas clínicas de estéticas, equipamentos estimulam
a produção de colágeno (Foto: Reprodução/TV TEM)
Estética
O colágeno também está presente na composição de muitos produtos de beleza como cremes para hidratação da pele e até dos cabelos. Nesses casos ele é usado no estado líquido.
A cosmetóloga Izildinha Campos diz que o colágeno presente nos produtos cosméticos cria uma barreira impedindo que a pele perca água para o meio ambiente. “Ele evita a perda de água através da epiderme. Assim, ela fica protegida do ressecamento, da descamação e das agressões do meio ambiente como sol e poluição”, diz.

Se há cremes que dão mais elasticidade a pele, há no mercado aparelhos que prometem o fim das rugas. A esteticista Ana Carla Barros conta que um equipamento encontrado em clinicas fica a radiofrequência para estimular a produção de colágeno. Segundo ela, com algumas sessões no rosto é possível ver a diferença. O aparelho também pode ser usado para dar firmeza na pele de outras partes do corpo. “Ele também indicado para flacidez, celulite e para gordura localizada. Até nas estrias ele dá uma atenuada, assim como em cicatrizes. Na face, são sessões de 20 em 20 dias. Já no caso de gordura localizada e celulite, pode ser feita uma vez por semana”, afirma.

Exposição ao sol

O sol é fonte de energia, vitamina D é essencial para vida. Mas, em excesso, pode causar graves doenças nos seres humanos. Engana-se quem pensa que perigo existe apenas em locais com maior incidência de raios solares, ou somente durante o verão. Devemos nos proteger dos raios solares em todas as épocas do ano e onde estivermos. A vitamina D pode ser muito importante, mas os raios ultravioletas podem agredir o corpo intensamente.

Doenças relacionadas à exposição solar
Por exemplo, a desidratação é uma grave doença na qual a pessoa apresenta sintomas como sede, muito tempo sem urinar, boca e mucosas secas, olhos fundos e ressecados. Ela pode ocorrer após grande período de exposição ao sol sem ingestão de líquidos. Para evitar essas doenças é preferível ficar em ambientes frescos e arejados, usar roupas leves, ingerir alimentos leves e ingerir muito líquido.

Leia também: Terçol tratamento

Outro risco à exposição é a de queimaduras na pele. Pode parecer um simples “pelão” adquirido na praia, mas a queimadura pode ocasionar doenças mais graves. Por isso o ideal é usar protetor solar com fatores de proteção alto e preferir o sol antes das 10h e depois das 16h. Para quem não se atenta muito a essas recomendações, vale destacar que a exposição contínua sem proteção causa câncer de pele, ou seja, um tumor em decorrência de tomar muito sol sem protetor solar. Segundo o Instituto Nacional do Câncer ocorrem quase 200 mil casos de câncer de pele por ano e cerca de 2 mil resultam em morte.

Falando em queimadura, ela pode se intensificar após o contato com algumas frutas cítricas. O ácido dela pode ficar na mão, braços, etc, e em contato com o sol causa manchas e bolhas na pele. Elas demoram tempos para desaparecer, logo é importante lavar as mãos com água em sabão após manusear frutas como limão e laranja.

E não para por aí. A acne solar também é outra doença relacionada ao sol atinge áreas como tronco e nariz. Apenas o uso de filtro solar livre de óleo já previne o problema.

Outra doença é o bicho geográfico, que fica na areia das praias e nas casas com cães e gatos. Trata-se de um parasita que fica no intestino dos animais e quando eles evacuam os ovos eliminados permanecem no local. Quando o parasita se instala na pele humana causa vermelhidão e coceira.

As pessoas que trabalham expostas ao sol sofrem ainda mais com suas ações. Ao trabalhar na construção civil, por exemplo, fica-se muito exposto às doenças citadas acima. Para reduzir os efeitos é preciso tomar muita água, descansar e ficar à sombra quando possível. Por isso os funcionários precisam ser orientados a se hidratar tomando de 2 a 3 litros de água por dia, além de antes e depois dos seus turnos. Devem evitar bebidas como café, refrigerante, bebidas alcoólicas ou com muita cafeína, afinal elas desidratam o corpo mais facilmente. Por último o uso de equipamentos de proteção individuais são indispensáveis. O ideal é usar chapéus de abas largas, uniformes que absorvam e sejam de cor clara, além de óculos de proteção.

Outro local que é preciso tomar muito cuidado em relação à exposição solar é dentro de carros. O ideal é usar óculos solares, instalar películas de proteção nos vidros do carro e optar por fazer viagens mais longas quando a incidência solar for menor. Em relação à proteção nos vidros é preciso seguir o código de trânsito brasileiro, em relação ao percentual de redução de transparência permitido.

Sintomas da exposição intensa
Permanecer no sol por muito tempo pode causar alguns sintomas como:

Desmaios;
Tonturas;
Náuseas;
Vômito;
Irritabilidade;
Confusão mental;
Fraqueza.
O que fazer nesses casos:

1 – Levar a pessoa imediatamente para um local arejado e na sombra;
2 – Não deixá-la sozinha;
3 – Oferecer água aos poucos;
4 – Afrouxar a roupa;
5 – Abanar a pessoa, colocar compressas de água em no pescoço, dobras dos braços, virilha e axilas.

Dicas para aproveitar o sol sem medo
Exponha-se ao sol em horários recomendados, ou seja, antes das 10h e depois das 16h;
Reduza o tempo de exposição solar;
Use chapéus, bonés e roupas que cubram faces e ombros;
Use filtro solar diariamente, principalmente no rosto, e reaplique após banhos de mar, piscina ou cachoeira;
Use protetor solar com fator superior a 30, com reaplicação a cada duas horas.
Use óculos de sol com proteção UV;
Use protetor labial, principalmente se tiver herpes labial;
Beba muita água, principalmente quando se expor ao sol;
Use roupas com poliamida e tecidos que amenizem os efeitos do sol;
Observe pintas que tenham alteração em coloração, tamanho ou textura (podem indicar melanoma).
Com esses cuidados você pode aproveitar o sol sem maiores problemas. Repasse essas dicas para os amigos e familiares, a fim de que todos fiquem protegidos e obtenham apenas o melhor do sol.

Como usar a Babosa para pele e cabelo

A babosa é uma planta medicinal, também conhecida como Aloé vera, Caraguatá, Erva babosa, Babosa de botica ou Babosa de jardim, que pode ser utilizada em diferentes tratamentos de beleza, especialmente para melhorar a saúde do cabelo ou da pele.

O seu nome científico é Aloe vera e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e algumas feiras livres e mercados. Além disso, esta planta pode ainda ser facilmente cultivada em casa, pois não precisa de cuidados especiais.

Como passar no cabelo
A babosa pode ser usada no cabelo para obter os seguintes benefícios:

1. Tratar a queda de cabelo
A babosa ajuda na produção de colágeno e, por isso, ajuda a fixar melhor os fios de cabelo no couro cabeludo. Além disso, por possuir minerais e água, fortalece todo o fio, tornando-o mais forte e menos quebradiço.

Como usar: junte 2 colheres (de sopa) de gel de babosa com 2 colheres (de sopa) de óleo de coco, misture bem e aplique sobre todo o cabelo. Deixe atuar por 10 a 15 minutos e depois remova com água fria e shampoo. Repita este processo apenas 1 vez por semana.

2. Hidratar o cabelo e estimular o crescimento
A babosa possui enzimas que ajudam a remover as células mortas do couro cabeludo, além de ser uma ótima fonte de hidratação e minerais para os fios. Dessa forma, o cabelo cresce mais rápido e forte.

Como usar: junte 2 claras de ovo com 2 a 3 colheres de sopa do gel interior das folhas da babosa, misture bem e aplique sobre o cabelo, garantindo que as raízes ficam bem cobertas. Espere 5 minutos e remova com água fria e shampoo.

3. Eliminar a caspa
Por conter enzimas que eliminam as células mortas, a babosa, é uma planta que pode ser usada no tratamento da caspa, uma vez que a caspa é formada por placas de células mortas.

Como usar: misture 2 colheres (de sopa) de gel de babosa com 1 colher (de sopa) de mel e 2 colheres (de sopa) de iogurte natural. Usa a mistura para massagear o couro cabeludo por cerca de 15 minutos. Deixe repousar mais 30 minutos e, por fim, lave o cabelo com uma shampoo anti caspa. Esta máscara deve ser feita apenas 1 vez por semana.

Como usar na pele
A babosa pode ser utilizada em toda a pele, no entanto, seus benefícios são especialmente importantes no rosto, para:

1. Remover a maquiagem
A babosa é uma forma natural de remover a maquiagem da pele, pois não utiliza químicos e hidrata a pele, ao mesmo tempo que alivia a irritação provocada pelas substâncias da maquiagem.

Como usar: coloque um pouco do gel da folha da babosa em um pedaço de algodão e, depois, esfregue levemente sobre as regiões do rosto com maquiagem. Por fim, lave o rosto com água morna e um sabão neutro.

2. Combater as rugas
Esta planta possui propriedades que estimulam a produção de colágeno pela pele, que é a substância responsável por manter a elasticidade da pele. Assim, quando utilizada regularmente, a babosa pode diminuir o grau das rugas e até eliminar algumas marcas de expressão, nos olhos, testa ou boca.

Como usar: aplique, com os dedos, uma pequena porção de gel de babosa sobre os locais das rugas e marcas de expressão, como o canto dos olhos, ao redor dos lábios ou na testa. Faça uma leve massagem sobre esses locais e deixe atuar por 5 a 10 minutos. Por fim, remova com água fria e um sabão neutro.

3. Limpar as camadas profundas da pele
A babosa funciona como uma excelente base para um esfoliante pois além de hidratar a pele, fornece oxigênio importante para manter as células mais profundas fortes.

Como usar: misture 2 colheres (de sopa) de gel de babosa com 1 colher (de sopa) de açúcar ou bicarbonato de sódio. Depois, esfregue a mistura no rosto ou em outras partes mais secas da pele, como cotovelos ou joelhos, por exemplo. Remova com água e um sabão neutro e repita 2 a 3 vezes por semana.

Leia também: Babosa é bom

Outros benefícios da babosa
Além de ser uma ótima aliada para a saúde do cabelo e da pele, a babosa também pode ser usada para tratar problemas como anemia, artrite, dor de cabeça, dor muscular, queimaduras, feridas, gripe, insônia, pé de atleta, inflamações, prisão de ventre e problemas digestivos.

Esta planta medicinal também é ainda ótima para tratar a língua queimada, veja como em O Que Fazer quando Queimar a Língua.

Quem não deve usar babosa
O uso interno da babosa está contraindicado para crianças, grávidas e durante a amamentação, assim como em pacientes com inflamações no útero ou ovários, hemorroidas, fissuras anais, pedras na bexiga, varizes, apendicite, prostatite, cistite, disenterias e nefrite.

É também muito importante que se verifique se a babosa é do tipo Barbadensis miller, pois esta é a mais indicada para o uso humano, sendo que as outras podem ser tóxicas e não devem ser consumidas.

Emagreça com uma dieta low-carb: saiba quais alimentos consumir

A dieta low-carb acelera o metabolismo e leva ao emagrecimento. Alimentos como abacate, castanhas, peixes e ovos são a base
Seguir uma dieta low-carb significa reduzir o consumo de carboidratos simples, como arroz branco, macarrão e pão. Para compensar, profissionais recomendam aos pacientes que comam mais proteínas (carnes e ovos) e gorduras boas, presentes em alimentos como abacate, castanhas, azeite e peixes (sardinha e salmão, por exemplo).

Leia também: Farinha seca barriga Anvisa

MAIS SOBRE O ASSUNTO
Pesquisa indica que dieta low carb reduz expectativa de vida
Dieta low carb. Benefícios e riscos de restringir os carboidratos

Leia também: E-book 101 Receitas Low Carb loja

Duas alfaces, hambúrguer e nada de pão: conheça o sanduba low carb
Por ser um método bastante eficiente de emagrecimento, ele tornou-se popular. Em uma dieta low-carb, o metabolismo passa a funcionar melhor por causa da ingestão diária de mais proteínas e gordura boa, o que também auxilia a diminuir inflamações do organismo e a se combater a retenção de líquidos.
Como em qualquer dieta, a quantidade deve ser avaliada de acordo com o metabolismo de cada pessoa. A redução do consumo de carboidratos deve ser feita de forma progressiva, para que o organismo se habitue bem e não apareçam efeitos colaterais, como dores de cabeça, tonturas e alterações no humor.

Leia também: Kifina Anvisa

Entre os alimentos que podem ser consumidos estão carne vermelha, frango e peixe, queijos, ovos, azeite, óleo de coco e manteiga, sementes em geral – como chia, linhaça e gergelim –, café e chás, além de frutas como amora, framboesa, morango, abacate, limão, melancia, melão e pêssego.

Leia também: Phytophen Anvisa

Jejum Intermitente: posso fazer?

Várias estratégias nutricionais são utilizadas como forma de emagrecimento, dentre elas estão a mais tradicional que é a alimentação saudável com a prática de comer de três em três horas; tem Low Carb (Baixar Carboidratos) e o jejum intermitente vem se destacando como prática de controle alimentar.

O jejum intermitente passou a ser pesquisado durante o Ramadã em muçulmanos, que era obrigatório o jejum durante o dia e alimentando-se apenas do pôr do sol ao amanhecer, por 30 dias consecutivos. Desta forma, estudos surgiram para verificar a ação do jejum sobre as alterações na composição corporal.

Jejum seria a “privação alimentar” ou seja, ficar sem comer por um período de tempo. Sendo que durante o jejum pode ser ingerido água, chá e café sem açúcar. As formas de jejum seriam:

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

12 HORAS (MAIS COMUM E PRATICADO)
16 HORAS
18 HORAS
24 HORAS
Após esse período priorizar folhas e vegetais, carnes, abacate, morango, queijo e alguns tubérculos.

Estudo realizado sobre jejum, pode-se dizer que ele desempenha proteção contra os danos cardiovasculares, por diminuir o percentual de gordura especialmente em obesos.

Leia também: Jejum Intermitente

O estudo de forma randomizada em seres humanos foi realizado por Harvie et al. (2011). Constataram melhoras comparáveis, em ambos os grupos (normais e obesos), no que diz respeito à proteína C-reativa (marcador de inflamação), LDL, triglicerídeos, pressão arterial e leptina. Entretanto, o grupo que realizou o jejum em 2 dias da semana apresentou reduções mais significativas nos marcadores de resistência à insulina e peso. Novos estudos clínicos são necessários para testar a sua eficácia.

Leia também: Kifina reclame aqui

Antes de tentar praticar o jejum intermitente o ideal é você já ter uma alimentação saudável e praticar atividade física. Além disso, é necessário procurar o profissional Nutricionista para verificar se você pode ou não praticar o jejum, em algumas fases da vida não é indicado essa prática.

Leia também: Phytophen reclame aqui

Remédio natural para emagrecer: veja dicas!

Remédio natural para emagrecer pode ser uma boa para quem quer perder peso e manter a saúde, confira aqui os melhores!

Para emagrecer você pode adotar métodos totalmente naturais e saudáveis que irão contribuir para a perda de peso e também para a melhoria de sua saúde, além de evitar doenças e oferecer ao seu corpo diversos nutrientes essenciais. No mercado brasileiro há centenas de remédios naturais, criados à base de extrato de plantas, que podem ser ingeridos diariamente para aumentar o seu gasto calórico.Existem muitos suplementos no mercado, e muitos remédios fortes como a sibutramina ou xenical, mas eles tem efeitos colaterais complciados e podem trazer muitos problemas para sua saúde.É importante entender o que se está ingerindo.

Remédio natural para emagrecer – quais os melhores?
Como sempre, você não deve se medicar sozinho. É extremamente recomendado procurar um médico antes de iniciar o uso de qualquer medicamento. A seguir você verá algumas dicas de remédios naturais indicados para o emagrecimento.

Remédio natural para emagrecer: veja dicas! (Foto: Divulgação)

1 – Café Verde

O café verde é uma bebida termogênica extremamente indicada para quem deseja emagrecer, mas que também pode ser encontrada na forma de cápsulas para ser ingerida via oral. Ele é um dos remédios naturais mais potentes para quem deseja emagrecer, pois a fórmula da cápsula possui o extrato do café verde. Além disso, há pouquíssimos efeitos colaterais e contraindicações.

Há diversos estudos que já comprovaram os benefícios do café verde para o emagrecimento e para a queima de gordura corporal. As cápsulas chegaram apenas para tornar ainda mais fácil o consumo desse emagrecedor natural.

Remédio natural para emagrecer: veja dicas! (Foto: Divulgação)

2 – Faseolamina

A Faseolamina é mais um remédio em cápsulas que contribui para a perda de peso. Essa substância pode ser encontrada no feijão branco e tem como função inibir a enzima alfa-amilase, que transforma o amido em glicose que, depois, é transformado em gordura e armazenado pelo corpo. Ao consumir essas cápsulas e inibir a enzima, o amido não é transformado em glicose, ou seja, nenhuma gordura é armazenada no corpo e você consegue perder peso.

Você pode encontrar essa substância no feijão branco cozido, mas através das cápsulas pode ingerir mais facilmente.

Leia também: remédio caseiro para emagrecer Anvisa

Remédio natural para emagrecer: veja dicas! (Foto: Divulgação)

3 – Diuréticos

Leia também: Kifina preço

Os alimentos diuréticos também contribuem para a perda de peso, geralmente são naturais e podem ser ingeridos ao longo do dia a dia. Os alimentos e bebidas diuréticos têm como função eliminar os líquidos do corpo, juntamente com as toxinas do nosso organismo. Ao consumir de forma excessiva sódio, que pode ser encontrado na maioria dos alimentos, principalmente os industrializados, o nosso corpo retém líquido. Com isso, ficamos com a sensação de inchaço.

Leia também: Phytophen preço

Os alimentos diuréticos podem impedir o corpo de absorver esse sódio, acabando com o inchaço, eliminando as toxinas e também contribuindo para a perda de peso saudável.

Remédio natural para emagrecer: veja dicas! (Foto: Divulgação)

4 – Vinagre de Maçã

O vinagre de maçã é uma bebida natural muito usada por quem deseja emagrecer. Ainda que não existam estudos que comprovem seus benefícios, durante várias gerações essa bebida tem sido usada para a perda de peso e tem surtido resultados. O vinagre de maçã ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue, além de diminuírem o apetite.

Você pode consumir diluindo em um copo de água ou acrescentando na sua salada.

Leia também: Farinha seca barriga preço

Remédio natural para emagrecer: veja dicas! (Foto: Divulgação)

5 – Água

A água também é um alimento natural que contribui para a perda de peso, pois nos mantém saciados por mais tempo, além de manter a hidratação do corpo. A dica é ingerir um copo de água cerca de 30 minutos antes de suas refeições.

Importante

Conforme já falamos, procure seu médico, antes de utilizar qualquer remédio natural para emagrecer, pois somente ele, de posse de seus exames pode dizer o que você deve ou não ingerir exatamente.