Jejum Intermitente: posso fazer?

Várias estratégias nutricionais são utilizadas como forma de emagrecimento, dentre elas estão a mais tradicional que é a alimentação saudável com a prática de comer de três em três horas; tem Low Carb (Baixar Carboidratos) e o jejum intermitente vem se destacando como prática de controle alimentar.

O jejum intermitente passou a ser pesquisado durante o Ramadã em muçulmanos, que era obrigatório o jejum durante o dia e alimentando-se apenas do pôr do sol ao amanhecer, por 30 dias consecutivos. Desta forma, estudos surgiram para verificar a ação do jejum sobre as alterações na composição corporal.

Jejum seria a “privação alimentar” ou seja, ficar sem comer por um período de tempo. Sendo que durante o jejum pode ser ingerido água, chá e café sem açúcar. As formas de jejum seriam:

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

12 HORAS (MAIS COMUM E PRATICADO)
16 HORAS
18 HORAS
24 HORAS
Após esse período priorizar folhas e vegetais, carnes, abacate, morango, queijo e alguns tubérculos.

Estudo realizado sobre jejum, pode-se dizer que ele desempenha proteção contra os danos cardiovasculares, por diminuir o percentual de gordura especialmente em obesos.

Leia também: Jejum Intermitente

O estudo de forma randomizada em seres humanos foi realizado por Harvie et al. (2011). Constataram melhoras comparáveis, em ambos os grupos (normais e obesos), no que diz respeito à proteína C-reativa (marcador de inflamação), LDL, triglicerídeos, pressão arterial e leptina. Entretanto, o grupo que realizou o jejum em 2 dias da semana apresentou reduções mais significativas nos marcadores de resistência à insulina e peso. Novos estudos clínicos são necessários para testar a sua eficácia.

Leia também: Kifina reclame aqui

Antes de tentar praticar o jejum intermitente o ideal é você já ter uma alimentação saudável e praticar atividade física. Além disso, é necessário procurar o profissional Nutricionista para verificar se você pode ou não praticar o jejum, em algumas fases da vida não é indicado essa prática.

Leia também: Phytophen reclame aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *